Descoberta numa múmia um papiro com a cópia mais antiga de um evangelho

Craig Evans

Esta máscara de múmia poderá conter a mais antiga cópia de um evangelho

Cientistas canadianos encontraram a cópia mais antiga que se conhece de um evangelho num papiro, que foi reutilizado para criar a máscara de uma múmia egípcia, revelou à agência Efe um dos responsáveis pela descoberta.

Trata-se de um excerto do Evangelho de São Marcos, descoberto há três anos, e que, agora, um grupo de peritos da Universidade Acadia, no Canadá, reporta como o primeiro manuscrito do Novo Testamento da Bíblia.

Os cientistas acreditam que a sua origem remonta ao século I da era de Cristo, entre os anos 80 e 90 d.C. Até agora, as cópias mais antigas dos evangelhos datavam do século II d.C.

Segundo os investigadores, alguém terá inicialmente escrito um excerto do evangelho no papiro, e depois outras pessoas reciclaram o material, muito caro na época, para fazer a máscara funerária.

Segundo o especialista em estudos bíblicos Craig Evans, um dos responsáveis pela descoberta, este tipo de máscaras era usada pelas classes mais humildes.

craigaevans.com

O investigador canadiano Craig Evans, especialista em estudos bíblicos

O investigador canadiano Craig Evans, especialista em estudos bíblicos

O investigador explicou que São Marcos escreveu o seu evangelho “no final da década de 60, depois de Cristo”, e que, graças ao correio, que no Império Romano “circulava quase à mesma velocidade de agora”, foi possível “encontrar uma cópia no Egito, na década de 80”.

Uma carta escrita em Roma podia ser lida no Egito numas semanas“, sustentou.

Os especialistas acreditam que São Marcos escreveu o seu evangelho em Roma, onde se deslocou para acompanhar São Pedro.

Para obter a data dos papiros, os cientistas socorreram-se de uma técnica que permite desfazer a cola que une os papiros das máscaras sem estragar a tinta, para que os textos possam continuar a ser lidos com a mesma claridade.

No caso do trecho do Evangelho de São Marcos, as pistas foram dadas pelos fragmentos de papiro que formavam a máscara fúnebre, pelo seu desenho e decoração, assim como pelo estilo da escrita e pela datação do material com isótopo carbono-14.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas estão a atirar rochas vulcânicas para telhados (para provar que são perigosas)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Canterbury está a lançar rochas vulcânicas para telhados na Nova Zelândia na esperança de ajudar os habitantes de Auckland a entender os perigos vulcânicos. "Auckland localiza-se num campo vulcânico …

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve nos mapas durante um século

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve durante 100 anos em muito dos principais mapas do continente africano. Acabaria por ser um militar francês, que explorou o rio Níger, a acabar com este "fantasma da …

"Continua a pairar perigosamente". Relógio do Juízo final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo "Relógio do Juízo Final", que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite. O relógio, que é uma …

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …