Cristiano Ronaldo está a ser investigado em Itália por causa da covid-19

O ministro do Desporto de Itália, Vincenzo Spadafora, anunciou que está em curso uma investigação para “provar” que Cristiano Ronaldo quebrou o protocolo sanitário no âmbito da pandemia de covid-19. Em causa está o facto de ter viajado para Portugal, para representar a Selecção Portuguesa, quando devia estar em isolamento profiláctico.

Depois de ter lançado duras críticas a Cristiano Ronaldo, no seguimento do teste positivo à covid-19, após a viagem para integrar os trabalhos da Selecção Portuguesa quando estava em isolamento profiláctico em Itália, Spadafora anuncia que está em curso “uma investigação” para “provar” que o jogador da Juventus violou o protocolo no que se refere às medidas anti-covid-19.

Uma revelação feita pelo ministro em entrevista à televisão italiana RAI, onde também criticou o que definiu como “métodos questionáveis” da Série A para a contenção da pandemia.

Spadafora frisou, contudo, que não está em cima da mesa uma eventual suspensão do campeonato de futebol italiano, vincando que há “um protocolo que permite que se mantenha a época” a decorrer.

“As muitas infecções encontradas entre jogadores são devidas ao facto de que este protocolo, por vezes, não funcionou, mas apenas porque não foi adequadamente respeitado com métodos decididamente questionáveis”, destacou Spadafora.

“Noutras Ligas e noutros desportos, isto não aconteceu”, disse ainda, referindo-se ao caso de Ronaldo e apontando que é um dos que “não respeitou o protocolo”. “Há uma investigação da Procuradoria Federal para o provar“, revelou depois.

“Raiva e desespero” após novas restrições

As palavras de Spadafora surgem numa altura em que entraram em vigor novas restrições impostas pelo Governo italiano, face ao aumento do número de casos.

Entre essas medidas estão o encerramento forçado de cinemas, teatros, ginásios e piscinas, bem como o encerramento dos restaurantes e bares até às 18 horas.

Milhares de pessoas protestaram nas ruas, nesta segunda-feira, contra as restrições, entre os quais alguns comerciantes e empresários que receiam perder o ganha-pão.

Spadafora assumiu que há “raiva e desespero”, mas sustentou que o Governo vai anunciar um novo “apoio económico, por um pequeno período de tempo, para trabalhadores desportivos e contribuições” a fundo perdido para as empresas.

O ministro reconheceu ainda que “muitos não têm dinheiro sequer para pagar rendas e se o dinheiro não chegar, daqui a dois meses, muito desse mundo vai desaparecer“.

“Espero que os poucos sectores que continuaram abertos, possam ainda continuar abertos, mas infelizmente, isso ainda vai depender dos dados que teremos nos próximos dias”, sustentou ainda, avisando que este vai ser um mês de “enormes sacrifícios”.

Itália registou, nesta segunda-feira, 17.012 novos casos de covid-19, um número inferior aos mais de 21 mil casos de domingo. O número de mortes em 24 horas foi de 141 pessoas.

Até segunda-feira, tinham morrido em Itália 37.479 pessoas com covid-19. O número total de infectados do país era de 542.789.

ZAP SV, ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Talvez uma oportunidade para o senhor ministro disfarçar os milhares de casos diários que tem no seu país, entreter o povo com bola e casos de nomes sonantes.

RESPONDER

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

 A doença misteriosa foi identificada, pela primeira vez, em 2015, num doente considerado um "caso isolado e atípico". Há quase dois anos, Roger Ellis desmaiou depois de ter tido uma convulsão durante o 40.º aniversário de …

Estudo sugere que há quatro tipos de Alzheimer

Uma equipa de investigadores sugere que há quatro tipos da doença de Alzheimer, que atacam diferentes zonas do cérebro e têm sintomas distintos. Um novo estudo sugere que o Alzheimer é uma doença bem mais complexa …

Jovens tentam salvar vidas na Índia através do Youtube. Plataforma elimina vídeos por serem "perigosos"

A Índia continua a debater-se com a grave crise sanitária desencadeada pela covid-19. Jovens indianos publicaram no Youtube vídeos a produzir oxigénio em casa, usando processos químicos ensinados nas escolas. A plataforma eliminou-os. De acordo com …

Shuvuuia era um dinossauro do tamanho de uma galinha, que caçava às escuras

Os investigadores descobriram que Shuvuuia, um pequeno dinossauro do tamanho de uma galinha, tinha uma excelente audição e visão noturna, que lhe permitiam caçar de noite. São poucas as aves que têm aquilo que é preciso …

Na China, é ilegal pedir comida em excesso nos restaurantes

A China aprovou uma lei anti-desperdício de alimentos que proíbe clientes de restaurantes de pedirem mais do que precisam, uma legislação abrangente pode prejudicar a experiência de comer fora de casa. A lei, que entrou em …

Sindicato de pilotos denuncia pedidos da TAP para voos em folga

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) denunciou pedidos da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) para que alguns trabalhadores efetuem voos em dias de folga, ao mesmo tempo que afirma ter pilotos em excesso. Num email …

Bayern Munique 'festeja' nono título consecutivo com goleada

O Bayern Munique coroou este sábado o seu nono título consecutivo na Liga alemã de futebol com uma goleada no triunfo diante do Borussia Moenchengladbach (6-0), num jogo com um hat-trick de Lewandowski. Antes de pisar …

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …

Cimeira Social. Jerónimo de Sousa diz que não se respondeu aos verdadeiros problemas

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este sábado, no Porto, que a Cimeira Social da União Europeia não respondeu às necessidades associadas ao emprego, à valorização dos salários e ao fim da precarização …