Criado ecrã para tablet que corrige problemas de visão

 

Um protótipo de ecrã para tablets que corrige problemas de visão foi recentemente desenvolvido por engenheiros.

O sistema utiliza um software para alterar a luz a partir de cada pixel do ecrã, com base na graduação de cada pessoa.

Os investigadores adicionaram também um pequeno filtro pinhole, como o de uma câmara escura, para melhorar a nitidez da imagem.

Esta pesquisa será apresentada na conferência internacional de computação gráfica SIGGRAPH, em Vancouver, em agosto.

A equipa afirma que a tecnologia poderia ajudar milhões de pessoas que precisam de lentes corretivas a usar os seus dispositivos digitais.

Uma em cada três pessoas no Reino Unido sofre de miopia. Nos EUA são cerca de 40%, enquanto que na Ásia mais de metade da população tem problemas de visão.

Nos últimos anos, vários projetos tentaram usar ecrãs de computadores para corrigir dificuldades de visão.

Os autores deste último estudo dizem que seu protótipo oferece “significativamente maior contraste e resolução quando comparado com as anteriores soluções.”

Siga a luz

A equipa da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveu um algoritmo que tem em conta o problema específico do utilizador para ajustar a intensidade de cada ponto de luz emanado de cada pixel numa imagem.

O protótipo usou um iPod com um filtro pinhole preso ao ecrã. Para ver as imagens, os pesquisadores usaram uma câmara reflex monobjetiva digital (DSLR) que foi programada para simular uma pessoa com hipermetropia.

As imagens alteradas do iPod apareceram nítidas e claras para a câmara, mostrando que o protótipo foi eficaz ao corrigir este problema de visão.

“A importância deste projeto é que, em vez de depender de ótica para corrigir sua visão, usamos a computação”, disse o principal autor da pesquisa, Fu-Chung Huang. “Esta é uma classe muito diferente de correção e não invasiva.”

A equipa de investigadores acredita que a sua ideia, depois de aperfeiçoada, poderá beneficiar pessoas que sofrem de problemas de visão mais difíceis de tratar.

“Vivemos agora num mundo onde os ecrãs são omnipresentes”, afirmou o coordenador do projeto na Universidade da Califórnia, professor Brian Barsky.

“As pessoas com problemas graves têm, muitas vezes, irregularidades na forma da córnea, e esta forma irregular dificulta que elas usem lentes de contato”, afirmou.

“Nalguns casos, isso pode ser um impedimento para que exerçam alguns trabalhos, porque muitos trabalhadores precisam de olhar para um ecrã enquanto trabalham. Esta pesquisa poderia transformar as suas vidas.”

Embora a pesquisa esteja numa fase inicial, os responsáveis pelo projecto acreditam que a tecnologia tenha um grande potencial na área das correções visuais.

Estão a imaginar-se ecrãs que possam ser vistos ao mesmo tempo, com nitidez, por múltiplos utilizadores com diferentes problemas de visão.

“A longo prazo, acreditamos que ecrãs flexíveis permitam múltiplos usos: imagem de exibição 3D sem vidro, ecrã com imagem 2D corrigida, por aí adiante.”

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

O chef sírio Imad Alarnab

Imad fugiu da Síria há seis anos. Agora, tem um restaurante de sucesso em Londres

O chef sírio Imad Alarnab deixou a Síria há seis anos, onde tinha vários restaurantes, rumo a Inglaterra. Não desistiu dos seus sonhos e agora tem um novo projeto no agitado Soho, no centro de …

Máquina de venda automática de brindes

Máquina das bolas japonesa. As pequenas esferas de plástico guardam os detalhes de uma viagem surpresa

As máquinas de venda automática de brindes, conhecidas como gachapon no Japão, têm inovado nos últimos anos. Agora, são os detalhes de uma viagem que estão guardados nas pequenas bolas de plástico. O valor das bolas …

O Supremo dos EUA mudou as suas regras para que as juízas não fossem constantemente interrompidas

Revelação foi feita por Sonia Sotomayor, uma das três mulheres que compõe o coletivo de nove juízes e a primeira latina a chegar ao cargo. O facto de serem constantemente interrompidas em reuniões ou outros …

A candidata a primeira-ministra da Hungria, Klára Dobrev.

Num futuro sem Orbán, a oposição escolhe entre um novo conservador ou uma liberal divisiva

Os opositores de Viktor Orbán estão na dúvida quanto ao candidato para enfrentar o atual primeiro-ministro nas próxima eleições. Esta indecisão pode custar-lhes o assalto ao cargo. Viktor Orbán é um nome recorrente na política húngara. …

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …