OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE).

No “Economic Outlook”, o relatório de Outono da OCDE, refere-se que Portugal está entre os países mais fragilizados quanto ao impacto económico que uma nova crise mundial pode ter para as famílias.

A análise da OCDE tem por base os “estabilizadores automáticos orçamentais” que permitem “absorver” as consequências negativas de condições económicas mais difíceis, protegendo os rendimentos das famílias. Estão em causa indicadores como os apoios sociais e os subsídios de desemprego, por exemplo.

Um cenário de nova crise mundial deixaria apenas 50,8% dos rendimentos das famílias portuguesas protegidas pelos referidos “estabilizadores automáticos orçamentais”. Isto significa que “perderiam, em média, quase metade do seu rendimento disponível pré-crise (49,2%)”, como atesta o Dinheiro Vivo.

Portugal está entre os países que seria mais afectado entre os 23 estudados. A perda de rendimentos ronda os 41% no total dos países analisados.

Entre os estabilizadores considerados no relatório, o dos impostos directos é o que tem maior repercussão, já que havendo menor cobrança, fruto do aumento do desemprego e/ou de salários mais baixos, ajudaria a “preservar 35% do rendimento médio auferido pelas famílias (antes da crise)”, como atesta o Dinheiro Vivo, citando o relatório da OCDE.

As contribuições para a Segurança Social ajudariam a “manter mais de 9% do rendimento médio familiar” e os apoios sociais, como o subsídio de desemprego e os apoios à habitação para agregados familiares desfavorecidos, garantiriam uma protecção de “quase 7% do rendimento”, de acordo com a mesma fonte.

Em pior situação do que Portugal estão a Grécia, onde os estabilizadores suportam somente 37% do impacto de uma crise, e o Japão, com 39%.

Os países mais protegidos são a Holanda, onde as perdas seriam de apenas 20% do rendimento, e a Alemanha, com 21%.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. No tempo de antes de 1974 nada disto havia porque Salazar sabia o que se passva se junta-se á Europa que a mesma nos considerava africanos.
    Pois estavamos a crescer a 12% e hoje estamos num caos que nunca pagamos a divida, hoje Portugal não é dos Portuguêses é sim da Europa, somos seus escravos…
    Malditos aqueles que nos levaram para a Europa…

    • E num instante, arranjou um bode expiatório. Ainda bem que estamos na Europa, que pressionam os países para ter uma boa gestão orçamental, que obrigam a criar leis anti-corrupção, Que tentam criar estabilidade financeira para que os negócios e capitais não fujam a 7 pés. Se assim não fosse, eu não queria sequer imaginar onde raios estaria Portugal. Aí sim íam considerar-nos africanos (mas em matéria de desenvolvimento e crescimento económico)

RESPONDER

PGR de Angola admite emitir mandado de captura de Isabel dos Santos

No seguimento das revelações do Luanda Leaks, o procurador-geral de Angola, Hélder Pitta Grós, admite emitir um mandado de captura de Isabel dos Santos. A empresária fala de uma campanha "puramente política". O procurador-geral de Angola …

Wolves quer juntar Nélson Oliveira à armada portuguesa

O Wolves está em negociações com o AEK para a contratação do internacional português Nélson Oliveira. O jogador tem estado em destaque ao serviço do emblema helénico. O Wolverhampton está interessado na contratação do ponta-de-lança português …

Cientistas desvendaram alguns dos segredos do icónico "Ídolo de Pachacamac"

Investigadores revelaram novos detalhes sobre o Ídolo de Pachacamac, uma estátua icónica da arqueologia antiga peruana. O Ídolo de Pachacamac é uma estátua de madeira que se acredita representar um dos principais deuses da cultura Inca. …

Novas tabelas de IRS para 2020. Salários até 659 euros isentos de retenção na fonte

As novas tabelas de retenção na fonte a aplicar aos salários em 2020 foram publicadas esta terça-feira em Diário da República. Houve uma atualização das tabelas em 0,3%, mas o Governo desceu o montante da …

Paulo Pedroso deixou de ser militante do PS antes das eleições

O ex-ministro e antigo porta-voz do PS, Paulo Pedroso, disse esta segunda-feira à agência Lusa que deixou de ser militante do Partido Socialista antes das eleições legislativas de outubro, sem querer avançar as razões da …

Descoberto o aparelho digestivo fossilizado mais antigo já conhecido

Cientistas descobriram fósseis com 550 milhões de anos, no deserto do Nevada, nos Estados Unidos, que podem ter os aparelhos digestivos mais antigos já conhecidos. Entre cerca de 580 e 540 milhões de anos atrás, no …

Dois fetos encontrados sem vida em Espinho

Dois fetos foram encontrados esta segunda-feira sem vida em Espinho, adiantaram fontes da PSP à agência Lusa. Uma fonte da PSP de Aveiro avançou ter recebido às 12:22 um alerta para a existência de um …

Infarmed recomenda suspensão de medicamento devido a risco de cancro de pele

O Infarmed recomendou aos profissionais de saúde que deixem de prescrever Picato, um tratamento cutâneo de queratose atínica não-hiperqueratósica e não-hipertrófica, e aos doentes que não o usem. O gel, cuja substância ativa é o mebutato …

Três mísseis caem junto a embaixada dos EUA em Bagdade

Três projéteis caíram na noite de segunda-feira na designada '"zona verde" da capital iraquiana, perto da embaixada dos EUA, indicaram à AFP fontes dos serviços de segurança, que não mencionaram a existência de vítimas. A informação …

Estudo sugere que modernização reduz importância da religião na felicidade das pessoas

Em países mais desenvolvidos e em que há uma maior perceção de liberdade, a religião desempenha um papel menos importante na felicidade das pessoas. Um novo estudo sugere que em países em que a felicidade das …