Queriam definir cidade à francesa, mas Marcelo não concordou e fez-se ouvir na Academia

PSD / Flickr

Marcelo Rebelo de Sousa

A Academia Francesa apresentou, esta quinta-feira, ao Presidente português a nova definição da palavra cidade, mas Marcelo não esteve inteiramente de acordo, causando, segundo o próprio, um dos debates mais intensos dos mais de 350 anos desta instituição gaulesa.

“Foi fascinante e, se não fosse haver limite de tempo, penso que teríamos ficado a discutir com pessoas com muitas formações, muito inteligentes e com cultura inimitável […] Houve 19 chefes de Estado [convidados] em 350 anos, sei que tem havido debate, mas parece que nunca houve um debate, não direi polémico, mas tão intenso como desta vez”, disse Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas.

O Presidente da República esteve na tarde de quinta-feira na Academia Francesa onde pronunciou um discurso sobre a relação entre a língua francesa e portuguesa, mas também lhe foi apresentada a nova definição da palavra ‘ville’, cidade em português, na qual Coimbra vai passar a constar como exemplo de cidade universitária.

Após a apresentação da nova definição seguiu-se um debate entre o Presidente e os membros da Academia. Desde logo, o Presidente fez alguns reparos à definição da Academia, que considerou muito “material”.

“Eu questionei o etecetera, numa definição não há etecetera. Questionei também o facto de haver várias dimensões de cidades, mas sobretudo, o grande problema que levantei é que era uma definição não humana. A alma de uma cidade está nas pessoas que vivem e trabalham na cidade”, contou aos jornalistas.

Seguiu-se, segundo o Presidente, “um debate interessantíssimo”. Marcelo Rebelo de Sousa adiantou ainda que na definição francesa da palavra cidade vai passar a constar Coimbra como o exemplo de uma cidade universitária.

A Academia francesa foi criada em 1635 pelo Cardeal Richelieu e ao longo dos séculos uma das suas principais funções foi e continua a ser a organização do dicionário de francês que vai atualmente na sua nona edição — até agora estão concluídos os trabalhos até à letra S.

Os 40 membros da Academia francesa – também apelidados de imortais, não pela distinção em si, mas por se considerar que a missão de transmitir a língua é imortal e por serem eleitos para a vida – reúnem uma vez por semana e ocasionalmente recebem figuras externas à Academia para enriquecer as suas discussões.

“Há uma tradição de convidar chefes de Estado estrangeiros para virem à Academia, especialmente os que conhecem a língua francesa e que têm laços com a cultura, e é esse o caso. O Presidente da Republica é perfeitamente francófono e interessa-se pela cultura francesa”, indicou o escritor Amin Maalouf, que integra a Academia. Outro chefe de Estado português a visitar a Academia foi Mário Soares.

O Presidente visitou a Academia, assim como as suas bibliotecas, onde estão guardados também tesouros portugueses, como uma das edições de livros de Manuel Lopes Ferreira, de 1692, ou obras de Garcia de Orta de 1563. Algumas destas obras já eram conhecidas do Presidente, que se confessou um amante de livros, e ficou impressionado pelo seu estado de conservação.

A Academia distinguiu Marcelo Rebelo de Sousa com a Medalha de Ouro e o Presidente atribuiu à Academia o grau de membro honorário da Ordem de Santiago de Espada.

O primeiro dicionário editado de francês foi editado pela Academia em 1694 e a última versão completa, a oitava, foi terminada em 1935 contendo cerca de 35 mil palavras.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É bom ter um Chefe de Estado culto. Tem feito falta a alguns países grandes pois que a atual chefia os amesquinha e diminui. Mas podíamos ter um ignorante qualquer e este risco é um dos piores defeitos do regime republicano.

    • Exactamente, os Norte Americanos por exemplo têm o infortúnio de ter um ser inculto, incompetente e acéfalo como presidente da republica!
      E é evidente a vergonha alheia que muitos Norte Americanos têm quando se vêem representados publicamente por esse energumeno!

RESPONDER

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …

Canal Panda e jogar sem medo. A receita de Lage para vencer os russos do Zenit

O Benfica joga esta terça-feira com o Zenit de São Petersburgo, na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Os encarnados precisam de vencer por dois (ou mais) golos para garantir …

Polícia de Hong Kong desativa bombas artesanais escondidas em escola

As autoridades de Hong Kong desativaram duas bombas artesanais numa escola esta terça-feira. Os engenhos foram descobertos por um guarda e desconhece-se se estão associados à crise política que se vive no país. A líder de …

Tancos. Carlos Alexandre quer ouvir António Costa presencialmente

O juiz Carlos Alexandre quer ouvir o primeiro-ministro, António Costa, presencialmente durante a fase de instrução do processo de Tancos, recusando assim que o seu testemunho seja feito apenas por escrito. De acordo com a …

Orçamento de 2020 sem verba para pré-reformas na Função Pública

Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e Administração Pública, esclareceu que a proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano não deverá reservar qualquer verba para financiar pré-reformas na função pública. Segundo o Diário …