Descobertas causas genéticas da depressão

Um estudo confirmou finalmente uma ligação entre o ADN e a depressão, uma doença mental cujas causas eram até hoje desconhecidas.

A investigação sem precedentes, liderada pelo cientista Jonathan Flint, da Universidade de Oxford, confirmou pela primeira vez uma ligação entre algumas sequências genéticas específicas e a depressão, abrindo caminho para o desenvolvimento de medicamentos mais adequados às verdadeiras causas biológicas da doença.

Os resultados do estudo, publicados na Nature, foram surpreendentes até mesmo para os investigadores envolvidos, tendo em conta que estudos anteriores não tinham conseguido encontrar nenhuma sequência genética relacionada com o desenvolvimento de sintomas.

A depressão é a segunda doença mais comum no mundo e uma das principais causas de incapacidade, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A doença manifesta-se através de sintomas muito heterogéneos, e pode desenvolver-se devido a fatores ambientais que são difíceis de distinguir de outras causas. Um em cada quatro portugueses admite já ter sofrido de depressão, o que coloca Portugal no topo dos países com maior taxa da doença no mundo.

A descoberta resultou da análise do ADN de 10.640 pessoas da etnia chinesa Han: 5.303 mulheres que tinham depressão, e um grupo de controlo.

Das mulheres com depressão, 85% apresentou sintomas de melancolia, ou seja, incapacidade de sentir felicidade. A investigação conseguiu encontrar duas sequências genéticas, ou seja, variações específicas no código genético das pessoas, no décimo cromossoma, responsáveis pela probabilidade de alguém poder vir a sofrer de depressão.

Essas sequências são responsáveis por menos de um ponto percentual da hipótese que alguém tem de desenvolver depressão, mas a descoberta em si tem muita importância científica.

A primeira foi detetada na sequência genética que codifica uma enzima com uma função ainda não compreendida, já a segunda surge junto ao gene SIRT1, responsável pela produção de células estruturais chamadas mitocôndrias, presente em grande parte das células do sistema nervoso, do coração e dos músculos.

Estes resultados “podem levar a possibilidades de tratamento que até hoje eram impossíveis”, afirma ao The Verge um dos autores do estudo, Kenneth Kendler, da Universidade de Virginia Commonwealth.

Alguns cientistas, no entanto, estão cépticos acerca da validade do estudo. “Tenho alguma dificuldade em decidir até que ponto acredito nos resultados”, afirmou o geneticista David Cutler, da Universidade de Emory, que não fez parte da equipa que desenvolveu o estudo e critica a estratégia usada para verificar os resultados.

No entanto, Kenneth Kendler está mais otimista, considerando que a descoberta pode ajudar os cientistas a perceber melhor a forma como a depressão altera o funcionamento do corpo humano para causar os seus sintomas. “A maioria dos antidepressivos que são usados agora baseiam-se em hipóteses biológicas que têm mais de 50 anos“, disse o co-autor do estudo ao The Verge.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Responsabilidade por redução da população "é única e exclusivamente dos Governos dos últimos 40 anos"

A responsabilidade pela redução da população “é única e exclusivamente dos Governos portugueses dos últimos 40 anos”, considera o investigador Manuel Villaverde Cabral. “Se há uma coisa que é muito mais importante do que a política …

Prémio da assiduidade vai para IL, PEV e deputadas não inscritas. Chega e PAN "reprovam" por faltas

Dos 91 plenários decorridos na Assembleia da República nesta sessão legislativa, registaram-se 749 faltas. Dos 230 deputados, só 46 nunca faltaram. O jornal Inevitável fez um levantamento das faltas dos deputados, depois de terminada a …

PAN foi o único partido sem irregularidades nas autárquicas de 2017. Movimentos cívicos são dos que menos cumprem

Depois da notificação da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos, o Ministério Público fica agora encarregue de aplicar as coimas por violação da lei do financiamento dos partidos políticos e das campanhas eleitorais. As informações reveladas …

Jesus terá acusado Taarabt de ter adormecido em campo no Spartak-Benfica

O treinador benfiquista, Jorge Jesus, terá acusado Adel Taarabt de ter adormecido em campo no encontro entre o SL Benfica e o Spartak Moscovo. Com o Benfica já a vencer por 2-0 diante do Spartak Moscovo, …

Sistema de avaliação da Função Pública em stand by

As negociações em torno da revisão do sistema de avaliação de desempenho dos funcionários públicos estão paradas. A última vez que o Governo se reuniu com os sindicatos foi em maio. Nessa altura, o Governo falhou …

Central do Pego. Governo acusado de leiloar um bem que não lhe pertence

O Governo está a ser acusado de querer leiloar a Central do Pego, um bem que, segundo a Trustenergy, não lhe pertence. Em outubro de 2019, o primeiro-ministro anunciou que o Governo estava preparado para encerrar …

Portugal é dos países mais atrasados na vacinação dos jovens

Numa altura em que cerca de 90% das pessoas nos grupos etários acima dos 60 anos já estão completamente vacinadas contra a covid-19, Portugal é dos países com menor percentagem de adultos dos 18 aos …

Sporting pode pagar até 12,5 milhões de euros por Ugarte

O negócio da venda de Manuel Ugarte ao Sporting pode chegar até aos 12,5 milhões de euros por 80% dos seus direitos desportivos. Sporting CP e FC Famalicão continuam a negociar os moldes pelos quais se …

Insolvência da Groundforce não cessa contratos e salários vão ser pagos

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa declarou a Groundforce insolvente quase três meses depois de o pedido ter dado entrada. O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) esclareceu esta quarta-feira que a insolvência …

Machu Picchu é mais antigo do que se pensava

Um novo estudo acaba de revelar que a cidadela Inca no topo da montanha de Machu Picchu, no Peru, foi construída e ocupada por volta de 1420-1530 d.C., décadas antes do que se pensava. Machu Picchu …