O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo para a paz mundial.

O Instituto de Economia e Paz estima que, em 2019, o impacto da violência e do conflito na economia global foi de 14,4 biliões de dólares. Isto é um custo de cerca de 5 dólares por dia para cada pessoa no planeta.

Os números ganham outra grandeza quando temos em consideração que 689 milhões de pessoas — mais de 9% da população mundial — vivem com menos de 1,90 dólares por dia, segundo dados do Banco Mundial.

Mais de 10% do PIB mundial está a ser gasto para conter, prevenir e lidar com as consequências da violência, escreve o Big Think. Os dez países mais afetados do mundo estão a gastar até 59% do seu PIB com os efeitos da violência.

“Pôr um preço na paz e na violência ajuda-nos a ver os valores desproporcionalmente altos gastos na criação e contenção de atos violentos em comparação com o que é gasto na construção de sociedades resilientes, produtivas e pacíficas”, explica o fundador do IEP, Steve Killelea.

O rumo das coisas parece, no entanto, estar a seguir um bom caminho. O impacto económico da violência diminuiu em 2019 pelo segundo ano consecutivo. Isto é resultado de o mundo estar a ficar mais pacífico. Ainda assim, em algumas zonas do mundo — como na América Central e nas Caraíbas — o custo da violência aumentou.

Síria, Afeganistão e Sudão do Sul foram as nações mais afetadas pela guerra e pela violência.

O relatório do IEP, intitulado “The Economic Value of Peace 2021, faz uma associação direta entre paz e prosperidade. Desde 2000, os países que se tornaram mais pacíficos tiveram um crescimento médio do PIB mais alto do que aqueles que se tornaram mais violentos, dita o relatório.

Até a mais pequena melhoria na paz mundial pode ter um efeito gigante. “Por exemplo, uma redução de 2% no impacto global da violência é aproximadamente equivalente a toda a ajuda internacional para o desenvolvimento em 2019″, escreve o Instituto de Economia e Paz.

Os regimes autoritários perderam, em média, 11% do PIB para os custos da violência, enquanto nas democracias, o custo foi de apenas 4% do PIB.

O relatório usa 18 indicadores económicos para avaliar o custo da violência. Os três principais são gastos militares, o custo da segurança interna e homicídio.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pessoas sem-abrigo vão poder indicar autarquias como morada

Os portugueses sem endereço postal físico vão poder indicar a morada de uma autarquia, de um serviço local da Segurança Social ou de uma associação da sociedade civil sem fins lucrativos quando fazem o cartão …

Marcelo sobre festejos do Sporting: "Quem deve prevenir não conseguiu prevenir"

O Presidente da República defendeu, esta quarta-feira, que "quem deve prevenir" aglomerados de pessoas como os dos festejos do Sporting, em Lisboa, "não conseguiu prevenir", esperando que tal "não tenha custos" para a saúde pública …

Em 2040, reformas vão cair para metade em Portugal

A Comissão Europeia prevê que, até 2040, os pensionistas passem a viver com pouco mais de metade do salário que tinham. Discrepância entre os últimos rendimentos do trabalho e a pensões de reforma dos portugueses …

Bruxelas piora previsões para défice português, mas melhora as do desemprego

A Comissão Europeia piorou hoje em duas décimas as previsões para o défice português, esperando um saldo negativo das contas públicas de 4,7% este ano. Contudo, melhorou as da dívida pública em três pontos percentuais, …

Barcelona empata com o Levante e "despede-se" do título espanhol

O FC Barcelona deu hoje um gigante passo atrás na corrida ao título espanhol de futebol, ao empatar 3-3 no reduto do Levante, depois de estar a ganhar por 2-0 e 3-2, em encontro da …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: 11.05.2021

Festa verde e assunto encerrado. Sporting quebra jejum de 19 anos e volta a celebrar a conquista de um título de campeão nacional. O novo desafio de Mourinho. As finais da Champions e Liga Europa. …

Certificado covid-19. Preço para os testes na UE gera discórdia

O Certificado Verde Digital, proposto pela Comissão, deverá passar a chamar-se Certificado Covid19 da UE, admitiu a presidência portuguesa da União Europeia. Os eurodeputados querem testes gratuitos para quem viaja, mas essa proposta esbarra nos …

Paulo Fonseca em negociações com o Lyon

O ainda treinador da AS Roma, que vai ser substituído por José Mourinho na próxima temporada, já estará em negociações com o Lyon. Segundo o jornal Record, Paulo Fonseca não só figura na lista de prioridades …

"Incongruente" e "inadequada". Antigos militares criticam reforma das Forças Armadas

Antigos militares consideram que o melhor seria suspender a proposta do Governo que admitem que "nem em tempo de guerra tem lugar". Um grupo de antigos militares GREI - Grupo de Reflexão Estratégica Independente - sugere …

Manchester City conquista título no sofá e com costela portuguesa. É o terceiro em quatro anos

O Manchester City garantiu esta terça-feira a conquista do seu sétimo título de campeão inglês de futebol, e terceiro em quatro anos, face ao desaire do Manchester United na receção ao Leicester (1-2), na 36.ª …