Desastres naturais obedecem a um padrão matemático

Roberto Salomone / EPA

Foi realizada a análise estatística mais precisa até hoje de um conjunto de fenómenos naturais que podem causar desastres. A análise revelou que estas catástrofes obedecem aos mesmos padrões matemáticos.

Uma equipa de investigadores do Departamento de Matemática da Universidade Autónoma de Barcelona, em Espanha, analisaram os registos de milhares de terramotos, furacões, incêndios florestais, impactos de meteoritos na atmosfera, chuvas torrenciais e subsidência do solo devido a fenómenos cársticos – em que a água subterrânea dissolve o solo.

Os cientistas conseguiram descrever com a mesma técnica matemática as funções que relacionam a frequência destes fenómenos com o valor da sua magnitude ou tamanho.

Segundo a Europa Press, a grande maioria deles segue a chamada lei da potência, segundo a qual os eventos são mais abundantes quanto menores forem, sem qualquer definição de tamanho “normal” ou típico.

No entanto, a frequência de fenómenos como incêndios florestais segue outra distribuição matemática – distribuição lognormal – independentemente de serem pequenos episódios ou incêndios devastadores, que queimam centenas de milhares de hectares.

Esta investigação tornou possível especificar de que forma estas funções são ajustadas em cada caso, e se são válidas ou não para casos limítrofes – por exemplo, eventos de magnitude extremamente grande. “Graças a este estudo, as estimativas de risco de eventos catastróficos em diferentes áreas do mundo podem ser melhoradas, de acordo com o registo histórico de cada região”, explicou o cientista Álvaro Corral.

Os cientistas ficaram surpreendidos com o facto de fenómenos naturais tão diversos obedecerem à distribuição da lei da potência. “Há suspeitas de que isso acontece sempre que um determinado fenómeno ocorre após um comportamento ‘em avalanche, libertando rapidamente energia que se acumulou ao longo do tempo, mas ainda há muito por investigar”, adiantou o especialista.

Os incêndios florestais, por exemplo, seriam uma exceção à regra, uma vez que também podem ser descritos como “avalanches” de libertação súbita de energia que se acumularam na forma de biomassa.

“Não sabemos porque é que alguns fenómenos ‘em avalanche‘ seguem a distribuição lognormal e, na verdade, esta descoberta contradiz pesquisas anteriores. São necessários modelos físicos mais avançados para explicar as magnitudes que atingem esses processos”, disseram os autores do estudo, publicado recentemente na Earth and Space Science.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes modelos energia X frequência não serve para predizer quando um desses desastres naturais irão acontecer. Apenas modelos matemáticos sofisticados + uma grande quantidade de dados + um excelente algorítmo de ajuste de parâmetros têm UTILIDADE.

RESPONDER

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …