DECO e ASAE em guerra por causa da carne picada

A DECO reiterou nesta quarta-feira que a utilização de sulfitos na carne picada é “proibida por lei”, numa reação ao esclarecimento da ASAE de que estes conservantes podem ser utilizados nos preparados de carne, como hambúrgueres e almôndegas.

A associação de defesa do consumidor (DECO) divulgou, na terça-feira, um estudo que analisou amostras de carne picada vendida em 26 talhos de rua, de mercados e de hipermercados, tendo chumbado todos na conservação, higiene e temperatura de venda da carne de vaca picada a granel, com 23 a adicionarem ao preparado sulfitos, aditivos proibidos por lei.

Em reação às conclusões do estudo, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) afirmou, relativamente às questões de irregularidades ao nível dos limites de sulfitos detetados, que se “trata de aditivos alimentares aprovados como conservantes que podem ser utilizados em variadíssimos géneros alimentícios, como por exemplo, nos preparados de carne (almondegas, hambúrgueres, etc)”.

“No caso em apreço, importa confirmar se as amostras colhidas pela DECO e analisadas foram efetivamente amostras de carne picada (…) ou se foram colhidas amostras de preparados de carne, mas que estaria à venda sob a denominação de carne picada”, sublinhou a ASAE num comunicado enviado à Lusa.

Para a DECO, a ASAE “lançou uma injustificável confusão sobre o objeto” do estudo, que foi apenas a carne picada à venda nos talhos que visitou.

“Nunca, em nenhuma das nossas comunicações, referimos preparados de carne picada”, adianta a associação numa nota enviada hoje à Lusa, observando que o estudo refere que “há que distinguir entre carne picada e preparados de carne picada, que não integraram a nossa investigação, aos quais se adicionam vários ingredientes”.

A DECO frisou que mantém o que afirmou: “a utilização deste conservante é proibida por lei na carne picada”, considerando que, neste ponto, a ASAE “não contribuiu para o esclarecimento dos consumidores”.

A ASAE considerou também que as metodologias implementadas nas amostras recolhidas pela DECO “carecem de informação clara e científica, informação relativamente ao método de colheita de amostras utilizado, método de ensaio analítico (se está ou não acreditado)” e que a amostragem realizada (0,4% do total de estabelecimentos de comércio a retalho de carne “é claramente insuficiente, tendo em consideração o universo em causa”.

Em resposta, a DECO disse que “a ASAE conhece perfeitamente” os seus métodos e “sabe que em todos os testes, com todos os produtos”, a associação recorrem sempre, “sem exceção, a laboratórios credenciados”.

Tendo em conta “a coincidência dos problemas encontrados”, a DECO reitera o pedido, enviado ao Ministério da Agricultura, de “interdição da venda de carne previamente picada”.

Diz ainda valorizar “o papel que a ASAE pode ter em todo este processo e a importância de uma fiscalização visível e dotada dos meios necessários”.

“Continuamos disponíveis para colaborar com a ASAE, numa frente comum na defesa da segurança alimentar dos consumidores portugueses”, salienta.

A ASAE adiantou que efetua o controlo de sulfitos em carnes, quer na carne picada quer nos preparados de carne, tendo colhido, em 2014, só na região da grande Lisboa, 42 amostras de carne, não tendo sido detetado qualquer resultado não conforme.

Em 2014, a ASAE fiscalizou 676 talhos, tendo apreendido carne e produtos cárneos diversos no valor que ascende aos 660 000 euros.

Relativamente a carne picada, foram apreendidos 70 quilos no valor de cerca de 325 euros.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A ASAE não encontra problemas porque é corrupta. Há várias empresas de “higiene” que a única coisa que fazem é avisar quando a ASAE vai visitar os seus clientes. E há várias inspeções da ASAE a grandes superfícies que se resumem a ir buscar um envelope ao escritório do gerente.

RESPONDER

Japoneses vão ficar a trabalhar em casa durante os Jogos Olímpicos

https://vimeo.com/348655021 Centenas de milhares de funcionários em Tóquio vão trabalhar em casa durante duas semanas como parte de um teste de medidas destinadas a reduzir o congestionamento durante os Jogos Olímpicos do próximo ano. Com mais de …

Ministério Público acusa Groundforce de discriminação com prémios de 2017

O Ministério Público avançou com uma acusação contra a Groundforce por ter discriminado mais de 200 trabalhadores na atribuição de prémios em 2017. Segundo o Diário de Notícias, o Ministério Público (MP) acusa a Groundforce de …

Londres chumba construção de "Tulipa" com 300 metros

Os planos para construir um arranha-céus de 300 metros apelidado de "Tulipa" na cidade de Londres, perto do Tamisa, foram chumbados pelo presidente da capital, Sadiq Khan. O edifício, projetado pela prática arquitetónica de Norman Foster, …

Coreia do Norte importou milhões de dólares em bens de luxo apesar da proibição da ONU

A Coreia do Norte não pode importar bens de luxo. Mas um relatório da C4ADS - organização sem fins lucrativos que analisa conflitos e transações mundiais - concluiu que o país importou pelo menos 191 …

Texto base do inquérito à CGD aprovado. Indícios de gestão danosa ficam de fora

O Parlamento aprovou esta quarta-feira por unanimidade o projeto base do relatório da II comissão parlamentar de inquérito à recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e atos de gestão, noticia o jornal Eco. Tal como …

Alemanha aprova multas até 2.500 euros para pais que não vacinem filhos contra sarampo

A decisão aprovada, esta quarta-feira, estabelece que as multas poderão chegar aos 2.500 euros e também determina a exclusão de crianças não vacinadas do direito às creches. O conselho de ministros da Alemanha aprovou, esta quarta-feira, multas …

Demissão no PS Guarda após chumbo da lista liderada pela candidata de Costa

O presidente da Federação Socialista da Guarda, Pedro Fonseca, anunciou que vai demitir-se do cargo depois de a lista de candidatos às eleições legislativas, liderada por Ana Mendes Godinho, que foi apontada por António Costa, …

EDP não quer construir barragem do Fridão porque "é um péssimo negócio", diz Matos Fernandes

O ministro do Ambiente e Transição Energética reiterou esta terça-feira que o Governo não vai devolver dinheiro à EDP, que estava destinado à construção da barragem de Fridão, referindo que foi a empresa a desistir …

Estado vai ajudar restaurantes e hotéis a pagarem cinzeiros

Os estabelecimentos comerciais que ficam obrigados a disponibilizarem cinzeiros para cumprir a Lei das Beatas que foi aprovada, podem candidatar-se a fundos públicos para financiarem a colocação destes objectos. A Lei das Beatas, que prevê multas …

Meninas paquistanesas unidas pelo crânio foram separadas com sucesso em Londres

Duas meninas paquistanesas, que nasceram unidas pela cabeça num caso raro de siamesas, foram separadas com sucesso num hospital de Londres e já tiveram alta. Nascidas em janeiro de 2017, na cidade de Charsadda, no centro …