Descoberta “superterra” a apenas 32 anos-luz da Terra

(dr) Gabriel Pérez, SMM (IAC)

Impressão de artista do exoplaneta GJ 536 b e da estrela GJ 536

Impressão de artista do exoplaneta GJ 536 b e da estrela GJ 536

Investigadores do Instituto de Astrofísica das Canárias e da Universidade de La Laguna, em Espanha descobriram uma “superterra”, GJ 536 b, em órbita de uma estrela próxima muito brilhante.

O estudo envolveu investigadores de vários países, e foi apresentado num artigo do estudante de doutoramento Alejandro Suárez Mascareño, do Instituto de Astrofísica das Canárias, que foi aceite para publicação na revista Astronomy & Astrophysics.

Este exoplaneta – o planeta que orbita a estrela GJ 536, cuja massa ronda as 5,4 massas terrestres, não está dentro da zona habitável da estrela.

Mas o seu curto período orbital de 8,7 dias e a luminosidade da sua estrela, uma anã vermelha bastante fria e próxima do Sol, a apenas 32,7 anos-luz da Terra, tornam-no num candidato atraente para uma investigação da sua composição atmosférica.

Durante esta pesquisa foi também descoberto um ciclo de atividade magnética, parecido com o do Sol, mas mais curto, 3 anos.

“Até agora, o único planeta que encontrámos foi GJ 536 b, mas continuamos a monitorizar a estrela para ver se descobrimos outros companheiros,” comenta Alejandro Suárez Mascareño.

“Os planetas rochosos são normalmente encontrados em grupos,” explica, “especialmente em redor de estrelas deste tipo, e estamos confiantes que podemos encontrar outros planetas em órbitas mais distantes da estrela, com períodos entre 100 dias até alguns anos”.

“Estamos a preparar um programa de monitoramento para trânsitos deste novo exoplaneta a fim de determinar o seu raio e densidade média”, diz o cientista.

“Este exoplaneta rochoso está a orbitar uma estrela muito mais pequena e fria que o Sol,” comenta Jonay Isaí González, um dos orientadores de Mascareño, “mas está suficientemente próxima e é suficientemente brilhante”.

“Também é observável nos hemisférios norte e sul, de modo que é muito interessante para espectrógrafos futuros de alta estabilidade e, em particular, para a possível deteção de outro planeta rochoso na zona habitável da estrela”, acrescenta González.

“Para detetar o planeta”, explicou Rafael Rebolo, o outro orientador da tese de Alejandro Suárez Mascareño, “tivemos que medir a velocidade da estrela com uma precisão na ordem de um metro por segundo”.

Aguarda-se agora que a equipa consiga encontrar mais algum planeta no sistema GJ 536 – quem sabe até, na sua zona habitável.

CCVALg

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “…a apenas 32,7 anos-luz da Terra…”, isto significa que iríamos demorar 32,7 anos a chegar a essa estrela se viajássemos à velocidade da luz… ou seja, as imagens (formadas por luz) que os cientistas recebem hoje, são imagens de há 32,7 anos atrás! E anda a nossa humanidade a investir tanto dinheiro em arranjar formas de “largar” o planeta terra que a própria destruiu, em vez de aplicar essas verbas para salvarem o planeta que lhes deu origem!…

RESPONDER

Homens mascarados invadiram metro e feriram 45 pessoas em Hong Kong. A polícia chegou demasiado tarde

Hong Kong passou uma noite de violência em que dezenas de homens mascarados invadiram uma estação de comboios. Os homens, suspeitos de pertencerem a gangues, envergavam t-shirts brancas e agrediram manifestantes pró-democracia e transeuntes da área …

Ex-banqueiro do Credit Suisse admite ter recebido milhões com esquema junto de empresas moçambicanas

Um ex-banqueiro do Credit Suisse admitiu ter recebido milhões de dólares no âmbito de um esquema que envolveu dois mil milhões de dólares (1.781 milhões de euros) em empréstimos a empresas estatais moçambicanas, noticiou a …

Já pode pedir o Passe Família (mas há muita burocracia)

As família da Área Metropolitana de Lisboa com três ou mais membros já podem pedir passes mais baratos. Por 60 ou 80 euros por mês, as famílias poderão viajar nos 18 concelhos da AML. Arrancam hoje …

Venezuela, BES e BCP lideram transferências para offshores (mas não se sabe para onde foi o dinheiro)

Entre os mais de 18.200 milhões de euros que saíram de Portugal para offshores, durante os três anos de apagão do Fisco, 60% foi enviado pela Petróleos da Venezuela (PDVSA), pelo BES pelo BCP. Mas …

O plano B de Costa com a ida "bastante provável" de Centeno para o FMI

O habitual espaço de comentário de Luís Marques Mendes na SIC ficou marcado pela ida "bastante provável" de Centeno para o FMI e pelo "sufoco dos incêndios" que nada mudou. Para Luís Marques Mendes, a ida …

Irão condenou à morte 17 alegados espiões da CIA

As autoridades iranianas garantiram esta segunda-feira que desmantelaram uma rede de espionagem norte-americana no país e que condenaram à morte 17 elementos dessa organização. A notícia está a ser avançada pela agência Fars que cita fontes …

Portugal é campeão da Europa de sub-20 em basquetebol

A seleção portuguesa de basquetebol de sub-20 sagrou-se, este domingo, campeã europeia da Divisão B depois de derrotar na final a República Checa por 73-58. Portugal sagrou-se campeão europeu da Divisão B de sub-20 em …

Universidades reclamam ao Governo 10 milhões de euros para compensar redução de propinas

As universidades portuguesas reclamam do Estado o pagamento de 10 milhões de euros, de um total de 50 milhões, até ao final do ano, avança a Rádio Renascença esta segunda-feira. Em causa está a compensação …

Proteção Civil vai gastar mais de 900 mil euros em SMS com avisos à população

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) vai gastar este ano mais de 900 mil euros na aquisição de serviços para o envio de “SMS em massa” de avisos à população. De acordo com …

CDS propõe regime de proteção do denunciante para combater corrupção

O CDS-PP vai propor, no seu programa eleitoral para as legislativas, um regime de proteção do denunciante para combater a corrupção, "pressentida pelos portugueses como um dos maiores problemas do país". Esta é a oitava medida …