Descoberto um novo réptil voador gigantesco no deserto de Gobi

Mark Witton and Darren Naish

Ilustração dos pterossauros gigantes Quetzalcoatlus, do grupo dos Azhdarchidae.

Foi descoberto um novo pterossauro no deserto de Gobi, na Mongólia, que surpreende pelo seu tamanho gigantesco. Este grande carnívoro caminhava sobre quatro patas, alimentava-se de bebés dinossauros e as suas asas tinham a envergadura de um pequeno avião.

Este novo pterossauro ainda não foi baptizado porque os investigadores não conseguiram, para já, apurar se se trata de uma nova espécie.

Contemporâneos dos dinossauros, os pterossauros integram a ordem extinta da classe Reptilia e eram os répteis voadores do Mesozóico. O novo espécimen descoberto no deserto de Gobi, na Mongólia, pertence ao grupo dos Azhdarchidae, família de pterossauros de grande porte que inclui o famoso Quetzalcoatlus, relata a National Geographic.

Os primeiros fósseis foram encontrados em 2006 e os vestígios dos ossos foram recolhidos ao longo de vários anos, por investigadores de diversos países.

“Reconheci imediatamente que poderia ser um pterossauro e fiquei espantado com o seu tamanho gigantesco”, confessa o líder da investigação, Takanobu Tsuihiji, da Universidade de Tóquio, no Japão.

No artigo científico publicado no Journal of Vertebrate Paleontology, os investigadores que analisaram os fósseis destacam que terá sido um dos maiores pterossauros que já viveram.

Esta criatura gigantesca poderia ser ainda maior do que os dois maiores pterossauros conhecidos, o Quetzalcoatlus e o Hatzegopteryx, conforme salienta o investigador Mark Witton, da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido.

“Pode ter sido um predador formidável e bastante robusto”, aponta, frisando que este animal voador monstruoso teria uma envergadura de asas do tamanho de um pequeno avião, com quase dez metros de comprimento.

Em termos de altura, teria mais de cinco metros e os investigadores salientam que caminhava sobre quatro patas, perseguindo as suas presas no chão. Este grande carnívoro, que terá vivido há 70 milhões de anos, alimentar-se-ia de dinossauros bebés, dizem os investigadores.

Até agora, os vestígios encontrados do novo pteronossauro são bastante incompletos. Ainda não foi possível, por exemplo, estabelecer “a associação dos ossos do pescoço com o corpo” para “confirmar se só têm pescoços muito maiores ou se são animais muito maiores”, explica Witton à National Geographic.

Certo é que, “embora fragmentário, o especimen é de um indivíduo gigantesco, ampliando a faixa geográfica dos pterossauros gigantes até à Ásia”, apontam os investigadores. Trata-se do “primeiro pterossauro” de grande dimensão encontrado naquele continente.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Afinal uma descoberta de algo que já não existe enquanto nós por cá poderemos mostrar algo que existe fora do normal e há bem pouco tempo!

RESPONDER

Príncipe italiano vende massa fresca numa roulote nos Estados Unidos

O príncipe italiano Emanuele Filiberto é dono da "Princípe de Veneza", a única roulote que vende massa fresca em Los Angeles, nos Estados Unidos. Harry e Meghan Markle podem bem pôr os olhos neste exemplo de …

Há 140 anos, "choveu" carne nos Estados Unidos (e ainda não se sabe porquê)

Há 140 anos, em 1876, uma quinta no estado norte-americano de Kentucky testemunhou uma "chuva" de carne cuja origem permanece um mistério. Tudo começou quando, em 3 de março de 1876, a mulher do agricultor Allen …

"Posso sempre confiar" nos americanos. Coleção de cartas manuscritas da princesa Diana vai a leilão

Em 25 de junho de 1997, alguns meses antes da morte da princesa Diana em agosto, dezenas dos seus vestidos foram leiloados na Christie's, em Nova Iorque. Agora, algumas das suas cartas manuscritas sobre esse …

Governos desligaram a Internet centenas de vezes em 2019

Dezenas de Governos de todo o mundo desligaram os seus países da Internet de forma intencional mais de 200 vezes durante o ano passado, afetando milhões de utilizadores, revela um novo relatório do grupo de …

Falha de protocolo do Governo americano pode ter ajudado a espalhar o coronavírus

Uma whistleblower do Departamento de Saúde e Serviços Humanos norte-americano defende que uma falha no protocolo de saúde pública pode ter levado à disseminação do coronavírus dentro do país. Uma denunciante do Departamento de Saúde e …

Coronavírus pode fazer com que Liverpool não seja campeão inglês

O Liverpool pode não se sagrar campeão inglês devido ao surto do novo coronavírus. Caso o Governo britânico suspendesse a competição, os 'reds' poderiam não ser considerados campeões. O coronavírus continua a ameaçar o mundo inteiro …

Sissoco Embaló demite primeiro-ministro e ambos falam em "golpe de Estado"

Umaro Sissoco Embaló, candidato às presidenciais dado como vencedor pela Comissão Nacional de Eleições da Guiné- Bissau, e que quinta-feira tomou posse simbolicamente como Presidente do país, demitiu hoje o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes. Num decreto …

"Neve sangrenta" está a cair do céu na Antártida

Nas últimas semanas, o gelo em redor da Base de Pesquisa Vernadsky da Ucrânia foi revestida com o que os investigadores chamam de "neve de framboesa". Uma publicação no Facebook do Ministério da Educação e Ciência …

Face Oculta: Sobrinho de Manuel Godinho diz que não se orgulha do que fez

O sobrinho do sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, disse hoje estar arrependido do que fez quando trabalhava para o tio nos negócios da gestão de resíduos. “Não me orgulho nada daquilo que …

Há uma "Greta" que nega as alterações climáticas: Naomi Seibt

Naomi Seibt é uma jovem alemã de 19 anos que é a voz dos negacionistas das alterações climáticas. As comparações com Greta Thunberg são inevitáveis. Greta Thunberg tem sido provavelmente a voz mais ativa no que …