Curiosity encontrou sal dos últimos lagos de Marte

NASA/JPL-Caltech

Quando os lagos na Terra secam, ficam salgados. Sabendo isto, fará sentido que o mesmo poderá ter acontecido em Marte. Agora, a sonda Curiosity confirmou essa teoria.

O rover Curiosity Mars encontrou alguns dos sais deixados para trás, um registo da última vez que a vida poderá ter florescido, em vez de apenas ter sobrevivido, em Marte.

A cratera Gale, que o Curiosity está a explorar, foi escolhida em parte porque oferece a oportunidade de estudar rochas sedimentares de diferentes idades em camadas umas em cima das outras. Um artigo publicado este mês na revista especializada Nature Geoscience relata que, entre esses, foram encontrados depósitos intermitentes que continham argila com entre 30 e 50% de sulfato de cálcio.

Todas estas rochas datam do período hesperiano, tendo, assim, entre 3,3 e 3,7 mil milhões de anos. Da mesma forma, depósitos ricos não foram encontrados nas rochas mais antigas da cratera.

William Rapin, do Instituto de Tecnologia da Califórnia e co-autores atribuem a presença desses sais à infiltração de rochas nas águas do lago longínquo da cratera, quando estava muito salgado. Rochas mais antigas também foram expostas às águas do lago mas, na época, eram muito menos salgadas. As rochas mais jovem nunca conheceram o toque da água, embora ainda seja possível que o Curiosity encontre alguns exemplos mais recentes.

Como um lago deserto na Terra, as águas da cratera Gale evaporaram, deixando um resíduo cada vez mais salgado. Porém, em Marte, parece que este foi um processo intermitente que durou 400 milhões de anos.

Mesmo sem água, as rochas foram desgastadas durante um longo período de tempo desde então e as porções enriquecidas com sulfato de cálcio são mais resistentes à erosão, levando a versões em miniatura das formações vistas em lugares como Monument Valley, onde rochas mais duras se projetam acima do terreno.

No meio dos 150 metros de estratos enriquecidos com sulfato de cálcio, o Curiosity encontrou uma inclinação de 10 metros com entre 26 e 36% de sulfato de magnésio, mas pouco cálcio. O sulfato de cálcio é menos solúvel que o sulfato de magnésio e os autores pensam que precipitou primeiro, com sais mais solúveis depositados na etapa final de seca.

Rapin et al. / Nature Geoscience

“As nossas descobertas não comprometem a busca por vida na cratera Gale. Sabe-se que lagos hipersalinos ricos em sulfato de magnésio terrestre acomodam biota halotolerante e a cristalização de sais de sulfato também pode ajudar na preservação de biomarcadores”, observa o artigo, citado pelo IFLScience.

A cratera Gale não é única em ter sais como estes. Ainda hoje são observadas explosões ocasionais de água salgada. Os orbitais marcianos detetaram os espectros de depósitos de sulfato depositados em grande parte de Marte enquanto o planeta secava.

No entanto, é a primeira vez que um veículo espacial consegue passar os seus instrumentos sobre esse material. Além disso, as explosões intermitentes de sais de sulfato que a Curiosity encontrou demonstram que a cratera Gale passou por várias rodadas de seca, com períodos de chuvas no meio, em vez de uma única grande seca que nunca terminou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Médicos, enfermeiros e professores lamentam recondução de ministros

Médicos, enfermeiros e professores lamentaram a recondução de ministros na pasta da Saúde, Educação e das Finanças, reagindo assim à constituição do novo Governo entregue em Belém pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. O secretário-geral do …

"Batalha campal" assola a Catalunha: 40 mil pessoas nas ruas, 50 detidos e mais de 100 feridos

Pelo menos 51 pessoas foram detidas e 70 polícias ficaram feridos desde o início dos atos de violência que começaram na segunda-feira na região espanhola da Catalunha após a sentença que condenou políticos separatistas catalães …

Kristalina Georgieva exige maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional exigiu esta terça-feira, nos Encontros Anuais, uma maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho, dizendo que quando um país ignora "parte das suas capacidades" enfraquece o desempenho económico. Kristalina …

Cientistas nazis criaram um pesticida alternativo ao DDT (que até era melhor)

Cientistas nazis criaram uma alternativa ao inseticida DDT, que alegadamente seria menos tóxica para os mamíferos e de ação mais rápida. A sua produção viria a terminar abruptamente por intervenção das forças Aliadas. O DDT é …

Operação Rota do Cabo leva à detenção de 22 pessoas

A Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL) anunciou hoje a detenção de 22 pessoas no âmbito a operação Rota do Cabo, efetuada para desmantelar uma alegada rede criminosa de auxílio à imigração ilegal. Em comunicado, a PGDL …

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …