Descoberta “superterra” a apenas 32 anos-luz da Terra

(dr) Gabriel Pérez, SMM (IAC)

Impressão de artista do exoplaneta GJ 536 b e da estrela GJ 536

Impressão de artista do exoplaneta GJ 536 b e da estrela GJ 536

Investigadores do Instituto de Astrofísica das Canárias e da Universidade de La Laguna, em Espanha descobriram uma “superterra”, GJ 536 b, em órbita de uma estrela próxima muito brilhante.

O estudo envolveu investigadores de vários países, e foi apresentado num artigo do estudante de doutoramento Alejandro Suárez Mascareño, do Instituto de Astrofísica das Canárias, que foi aceite para publicação na revista Astronomy & Astrophysics.

Este exoplaneta – o planeta que orbita a estrela GJ 536, cuja massa ronda as 5,4 massas terrestres, não está dentro da zona habitável da estrela.

Mas o seu curto período orbital de 8,7 dias e a luminosidade da sua estrela, uma anã vermelha bastante fria e próxima do Sol, a apenas 32,7 anos-luz da Terra, tornam-no num candidato atraente para uma investigação da sua composição atmosférica.

Durante esta pesquisa foi também descoberto um ciclo de atividade magnética, parecido com o do Sol, mas mais curto, 3 anos.

“Até agora, o único planeta que encontrámos foi GJ 536 b, mas continuamos a monitorizar a estrela para ver se descobrimos outros companheiros,” comenta Alejandro Suárez Mascareño.

“Os planetas rochosos são normalmente encontrados em grupos,” explica, “especialmente em redor de estrelas deste tipo, e estamos confiantes que podemos encontrar outros planetas em órbitas mais distantes da estrela, com períodos entre 100 dias até alguns anos”.

“Estamos a preparar um programa de monitoramento para trânsitos deste novo exoplaneta a fim de determinar o seu raio e densidade média”, diz o cientista.

“Este exoplaneta rochoso está a orbitar uma estrela muito mais pequena e fria que o Sol,” comenta Jonay Isaí González, um dos orientadores de Mascareño, “mas está suficientemente próxima e é suficientemente brilhante”.

“Também é observável nos hemisférios norte e sul, de modo que é muito interessante para espectrógrafos futuros de alta estabilidade e, em particular, para a possível deteção de outro planeta rochoso na zona habitável da estrela”, acrescenta González.

“Para detetar o planeta”, explicou Rafael Rebolo, o outro orientador da tese de Alejandro Suárez Mascareño, “tivemos que medir a velocidade da estrela com uma precisão na ordem de um metro por segundo”.

Aguarda-se agora que a equipa consiga encontrar mais algum planeta no sistema GJ 536 – quem sabe até, na sua zona habitável.

CCVALg

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “…a apenas 32,7 anos-luz da Terra…”, isto significa que iríamos demorar 32,7 anos a chegar a essa estrela se viajássemos à velocidade da luz… ou seja, as imagens (formadas por luz) que os cientistas recebem hoje, são imagens de há 32,7 anos atrás! E anda a nossa humanidade a investir tanto dinheiro em arranjar formas de “largar” o planeta terra que a própria destruiu, em vez de aplicar essas verbas para salvarem o planeta que lhes deu origem!…

RESPONDER

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …

IL quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

A Iniciativa Liberal apresentou, esta sexta-feira, duas propostas para reduzir o IVA da alimentação para crianças pequenas para 6% e para eliminar a limitação etária na dedução do IRS para famílias que tenham mais do …

Sintra comemora 25 anos como Património da UNESCO com mais de 200 eventos

O município de Sintra assinala os 25 anos da elevação a Património Mundial com a realização de mais de 200 eventos, nomeadamente uma exposição que reúne obras sobre o concelho desde a antiguidade à contemporaneidade. Sintra, …