Descoberto anel com 2.000 anos que pertenceu a Pôncio Pilatos

Ernmuhl / Wikimedia

Torre de David em Jerusalém

O nome de Pôncio Pilatos – o governador da província romana da Judeia que ordenou a crucificação de Jesus Cristo – foi encontrado gravado num antigo anel de bronze encontrado há 50 anos na Cisjordânia.

De acordo com o Haaretz, que avança a notícia, a jóia foi encontrada já na década de 1960, mas só agora é que os cientistas conseguiram decifrar as suas inscrição. O anel foi encontrado juntamente com outros milhares de objetos descobertos durante as escavações arqueológicas no antigo Palácio do rei Herodes, lideradas por Gideon Forster.

Recentemente, uma outra equipa científica, liderada por por Roi Porat, voltou a examinar o objeto de 2.000 anos e decifrou a inscrição gravada.

De acordo com os especialistas, as inscrições no anel incluem uma vasilha de vinho rodeada com uma palavra grega traduzida como “Pilatos”. Os investigadores ligaram assim o anel ao governador Pôncio Pilatos, que governou entre os anos 26 e 36. Segundo os especialistas, o nome encontrado no anel era raro à luz da época em de Israel.

“Eu não conheço nenhum outro Pilatos naquela época, e o anel mostra que [o dono do anel] era uma pessoa de estatuto e riqueza”, comentou o professor Danny Schwartz.

É de salientar que um anel deste tipo – de bronze e com inscrições gravadas – era característico da cavalaria romana da época, à qual Pôncio Pilatos pertencia. Por outro lado, revelaram os cientistas, o anel é um objeto bastante simples, sugerindo que o governador foi capaz de usá-lo durante o seu trabalho diário ou então poderia pertencer a um dos seus funcionários que o usavam para afirmar o seu nome.

Contudo, os cientistas acreditam que o mais certo é que a jóia tenha pertencido a Pôncios Pilatos, tal como aponta a própria imprensa de Israel.

O anel agora encontrado junta-se a um outro objeto atribuído ao governador, a chamada pedra de Pilatos, descoberta em 1961 no complexo arqueológico de Cesareia Marítima, em Israel, que também tinha o seu nome gravado.

Os resultados da pesquisa foram publicado na Israel Exploration Journal

ZAP // RT

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Causa-me o maior espanto. Primeiro porque o anel foi descoberto na década de sessenta do século XX, a inscrição não é em nenhum alfabeto particularmente difícil de entender e… só sessenta anos depois conseguem decifrar. Depois porque a palavra traduzida como está grafada é PILATO, o que sendo Poncios Pilatus o nome em língua latina é intrigante. Terceiro o que fazia um Governador Romano da Judeia de língua latina com um anel com o seu nome gravado em Grego? É certo que o helenismo estava espalhado na zona e que o próprio Herodes Agripa conheceria a língua mas, apenas se fosse um presente deste não é muito expectável. E se fosse um presente de um Rei a um Governador estrangeiro porquê bronze?
    As questões que ficam levantam dúvidas sobre as conclusões, quanto a mim precipitadas desta “descoberta”, mas tambemjá estamos habituados a que a arqueologia israelita esteja sempre particularmente orientada para justificar a veracidade bíblica. O que é um defeito metodológico. Procura-se na história e no mito as explicações para os achados, não se procuram achados procurando justificar com eles a história e os mitos.

    • Ola amigo.Bom, creio que a grafia em grego se deve, por ser o grego uma das línguas francas usadas no mundo antigo e mesmo na era do Império Romano. Além de que também era uma língua considerada como símbolo de erudição por quem a entendia e a escrevia. Quanto ao Bronze, o mesmo também era considerado um minério de valor naquela epoca, então não era incomum dar presentes feitas a bronze ou prata, na ausência do ouro, entre aqueles que possuíam poder para isso.

António Guterres reconheceu que a sua geração falhou desafio da emergência climática

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, assumiu no domingo que a sua geração falhou numa resposta apropriada ao desafio da emergência climática e que compreende agora que os jovens podem e devem liderar esta …

O PSD ultrapassou o PCP e tornou-se no partido mais rico em imóveis

O PSD ultrapassou o PCP, sendo agora o partido português mais rico em imóveis. Os ativos fixos tangíveis - que inclui imóveis, automóveis e outros bens - dos sociais-democratas aumentaram mais de quatro vezes entre …

Mais cinco minutos? Adiar o despertador não é uma boa ideia

Mais cinco minutos na cama ou acordar mal toque o despertador? Apesar de esse cochilo parecer inofensivo, a verdade é que adiar o despertador não é uma boa ideia. Se faz parte da equipa dos mais …

Há uma planta na Austrália que é masculina, feminina e bissexual

Cientistas da Bucknell University (Austrália) descobriram uma espécie de planta que pode ser masculina, feminina e bissexual. Os investigadores publicaram a descoberta na revista PhytoKeys e chamaram a amostra, que foi descrita em 1970, mas não …

Astrónomos descobrem a mais antiga colisão de galáxias conhecida

Uma equipa internacional de investigadores descobriram o exemplo mais antigo de uma colisão entre duas galáxias. A luz dessa fusão teve de viajar durante 13 mil milhões de anos para chegar até nós, uma vez …

Asteróide do tamanho da Torre Eiffel vai passar pela Terra. É a segunda maior aproximação em 120 anos

Na segunda-feira, dia de S. João no Porto, um asteróide muito grande - que pode ser tão grande como a Torre Eiffel - vai passar pela Terra a mais de 45 mil quilómetros por hora. O …

As eleições foram repetidas em Istambul. Erdogan voltou a perder (e por mais)

O candidato da oposição Ekrem Imamoglu ganhou hoje de novo as eleições municipais em Istambul, após a anulação de uma primeira votação, infligindo ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, o pior revés eleitoral em 17 …

No Azerbaijão, há chamas que ardem há quatro mil anos

Chamas altas dançam sem descanso num trecho de 10 metros de encosta. É o Yanar Dag - que significa "montanha em chamas" - na Península Absheron, no Azerbaijão. "Este fogo queimou 4.000 anos e nunca parou", …

A lendária Cidade Perdida do Deus Macaco é um refúgio de espécies "extintas"

A Cidade Branca, imponente sítio arqueológico detetado em 2012 nas selvas das Honduras, é também um "ecossistema prístino e próspero, cheio de espécies raras e únicas". A ONG americana Conservation International chegou a essa conclusão depois …

As mulheres têm mais doenças autoimunes do que os homens. A culpa pode ser da placenta

A hipótese da compensação da gravidez mostra que a evolução pode ter tido um papel importante no sistema imunológico das mulheres. Há cerca de 65 milhões de aos, depois da época dos dinossauros, surgiu o primeiro …