Decifrada inscrição em pedra com 3200 anos (que se calhar nunca existiu)

troiaresort.pt

Ruínas romanas de Tróia

Dois especialistas em arqueologia conseguiram decifrar misteriosa inscrição, registada numa língua antiga numa pedra com 3.200 anos. A mensagem relata episódios da vida de um Príncipe de Tróia e descreve o que podem ser os misteriosos Povos do Mar.

A inscrição foi analisada a partir de cópias de uma impressão original em papel, uma vez que a pedra, com 3.200 anos e 29 metros de comprimento, não existe – e há até quem suspeite de que nunca existiu.

Certo é que o geo-arqueólogo Eberhard Zangger e o académico Fred Woudhuizen estudaram a inscrição, escrita numa língua antiga, chamada Luvita ou Lúvio, que muito poucos especialistas linguísticos conseguem entender.

Após a sua análise, cujos resultados só vão ser publicados em Dezembro, mas que são antecipados pelo Live Science, os investigadores concluíram que a inscrição revela que um reino chamado Mira controlou Tróia, há 3.200 anos, e que o Príncipe troiano Muksus liderou o seu exército numa série de campanhas militares.

A confirmar-se a veracidade da inscrição, a revelação do seu conteúdo pode ajudar a perceber como é que os povos daquele período, muitas vezes denominados Povos do Mar, destruíram cidades e civilizações por todo o Médio Oriente. O Reino de Mira, situado na região onde actualmente se encontra a Turquia, terá acolhido alguns destes Povos do Mar.

Luwian Studies

Inscrição na Língua antiga Luvita sobre Troia e os Povos do Mar.

Dúvidas quanto à autenticidade da inscrição

Eberhard Zangger e Fred Woudhuizen analisaram a inscrição a partir de cópias feitas de um documento encontrado entre o património do famoso arqueólogo James Mellaart, que morreu em 2012.

As notas de Mellaart, que acompanhavam o registo da inscrição em papel, revelam que esta tinha sido copiada, em primeira mão, em 1878, pelo arqueólogo Georges Perrot, perto da localidade de Beyköy, na Turquia, e que, depois disso, a pedra foi usada para construir uma mesquita.

O académico Bahadır Alkım, falecido em 1981, terá copiado a cópia de Perrot, e Mellaart, por seu turno, copiou a cópia de Alkım. E foi este terceiro registo da inscrição que foi analisado pelos investigadores.

Este novelo intrincado de cópias leva alguns estudiosos a levantar a possibilidade de se tratar de uma falsificação moderna, até porque Mellaart era conhecido por, em algumas circunstâncias, “imaginar provas” para confirmar as suas descobertas arqueológicas.

Mas Zangger e Woudhuizen acreditam que não seria possível criar uma falsificação deste tipo, até porque nem Perrot nem Mellaart conseguiam ler nem escrever em Luvita.

Ascensão do Reino de Mira e dos Povos do Mar

Segundo a leitura que os dois investigadores fizeram da inscrição, esta descreve a ascensão de um poderoso reino chamado Mira que lançou campanhas militares, lideradas pelo Príncipe de Tróia Muksus, por vários locais do Médio Oriente, destruindo vários reinos, incluindo o Império Hitita.

A mensagem menciona em particular uma expedição naval que conseguiu conquistar Ashkelon, localizada onde hoje se situa Israel, e onde Muksus ordenou a construção de uma fortaleza.

A inscrição fala também da forma como o Rei Kupantakuruntas, que terá governado Mira, chegou ao trono após a morte do seu pai, o Rei Mashuittas. Este terá tomado o controlo de Tróia depois de derrotar o Rei troiano Walmus. Mashuittas terá, então, permitido a Walmus manter o trono em troca da lealdade para com Mira.

Quando Kupantakuruntas chegou ao trono, tomou o controle de Tróia e, diz a inscrição, passou a apresentar-se como o “guardião de Tróia”.

SV, ZAP // Live Science

PARTILHAR

RESPONDER

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …

Ramalho Eanes defende que Otelo "tem direito a lugar de proeminência" na História

O ex-presidente da República Ramalho Eanes defendeu esta segunda-feira que Otelo Saraiva de Carvalho, falecido no domingo, tem direito a um "lugar de proeminência histórica", apesar "da autoria" do que considerou "desvios políticos perversos, de …

Hidilyn Diaz dá primeira medalha de ouro de sempre às Filipinas

A filipina Hidilyn Diaz deu esta segunda-feira a primeira medalha de ouro de sempre ao seu país em Jogos Olímpicos, ao conquistar a categoria de -55 kg de halterofilismo em Tóquio2020. Depois de ter sido segunda …

Londres e Paris assinam acordo de segurança marítima para o Canal da Mancha

Os governos britânico e francês assinaram esta segunda-feira um tratado de cooperação em segurança marítima em caso de ameaças, como ataques a navios que operam no Canal da Mancha. O Governo do Reino Unido explicou, em …

Estudantes ingleses deverão estar vacinados contra a covid-19 para assistir a aulas nas universidades

Governo britânico estará a considerar a obrigatoriedade de apresentação de certificado de vacinação contra a covid-19 nas salas de aula, auditórios e residências das universidades, não estando previstas na medida alternativas como um teste negativo …

Mali. Morreu o homem suspeito de tentar matar Presidente interino

O governo do Mali anunciou a morte do homem acusado de tentativa de homicídio do Presidente de transição do Mali, coronel Assimi Goita, sob detenção dos serviços de segurança malianos. "Durante as investigações, o estado …