Cruz de prata anglo-saxónica com mil anos terá pertencido a uma “família aristocrática”

Uma cruz de prata anglo-saxónica com mil anos, parte da Galloway Hoard, foi descoberta na Escócia e, tendo em conta a sua qualidade, pode ter pertencido a um clérigo de alto nível ou até mesmo a um rei.

Era um objeto de aparência lamentável quando foi descoberto, em 2014, num campo arado no oeste da Escócia, como parte da Galloway Hoard – a coleção mais valiosa de objetos raros e únicos da era Viking encontrados na Grã-Bretanha e Irlanda e adquirida pelos Museus Nacionais da Escócia em 2017.

No entanto, a sua decoração folheada a ouro era visível através do exterior sujo, relata o jornal britânico The Guardian.

Stewart Attwood / National Museums Scotland

Cruz anglo-saxónica, parte do Galloway Hoard

A cruz de braços iguais, criada em metal anglo-saxão por um ourives de notável habilidade e talento artístico, foi agora revelada e os seus quatro braços mostram os símbolos dos quatro evangelistas a quem a tradição atribui os evangelhos do Novo Testamento: São Mateus (homem), Marcos (leão), Lucas (vaca) e João (águia).

Martin Goldberg, curador principal das coleções medievais e Viking dos museus nacionais escoceses, disse ao Observer: “É simplesmente espetacular. Na verdade, não existe nada parecido. O que se deve, em parte, ao período ontem tem origem.”

“É uma sobrevivência única da metalurgia eclesiástica anglo-saxónica de um período em que – em parte, graças aos ataques vikings – tanto foi perdido“, disse Leslie Webster, do British Museum.

“Imaginamos que muitos tesouros eclesiásticos foram roubados de mosteiros – é isso que o registo histórico da era Viking nos descreve. E este é um dos sobreviventes. A qualidade do acabamento é simplesmente incrível. É um verdadeiro privilégio ver isto mil anos depois”, acrescentou Goldberg.

O Galloway Hoard foi enterrado no final do século IX em Dumfries e Galloway, na Escócia, onde foi descoberto com um detetor de metais, em 2014.

A cruz estava entre mais de cem peças, incluindo um alfinete de ouro em forma de pássaro e um vaso de prata dourada, embrulhadas num tecido.

“O material diverso do Galloway Hoard exemplifica um ambiente político e cultural dinâmico”, disse Goldberg.

“A limpeza revelou que a cruz, feita no século IX, tem um estilo de decoração anglo-saxão tardio. Parece o tipo de coisa que seria encomendada aos níveis mais altos da sociedade. Os primeiros filhos geralmente eram reis e senhores, os segundos filhos tornavam-se clérigos de alto escalão. É provável que venha de uma dessas famílias aristocráticas”, explicou o curador.

O pendente sobreviveu ao tempo ainda com a sua corrente em espiral, a qual mostra que a cruz foi usada pendurada no pescoço. “É quase possível imaginar alguém a tirá-la do pescoço e a enrolá-la com a corrente para a enterrar no chão. Tem esse tipo de toque pessoal”, disse Goldberg.

Os investigadores continuam, no entanto, sem perceber porque é que o tesouro terá sido enterrado e Goldberg disse que a investigação irá continuar.

  Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …