Descobertas seis novas estirpes de coronavírus em morcegos

Uma equipa de cientistas descobriu seis novas estirpes de coronavírus em morcegos de Mianmar, revelou uma nova investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na revista científica PLOS ONE.

Os especialistas do Programa de Saúde Global do Instituo Smithsonian, dos Estados Unidos, descobriram as novas estirpes em três espécies de morcegos: o morcego-amarelo da Grande Ásia (Scotophilus heathii); o morcego de cauda livre (Chaerephon plicatus) e o morcego de nariz em folha de Horsfield (Hipposideros larvatus).

Ao todo, foram analisadas onze espécies destes mamíferos.

Apesar de pertencerem à mesma família do vírus SARS-CoV-2, que originou a pandemia de covid-19, os cientistas acreditam, segundo o novo estudo esta quinta-feira publicado, que os seis tipos de coronavírus agora descobertos não estejam, do ponto de vista genético, intimamente relacionados com as estirpes que causam doenças letais em humanos, como é o caso da SARS, MERS ou o mais recente SARS-CoV-2.

Os cientistas descobriram estes vírus enquanto estudavam morcegos em Mianmar como parte do PREDICT, um programa financiado pelo governo norte-americano para identificar doenças infecciosas com potencial de transmissão de animais para humanos.

A equipa analisou amostras de saliva e guano (fezes) de onze espécies destes mamíferos que habitaram três locais distintos de Mianmar entre 2016 e 2018, detalha o portal de ciência Live Science. Nestes locais, o Homem entra em contacto direto com o excremento destes animais, uma vez que é bastante comum a recolha de guano, que é depois utilizado como fertilizante.

“Dois destes locais apresentavam sistemas populares de cavernas onde as pessoas locais eram rotineiramente expostas a morcegos através da colheita de guano, práticas religiosas e eco-turismo”, pode ler-se no estudo.

Os cientistas frisam que são necessárias mais investigações para perceber qual o potencial destes vírus recém-descobertos “migrarem” para outras espécies e para perceber como é que estas podem vir a afetar a saúde humana.

Em comunicado, Suzan Murray co-autora do estudo e diretora do Programa de Saúde Global do instituto norte-americano, explicou que há vários tipos de coronavírus que não são perigosos para os humanos, frisando, contudo, que é importante conhecê-los.

“Muitos tipos de coronavírus podem não representar um risco para as pessoas, mas quando identificamos essas doenças desde cedo nos animais, na fonte, tempos uma oportunidade valiosa para investigar a potencial ameaça“, considerou.

“Vigilância, investigação e educação são as melhores ferramentas que temos para evitar pandemias antes que estas ocorram”, rematou, citada na mesma nota.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Reembolsos do IRS já começaram a ser processados (e chegam “a meio desta semana”)

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já começou a processar os primeiros reembolsos do IRS e o valor deverá chegar à conta dos contribuintes a meio desta semana, avançou à Lusa o secretário de Estado …

Todos os anos, caem mais de 5 mil toneladas de poeira extraterrestre na Terra

A Terra está constantemente sob uma chuva de poeira espacial. Após duas décadas de recolha de material na Antártida, uma equipa de cientistas conseguiu quantificá-la: caem cerca de 5.200 toneladas de micrometeoritos a cada ano. Os …

Encontradas três "estrelas fracassadas" ultrarrápidas. Estão prestes a autodestruir-se

Uma equipa de cientistas identificou as três anãs castanhas de rotação mais rápida já encontradas. Estas estrelas, conhecidas como "estrelas fracassadas" estão a girar tão depressa que podem estar prestes a desfazer-se. Usando dados no Spitzer …

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …

Variante sul-africana pode resistir à Pfizer. China pondera misturar vacinas

A variante do coronavírus descoberta na África do Sul pode "romper" a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech até certo ponto, concluiu um estudo em Israel, embora a sua prevalência no país seja baixa e …