Descoberta na costa do Japão nova espécie de baleia-bicuda

(cv) YouTube

Além de ser mais pequena, a Berardius minimus possui uma morfologia diferente, um bico mais curto e uma cor mais escura em comparação com as espécies Berardius já conhecidas.

Há vários anos que os pescadores de baleia japoneses falam de um tipo raro de baleia-bicuda, apelidando-a de Kurotsuchikujira. O pequeno tamanho deste cetáceo iludiu os investigadores mas, agora, uma nova investigação descobriu que este animal pode ser mesmo caracterizado como uma nova espécie, escreve o IFLScience.

As baleias-bicudas gostam de viver no oceano profundo e são especialmente evasivas, tornando-as uma das espécies de baleias mais difíceis de estudar. No Pacífico Norte e nas águas adjacentes, existem duas espécies de Berardius: a Berardius bairdii e agora a Berardius minimus, assim batizada pelo seu tamanho particularmente pequeno.

Os investigadores analisaram quatro exemplares já falecidos desta baleia: três da ilha de Hokkaido, no Japão, e uma da ilha de Unalaska, nos Estados Unidos. Todas “diferiam dos seus congéneres” na morfologia, osteologia e filogenia molecular.

Ilustração da Berardius minimus (em cima) e da Berardius bairdii (em baixo)

“Só de olhar para elas, podemos dizer que têm um tamanho corporal notavelmente menor, um corpo em forma de eixo, um bico mais curto e uma cor mais escura em comparação com as espécies Berardius já conhecidas”, disse Tadasu K. Yamada, curador emérito do Museu Nacional da Natureza e Ciência do Japão e um dos autores do estudo publicado, em agosto, na revista Scientific Reports.

Além de ser mais pequena — a B. minimus mede pouco mais de seis metros (em comparação com a B. bairdii, que mede cerca de dez) —, esta nova espécie também possui um bico distintamente mais curto e outras diferenças notáveis no crânio e na composição esquelética.

“Ainda há muitas coisas que não sabemos sobre a B. minimus. Ainda não sabemos como são as fêmeas adultas e ainda existem muitas questões relacionadas à distribuição desta espécie, por exemplo”, afirma outro dos autores do estudo, Takashi F. Matsuishi.

As baleias nesta parte do mundo também são chamadas de Karasu. Os investigadores não têm a certeza se as Karasu e as Kurotsuchikujira são da mesma espécie ou se são, na verdade, uma terceira e nova espécie.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Cara leitora,
      Lamentamos que a notícia lhe tenha causado sofrimento físico.
      Em português de Portugal, a forma “mais pequeno/a” está correcta.
      Aparentemente, no Brasil também.

      Mais pequeno” in Ciberdúvidas:
      Em Portugal, mais pequeno é, de facto, muito mais frequente que menor, embora ambas as formas sejam o comparativo de pequeno. Quanto ao Brasil, o Novo Dicionário Aurélio esclarece que mais pequeno em vez de menor é «corretíssimo» e de largo uso também.

    • Tá tirando que você não viu que a notícia é oriunda de um jornal português… Povo vem seco na fome de corrigir e acaba passando vergonha.

  1. Mais uma espécie para o Japão assassinar. Esse país é medonho, assassina milhares de baleias e golfinhos todos os anos. Miseráveis.

RESPONDER

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …

Biblioteca virtual no Minecraft dá voz a jornalistas censurados de todo o mundo

Enquanto governos de todo o mundo reprimem a liberdade jornalística e censuram a sua imprensa nacional, a Reporters Without Borders está a trabalhar para chegar ao público através de um canal improvável: uma enorme biblioteca …

Há mais 19 mortos em Portugal. Número de casos confirmados perto dos 6.000

Portugal registou, este domingo, mais 19 mortes devido ao surto de covid-19. O número de casos confirmados é de 5.962, mais 792 em relação aos números de sábado. A Direção-Geral de Saúde revelou este domingo o …

Criança de 14 anos morre com covid-19 no Hospital da Feira

Uma criança de 14 anos morreu, este domingo, no Hospital de São Sebastião, na Feira, vítima de covid-19. Sofria de psoríase, doença que pode debilitar o sistema imunitário. O rapaz era morador em Ovar e tinha …

A Estação Matternet é um "portal seguro de drones" para hospitais

O sistema é simples: a equipa médica do hospital coloca as amostras que precisam de ser testadas no interior da estação, e esta encarrega-se automaticamente de as colocar num drone. Depois, o topo da torre …

Espanha atinge recorde: Morreram 838 pessoas nas últimas 24 horas

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 838 mortos com o novo coronavírus, voltando a aumentar o número de falecidos num só dia e elevando o balanço total para 6.528, de acordo com a última atualização …