Descoberta jóia misteriosa que pode reescrever a história da civilização Maia

Erik Jepsen/UC San Diego Publications

Arqueólogo Geoffrey Braswell com uma réplica do pendente de jade Maia.

Arqueólogo Geoffrey Braswell com uma réplica do pendente de jade Maia.

Uma equipa de arqueólogos norte-americanos descobriu um pendente de jade, que foi usado por um antigo Rei Maia, e que parece contar a história do início do fim desta civilização.

Encontrado em escavações em Nim Li Punit, no Belize, por uma equipa de arqueólogos liderada por Geoffrey Braswell, professor de antropologia da Universidade da Califórnia em São Diego, nos Estados Unidos, este grande pendente de jade talhado estava dentro de um túmulo, no interior de um palácio construído por volta do ano 400 D.C..

Descoberto entre vestígios de vasos cerâmicos e de um grande copo de pedra em forma de uma divindade, o pendente com 18,8 centímetros de largura e 10,4 de altura é “a segunda maior peça de jade Maia que já foi encontrada”, conforme explica a Universidade de San Diego (UCSD) num comunicado.

O túmulo onde estava enterrado data de 800 D.C., segundo os arqueólogos, ou seja, próximo do fim da civilização Maia em locais como o Belize e a Guatemala.

O pendente tem inscritos 30 hieróglifos que detalham todos os antepassados de quem possuiu a jóia e revela, nomeadamente, que terá sido usado pela primeira vez em 672 D.C., quando a região terá vivido uma mudança climática com uma grande seca.

Os arqueólogos acreditam, deste modo, que a jóia pode documentar o início do fim dos Maias e ajudar a “reescrever” a história desta civilização desaparecida, conforme notam no artigo científico publicado no jornal Ancient Mesoamerica da Universidade de Cambridge.

Geoffrey Braswell / UC San Diego Publications

Pendente de jade que pertenceu a Rei Maia tem 30 hieróglifos para desvendar.

Pendente de jade que pertenceu a Rei Maia tem 30 hieróglifos para desvendar.

Tributo ao deus do vento para mudar o clima

Os arqueólogos alegam que os Reis Maias usavam este tipo de pendentes durante cerimónias religiosas importantes para atrair as chuvas.

Este pendente de dimensão generosa tem a forma de T que “corresponde ao glifo Maia “ik“, que significa “vento e respiração” e indica que foi usado durante rituais para o deus mais importante, Huracán, o deus do vento“, explica a UCSD.

Jóias como esta eram habitualmente enterradas com o rei que as usou, mas os arqueólogos não encontraram vestígios humanos ao seu lado, o que indicia que pode ter sido enterrado com um fim determinado, designadamente como tributo especial ao deus do vento na expectativa de alterar o clima desfavorável.

“Uma teoria recente é de que as alterações climáticas causaram secas que levaram à falha generalizada da agricultura e ao colapso da civilização Maia”, nota Geoffrey Braswell, citado pela UCSD.

“A dedicatória deste túmulo, nesse tempo de crise, ao deus do vento, que traz as chuvas anuais, dá suporte a esta teoria e deve lembrar-nos a todos do perigo das alterações climáticas”, acrescenta o arqueólogo.

A tradução dos hieróglifos do pendente ainda não terminou e há muitas expectativas de que venham a ser descobertos novos dados surpreendentes sobre os Maias.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Chega "indica" Joana Marques Vidal para conselho de ética parlamentar

O Chega propôs na sexta-feira a criação de um conselho de ética parlamentar, presidido pela ex-procuradora-geral da República (PGR), Joana Marques Vida. Numa nota enviada à agência Lusa, o Chega justificou esta iniciativa pelo facto de …

Miranda do Corvo decreta três dias de luto municipal por morte de bombeiro

A Câmara de Mirando do Corvo decretou três dias de luto municipal em memória do bombeiro da corporação de voluntários da vila José Augusto Dias Fernandes, que morreu no sábado, durante o combate a um …

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …