Criada “luva eletrónica” do coração que mantém batimento regular

 

Investigadores norte-americanos desenvolveram uma membrana eletrónica que poderá substituir o pacemaker, adaptando-se ao coração como uma espécie de luva e mantendo-o a bater regularmente, por tempo indeterminado.

O dispositivo, criado por investigadores da Universidade de Ilinóis em Urbana-Champaign e da Universidade Washington em Saint Louis, usa uma espécie de “teia de sensores e elétrodos” para monitorizar continuamente a atividade do coração e pode, através de choques elétricos, manter um batimento cardíaco saudável.

Os investigadores usaram tecnologia modelar e uma impressora 3D para criar o protótipo da membrana, que adaptaram ao coração de um coelho, conseguindo manter o órgão perfeitamente operacional “fora do corpo, numa solução rica em oxigénio e nutrientes”.

Os resultados da investigação foram publicados na publicação científica online Nature Communications, dedicada à publicação de investigações nas áreas da biologia, física e química.

Ao contrário do pacemaker e de outra tecnologia desfibrilhadora implantável já conhecida, a fina membrana elástica será feita à medida para encaixar perfeitamente sobre o coração.

“Quando ocorre um ataque cardíaco ou arritmia, pode também aplicar terapia de alta definição e estímulos elétricos para os prevenir”, explicou o engenheiro biomédico Igor Efimov, da Universidade Washington, que ajudou a criar e a testar o aparelho, citado por uma rádio local norte-americana, a KWMU-1.

O novo sistema permite manter os sensores em contacto total com o coração, usando eletrónica elástica, uma inovação desenvolvida pelo cientista de materiais da Universidade de Ilinóis, John Rogers.

Apesar de usar os mesmos materiais rígidos da eletrónica comum, os circuitos foram desenhados em forma de S, o que lhes permite esticar e dobrar sem quebrar.

“Este pericárdio [membrana do coração] artificial é um instrumento que consegue interagir com o coração de várias formas que são relevantes para a cardiologia clínica”, disse John Rogers à KWMU-1, comparando o aparelho à verdadeira membrana do coração.

Apesar de não estar pronto para ser usado no imediato, o aparelho será uma importante ferramenta de investigação, permitindo aos cientistas estudarem as alterações do batimento cardíaco.

No futuro, as membranas eletrónicas poderão ser comuns na monitorização de pacientes de alto risco cardíaco, prevenindo ataques de coração, acreditam os seus criadores.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Casa Pia 0-3 FC Porto | Jogo desbloqueado na segunda parte

O FC Porto venceu hoje o Casa Pia por 3-0, na segunda jornada do Grupo D da Taça da Liga, mas precisou de 50 minutos para fazer o primeiro golo ao penúltimo classificado da II …

Quanto vale a vida do seu cão (e a importância que isso tem)

Quanto vale a vida do seu cão? A resposta a esta pergunta pode ser mais importante do que aquilo que pensa e pode mudar drasticamente o preço que pagamos pela sua saúde e bem-estar. Os norte-americanos …

Asteróide passará esta sexta-feira pela Terra a 27.000 km/hora

Um asteróide de grandes dimensões passará pela Terra, atingindo o seu ponto mais próximo do nosso planeta esta sexta-feira, dia 6 de dezembro. O corpo celeste, importa frisar, não representa qualquer perigo para o Homem. …

Banco de França vai testar moeda digital em 2020

O governador do Banco de França anunciou na quarta-feira o lançamento de testes no próximo ano para uma moeda digital, que pode servir de precedente para uma iniciativa do mesmo tipo à escala da zona …

Atlético de Madrid na corrida por Gabigol

O Atlético de Madrid entrou na corrida pela contratação de Gabigol, o artilheiro que está ao serviço do Flamengo por empréstimo do Inter de Milão. A notícia é avançada pelo jornal italiano Gazzetta Dello Sport, …

Australiana condenada a prisão por ter mentido no currículo

Uma australiana de 45 anos foi condenada a um ano de prisão efetiva por ter mentido no seu currículo para conseguir uma vaga no Governo regional, conta esta quinta-feira a ABC Australia. Veronica Hilda Theriault foi …

Homem da comunicação de Rui Rio pertence à maçonaria

João Tocha, o homem que o líder do PSD escolheu para fazer parte da sua comunicação, é maçon, avança a revista Visão esta quinta-feira. Em declarações à Visão, João Tocha, iniciado no Grande Oriente Lusitano …

Marco Silva despedido do Everton

O treinador português Marco Silva foi hoje despedido pelo Everton, clube da Primeira Liga inglesa de futebol, um dia depois do desaire por 5-2 no reduto do rival da cidade, o campeão europeu Liverpool. “O Everton …

Líder Supremo do Irão aprova medidas para reconhecer como "mártires" os mortos dos recentes distúrbios

O líder supremo do Irão aprovou as recomendações de um relatório oficial propondo o reconhecimento como "mártires" dos mortos nos recentes distúrbios no país sem que tenham "desempenhado qualquer papel", indicou esta quinta-feira o seu …

OE2020. Governo quer baixar preço da luz sem mexer no IVA

O Governo socialista está a estudar hipóteses "alternativas" para baixar o preço da luz sem mexer na taxa do IVA, devendo estas soluções constar já da proposta inicial do Orçamento de Estado para 2020 (OE2020). De …