Depois do Zaman, Governo turco assume gestão de agência noticiosa

BrookingsInst / Flickr

Recep Tayyip Erdogan, Primeiro-ministro turco e candidato à Presidência

Governo volta a ganhar controlo sobre um meio de comunicação turco, desta vez através da agência de noticias do mesmo grupo do jornal Zaman.

Depois de no fim-de-semana terem colocado o jornal de maior circulação no país, o Zaman, sob o controlo do Governo turco, o mesmo acontece agora com a agência de notícias do mesmo grupo.

Segundo o The Guardian, as autoridades turcas alargaram esta terça-feira o controlo sobre a a agência Cihan, no mesmo dia em que a cimeira UE-Turquia chega finalmente a uma conclusão.

A agência informou no seu site que um tribunal de Istambul decidiu que, tal como aconteceu com o jornal, também um administrador público vai assumir funções.

Este é mais um ataque do Governo turco à liberdade de imprensa no país, uma atitude que está a ser fortemente contestada por todos os outros países europeus.

Durante o fim-de-semana, o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, prometeu abordar a questão durante a cimeira com o primeiro-ministro turco.

“A UE tem sublinhado constantemente que a Turquia, enquanto país candidato, deve respeitar e promover elevados padrões e práticas democráticas, entre os quais a liberdade dos media”, referiu, na altura, um comunicado do serviço diplomático da União Europeia.

Segundo o jornal Público, a chanceler alemã Angela Merkel assegurou, à saída de Bruxelas, que 28 Estados-membros manifestaram o seu apoio inequívoco à liberdade de imprensa.

O primeiro-ministro Ahmet Davotuglu respondeu que “a liberdade de imprensa é um valor base também na Turquia” e insistiu que o controlo estatal do Zaman resulta apenas de um processo “unicamente judicial”.

Desde que o Governo turco se apropriou do Zaman que o jornal mudou rapidamente a sua linha editorial, passando a dar destaque a notícias que o beneficiam.

A edição de domingo, a primeira depois de estar sob o controlo do Estado, mostrava uma imagem do presidente Erdogan acompanhada por um artigo sobre uma nova ponte que está perto de estar concluída.

O grupo do jornal Zaman e da agência Cihan está fortemente ligada ao clérigo Fettullah Gülen, um antigo aliado do presidente turco que agora é acusado de uma tentativa de golpe de Estado.

Gülen vive atualmente exilado nos Estados Unidos e é considerado o fundador do Hizmet, um movimento considerado “terrorista” pelo Governo.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E é este país muçulmano que quer fazer parte da UE? Não, nunca, os Turcos estao a fazer chantagem sobre a Europa com os refugiados. Em relação ao dinheiro, é para ir parar aos bolsos do presidente e do filho. Mas o que e que os Turcos tem de Europeus? Uma nesga muito pequenina de território, na parte Europeia, porque o resto e tudo médio oriente. Espero que haja países na UE a dizerem não.

RESPONDER

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …