Descoberto no México misterioso círculo de esqueletos interligados

(dv) Mauricio Marat/Mexico’s National Institute of Anthropology and History

As caveiras com 2400 anos estavam viradas em diferentes direções e os 10 esqueletos pré-aztecas espalharam-se até às margens de uma área que se assemelha à espiral cósmica da Via Láctea. Nunca tinha sido encontrado nada assim.

Arqueólogos mexicanos revelaram esta semana o local de enterro descoberto em Tlalpan, a sul da Cidade do México, onde solo rico, água fresca e os animais para caça tornaram-se um foco para as sociedades mesoamericanas, antes do reinado dos Aztecas.

Jimena Rivera Escamilla, a arqueóloga que liderou as escavações, disse que o local parece fazer parte de uma cerimónia ritual, tendo em conta a elaborada e deliberada interligação entre esqueletos, desde recém-nascidos com um mês, a esqueletos adultos, segundo o Washington Post.

Uma das cabeças estava disposta no peito de outra, e as mãos de um dos esqueletos estavam posicionadas nas costas da outra, descreveu à Televisa News.

Um comunicado do Instituto de Antropologia e História do México explica que a descoberta pode ajudar a refinar a compreensão de antigas sociedades do período pré-clássico.

Os esqueletos pertencem a um grupo que ocupou a área por 500 anos, entre as fases de Zacatenco, de 700 a 400 aC – época em que foram desenvolvidas as maiores civilizações no México -, e a era Ticoman de 400 a 200 aC.

Algumas caveiras e dentes pareciam estar intencionalmente deformadas, uma prática conhecida entre as sociedades mesoamericanas que pode indicar o estatuto social, género ou tentativas de se assemelharem a seres divinos, concluiu uma outra pesquisa de 2013.

No mesmo sítio foram também encontrados potes de barro, conhecidos como cajetes, e tigelas de tecomate arredondadas, assim como vários tipos de pedras com cerca de 1,50 metros. A arqueóloga ainda não conseguiu determinar a causa da morte das 10 pessoas, ou se morreram juntas.

Se Escamilla conseguir determinar estes detalhes, poderá ser outra revelação sobre como as antigas sociedades viviam e morriam.

Em 2011, investigadores concluíram que os Xiximes, que viveram na zona montanhosa do que é hoje Durango, eram canibais depois de examinarem um sítio arqueológico que datava de 1400. Os ossos foram encontrados e pareciam ter sido cozidos e marcados com lâminas de pedra.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Estado de Emergência. Oito detidos e 63 estabelecimentos encerrados

Oito pessoas foram detidas por violarem a obrigação de confinamento e outros crimes de desobediência pelas forças de segurança, até às 17h de sábado, no âmbito do estado de emergência, anunciou este sábado o Ministério …

Justiça impede Isabel dos Santos de receber dividendo da NOS. Mas não é a única afetada

A Sonaecom anunciou este sábado que o tribunal decidiu proceder ao arresto preventivo de 26,075% do capital social da NOS, na sequência da publicação de notícias sobre esquemas alegadamente fraudulentos que envolvem a empresária angolana …

Há animais marinhos capazes de matar vírus na água

Há animais marinhos que conseguem absorver partículas virais ao filtrar a água do mar em busca de oxigénio e alimentos. As esponjas do mar e os caranguejos são particularmente eficientes. Apesar de a humanidade já ter …

O maior avião do mundo vai ser uma plataforma de lançamento para veículos hipersónicos

A empresa que criou o maior avião do mundo, que apenas voou uma vez, encontrou uma nova funcionalidade para a aeronave: será usado como plataforma de lançamento para veículos hipersónicos, o que poderá revolucionar a …

Sondas da missão a Mercúrio vão passar pela Terra (e vão ser visíveis a olho nu)

A missão conjunta europeia e japonesa BepiColombo está a caminho de Mercúrio. Porém, para chegar lá, terá de passar novamente pela Terra. Este evento acontecerá em 10 de abril e as pessoas nas latitudes do sul …

Xiaomi lança máscara elétrica que carrega via USB

A pandemia de Covid-19 tem impulsionado o surgimento de alguns recursos melhorados para fazer face ao combate do novo coronavírus. É o caso da nova máscara de esterilização elétrica da Xiaomi, que carrega via USB. A …

Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida. De acordo com o semanário …

Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. O SARS-CoV-2, o vírus que causa a …

Marcelo sai uma vez por semana, usa máscara e luvas nas compras (e passa a Páscoa em Belém)

O Presidente da República afirmou este sábado que, para se proteger do surto de covid-19, só sai em trabalho uma vez semana, usa máscara nas compras e vai passar a Páscoa confinado no Palácio de …

A procura por sumo de laranja está a disparar (e a culpa é do coronavírus)

A procura por sumo de laranja tem disparado nos últimos tempos, muito devido à pandemia de covid-19. As pessoas querem reforçar o seu sistema imunitário. Já quase ninguém está indiferente à ameaça da pandemia de covid-19, …