Descoberta bactéria que pode ajudar a criar uma vacina para o stress. Estava escondida na terra

wan mohd / Flickr

Cientistas isolaram um padrão molecular único que pode, um dia, permitir a criação de uma vacina para o stress. Este padrão estava escondida dentro de uma bactéria que vive na terra.

O Mycobacterium vaccae é uma bactéria não patogénica que vive no solo e tem-se mostrado bastante promissora na investigação da área da saúde. Agora, um novo estudo pode ter finalmente descoberto o porquê.

As descobertas sugerem que um tipo específico de gordura dentro de M. vaccae pode ser o motivo pelo qual a exposição a essa bactéria aparentemente benéfica em solo moído pode ser boa também para os humanos.

Este trabalho está ligado à ideia de “velhos amigos”, uma hipótese que afirma que os seres humanos co-evoluíram com vários microorganismos úteis e a perda desses laços no ambiente moderno levou a um aumento de doenças alérgicas e auto-imunes.

“A ideia é que, à medida que os seres humanos se mudaram das quintas e das explorações agrícolas ou de caçadores-coletores para as cidades, perdemos contacto com organismos que serviam para regular o nosso sistema imunológico e suprimir inflamações inapropriadas”, disse o neuroendocrinologista Christopher Lowry em comunicado.

Lowry tem estudado M. vaccae há anos, descobrindo num estudo de 2016 que injetar ratos com uma preparação morta pelo calor da bactéria impedia o surgimento de reações induzidas por stress nos animais.

Mas até agora, ninguém tinha certeza do que havia na M. vaccae que pudesse ser responsável por tais efeitos. “Uma das questões é, essencialmente, quais são os componentes críticos das bactérias que parecem beneficiar o hospedeiro?” explicou Lowry ao The Denver Post.

Neste novo estudo, publicado na revista Psychopharmacology, os investigadores isolaram e sintetizaram quimicamente um ácido gordo chamado ácido 10(Z)-hexadecenóico, que parece ser a forma como a bactéria pode reduzir a inflamação noutros animais.

A nível molecular, o lípido parece atuar ligando-se a recetores chamados recetores ativados por proliferadores de peroxissoma (PPAR). Ao fazê-lo, inibe as vias de inflamação – pelo menos, em células imunitárias de ratos. “Quando são absorvidos pelas células imunológicas, libertam esses lípidios que se ligam a esse recetor e bloqueiam a cascata inflamatória.”

Ainda é necessário muito trabalho para ver se o mesmo efeito poderia ser replicado em humanos. Se for possível, os investigadores dizem que a descoberta poderia ajudar a desenvolver uma “vacina contra o stress” para ajudar pessoas em profissões de alto stress que as colocam em risco de desenvolver transtorno de stress pós-traumático.

“Costumávamos pensar que as microbactérias não eram uma parte importante do microbioma humano”, disse o neuroendocrinologista. “O poder da natureza continua a surpreender-nos e estamos ansiosos para aprender mais.” Lowry é otimista, estimando que podem passar apenas 10 a 15 anos antes desse tratamento estar disponível.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. se calhar em vez da vacina, o melhor seria regressar às origens, mais paisagem, mais terra e menos betão e relógio.

    e menos ou nenhuns fakebooks e afins.

RESPONDER

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …

Islândia quer tornar-se um refúgio para o teletrabalho. Mas não é para todos

A Islândia fez uma série de alterações no seu programa de vistos de trabalho remoto para cidadãos foram do espaço Schengen, tendo como objetivo tornar-se num destino atraente para os trabalhadores que procuram escapar dos …

Hospitais britânicos preparam-se para receber vacina Pfizer a 7 de dezembro

Os hospitais britânicos foram instruídos a estarem preparados para receber a vacina contra a covid-19 em menos de 10 dias. As equipas dos hospitais públicos do Reino Unido devem ter as equipas preparadas para começar a …