Descoberto pássaro praticamente intacto com 100 milhões de anos

Uma equipa de cientistas descobriu um pássaro praticamente intacto, com 100 milhões de anos, que pertencia ao grupo de pássaros conhecidos por “pássaros opostos”.

Os insetos não são as únicas espécies que ficaram presos (e bem preservados) em âmbar no tempo dos dinossauros. Também já foram encontrados pedaços de aves e até mesmo dinossauros. Agora, os cientistas descobriram um pássaro praticamente intacto, que se estima ter 100 milhões de anos.

O pedaço de âmbar foi descoberto em Myanmar e contém a cabeça, pescoço, asa, cauda e patas de uma cria, que teria apenas alguns dias de idade, quando caiu na seiva que escorreu de uma conífera (um tipo de árvore), acabando por ficar presa.

“É a visão mais completa e detalhada que já tivemos”, afirmou Ryan McKellar, do Royal Saskatchewan Museum, no Canadá. “Ver algo assim é incrível. É simplesmente deslumbrante”, acrescentou.

A espécie

Enquanto parece que a pele e a carne do pássaro estão preservadas no âmbar, o que se vê é basicamente uma impressão muito detalhada do animal, e não os seus atributos reais.

Estudos semelhantes mostraram que a carne do animal acaba por se desintegrar em carbono e, por isso, não há ADN disponível nestes pedaços de âmbar. No entanto, ficam preservadas as cores reais das penas destes animais. Neste caso, a ave era parda.

Esta pequena ave pertencia a um grupo de pássaros conhecidos por “pássaros opostos”, animais que viviam ao lado dos antepassados dos pássaros modernos e parecem ter sido mais diversificadas e bem-sucedidas, até serem extintas juntamente com os dinossauros há 66 milhões de anos.

(dr) Cheung Chung Tat

Reconstrução do pássaro com 100 milhões de anos

Reconstrução do pássaro com 100 milhões de anos

Prontos para voar

Fósseis anteriores e algumas asas preservadas em âmbar sugerem que estes “pássaros opostos” nasciam com penas prontas para voar. Esta descoberta dá mais peso a essa teoria, já que esta cria tinha um conjunto completo de penas de voo e porque lhe estavam a crescer penas na cauda.

Provavelmente, diz McKellar, este tipo de pássaro nascia no chão e  só depois subia às árvores, tornando-os particularmente propensos a ficar presos em seiva.

O âmbar onde estava o pássaro foi recolhido por um museu na China há vários anos atrás. O exemplar foi mais tarde examinado por Lida Xing, da Universidade das Geociências da China, que liderou a equipa que descreveu este achado.

PARTILHAR

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …