Cruz de prata anglo-saxónica com mil anos terá pertencido a uma “família aristocrática”

Uma cruz de prata anglo-saxónica com mil anos, parte da Galloway Hoard, foi descoberta na Escócia e, tendo em conta a sua qualidade, pode ter pertencido a um clérigo de alto nível ou até mesmo a um rei.

Era um objeto de aparência lamentável quando foi descoberto, em 2014, num campo arado no oeste da Escócia, como parte da Galloway Hoard – a coleção mais valiosa de objetos raros e únicos da era Viking encontrados na Grã-Bretanha e Irlanda e adquirida pelos Museus Nacionais da Escócia em 2017.

No entanto, a sua decoração folheada a ouro era visível através do exterior sujo, relata o jornal britânico The Guardian.

Stewart Attwood / National Museums Scotland

Cruz anglo-saxónica, parte do Galloway Hoard

A cruz de braços iguais, criada em metal anglo-saxão por um ourives de notável habilidade e talento artístico, foi agora revelada e os seus quatro braços mostram os símbolos dos quatro evangelistas a quem a tradição atribui os evangelhos do Novo Testamento: São Mateus (homem), Marcos (leão), Lucas (vaca) e João (águia).

Martin Goldberg, curador principal das coleções medievais e Viking dos museus nacionais escoceses, disse ao Observer: “É simplesmente espetacular. Na verdade, não existe nada parecido. O que se deve, em parte, ao período ontem tem origem.”

“É uma sobrevivência única da metalurgia eclesiástica anglo-saxónica de um período em que – em parte, graças aos ataques vikings – tanto foi perdido“, disse Leslie Webster, do British Museum.

“Imaginamos que muitos tesouros eclesiásticos foram roubados de mosteiros – é isso que o registo histórico da era Viking nos descreve. E este é um dos sobreviventes. A qualidade do acabamento é simplesmente incrível. É um verdadeiro privilégio ver isto mil anos depois”, acrescentou Goldberg.

O Galloway Hoard foi enterrado no final do século IX em Dumfries e Galloway, na Escócia, onde foi descoberto com um detetor de metais, em 2014.

A cruz estava entre mais de cem peças, incluindo um alfinete de ouro em forma de pássaro e um vaso de prata dourada, embrulhadas num tecido.

“O material diverso do Galloway Hoard exemplifica um ambiente político e cultural dinâmico”, disse Goldberg.

“A limpeza revelou que a cruz, feita no século IX, tem um estilo de decoração anglo-saxão tardio. Parece o tipo de coisa que seria encomendada aos níveis mais altos da sociedade. Os primeiros filhos geralmente eram reis e senhores, os segundos filhos tornavam-se clérigos de alto escalão. É provável que venha de uma dessas famílias aristocráticas”, explicou o curador.

O pendente sobreviveu ao tempo ainda com a sua corrente em espiral, a qual mostra que a cruz foi usada pendurada no pescoço. “É quase possível imaginar alguém a tirá-la do pescoço e a enrolá-la com a corrente para a enterrar no chão. Tem esse tipo de toque pessoal”, disse Goldberg.

Os investigadores continuam, no entanto, sem perceber porque é que o tesouro terá sido enterrado e Goldberg disse que a investigação irá continuar.

Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Multas nas praias. Falta de máscaras e ajuntamentos são as ações mais observadas pela polícia

A época balnear voltou a iniciar-se de uma forma diferente dos outro anos, com regras para os banhistas e donos de concessões. Quem não cumprir está sujeito a multas - o que tem sido uma …

EUA. Pelo menos dois feridos em tiroteio junto ao Pentágono. Edifício está encerrado

Um tiroteio esta terça-feira numa paragem de autocarros e metro junto ao Pentágono, em Arlington, Virgínia, nos Estados Unidos (EUA), causou pelo menos dois feridos. Segundo avançou o Correio da Manhã, imagens do local mostram os …

Ibiza planeia ter "detetives" estrangeiros infiltrados em festas ilegais

Medida tem como objetivo controlar as festas ilegais, promovidas com frequência nas redes sociais e que atraem locais, turistas e trabalhadores sazonais. Perante o número de casos crescente — a incidência está acima dos 1.800 casos …

Jogos Olímpicos: "Não temos naturalizados, não somos o Qatar"

Selecionador da seleção de andebol do Bahrein, que afastou Portugal dos quartos-de-final, lembra que muitos dos jogadores apurados são amadores. Portugal com dois pontos, Bahrein com dois pontos, Japão com dois pontos. Na diferença entre golos …

"Não acredito neste tempo! Não pode ser! Não pode ser!" - recorde mundial incrível em Tóquio

Adam Gemili protagonizou o momento mais dramático da manhã em Tóquio, mas o destaque vai para o incrível recorde mundial nos 400 metros barreiras. "Bem, não acredito neste tempo! Não é possível! 45.94! Não pode ser! …

PR promulga alterações à Lei da Defesa Nacional e Lei de Bases das Forças Armadas

O Presidente da República promulgou esta terça-feira os diplomas que alteram as leis da Defesa Nacional e da Orgânica de Bases da Organização das Forças Armadas, destacando que a versão final atenuou "uma ou outra …

Comprar casa. Guarda é a cidade onde os preços de venda são mais em conta

De acordo com dados divulgados pelo portal imobiliário Idealista, Lisboa é o município onde é mais caro comprar casa. Guarda é a cidade onde o preço por metro quadrado é mais baixo. Nos últimos anos, os …

Novo Presidente do Irão promete tentar levantar as sanções económicas

O ultraconservador iraniano Ebrahium Raissi, que tomou posse hoje como Presidente, disse que vai tentar o levantamento das sanções impostas pelos Estados Unidos, mas não espera o apoio "dos estrangeiros" para melhorar a situação económica …

DGS encurta intervalo entre doses da vacina da Pfizer

O intervalo recomendado entre as duas doses da vacina Comirnaty, da farmacêutica Pfizer/BioNtech, contra a covid-19 passa a ser de 21 a 28 dias, segundo uma norma da Direção-Geral da Saúde publicada esta terça-feira. A norma …

Portugal regista 19 mortes e 2.076 novos casos de covid-19

Portugal registou esta terça-feira 2.076 novos casos de infeção por covid-19 e mais 19 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), registaram-se …