“Crise invisível”. O conteúdo digital alcançará metade da massa da Terra dentro de 225 anos

Uma nova investigação sugere que o conteúdo digital alcançará metade da massa da Terra dentro de 225 anos, em meados de 2245.

De acordo com o estudo, publicado no AIP Advances do Instituto Americano de Física, o número de bits que contêm informações digitais será igual ao número de átomos na Terra dentro de 150 anos. Em 2245, o conteúdo digital alcançará metade da massa da Terra.

A estimativa é de Melvin Vopson, um cientista que chegou a estes números utilizando as densidades de armazenamentos dos dados atuais, o número de bits produzidos por ano e o tamanho de um bit comparativamente com a dimensão de um átomo, a uma taxa de crescimento anual de 50%, detalha a agência Europa Press.

À medida que usamos recursos, como o carvão, o petróleo, o gás natural, o cobre ou o alumínio para alimentar enormes sistemas de computadores e processar informações digitais, o nosso progresso tecnológicos está a redistribuir a matéria da Terra de átomos físicos para informações digitais: o quinto estado da matéria, juntamente com o líquido, o sólido, o gás e o plasma, explica a agência noticiosa espanhola.

De acordo com o novo estudo, com o tempo, chegaremos a um ponto de saturação total, um período na evolução humana em que os bits digitais ultrapassarão o número de átomos na Terra, num mundo “principalmente simulado por computadores e dominados por bits digitais e códigos de computadores”.

“Estados literalmente a mudar o planeta aos poucos e é uma crise invisível”, acredita Melvin Vopson, autor do estudo e professora da Escola de Matemática e Física da Universidade de Portsmouth, em Inglaterra, citado em comunicado.

O especialista acredita que o limite iminente do número de bits, da energia necessária para produzi-los e da distribuição da massa física e digital sobrecarregará o planeta.

“O crescimento da informação digital parece realmente imparável”, disse Vopson.

“De acordo com a IBM e outras fontes de pesquisa de big data, 90% dos dados do mundo atual foram criados apenas nos últimos 10 anos. De certa forma, a atual pandemia de covid-19 acelerou este processo, uma vez que mais conteúdo digital está a ser utilizado e produzido de uma forma sem precedentes”, rematou.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …

Investigadores descobrem porque há pessoas infetadas sem sintomas de covid-19

Investigadores do hospital universitário de Aarhus, na Dinamarca, descobriram que algumas pessoas infetadas com o novo coronavírus não desenvolvem sintomas porque este poder ocultar o seu genoma para não ser reconhecido. Como noticiou esta sexta-feira o …