Crenças religiosas e espirituais reduzem o risco de depressão

Um estudo recente concluiu que as crenças religiosas e espirituais reduzem o risco de depressão, uma vez que estão associadas a mudanças na microestrutura da substância branca, os caminhos de comunicação do cérebro.

Dongrong Xu, da Universidade de Columbia, explicou que “um estudo anterior concluiu que as pessoas que afirmaram que a religião ou a espiritualidade eram altamente importantes para elas estavam protegidas contra a depressão durante cinco anos, apesar de estarem sob alto risco devido ao histórico familiar”.

Por esse motivo, os investigadores tentaram entender o que acontece no cérebro dessas pessoas para causar esse efeito.

Um outro estudo, publicado em 2014, descobriu que a crença na importância da religião ou espiritualidade estava associada a córtices mais espessos em várias regiões do cérebro, incluindo as regiões parietal e occipital esquerda e direita, o que poderia conferir resiliência à depressão.

Neste novo estudo, publicado recentemente na Brain and Behavior, os cientistas usaram imagens de tensores de difusão para examinar a microestrutura cerebral de 99 participantes. Este é um método de neuroimagem, baseado em ressonâncias magnéticas, que permite a visualização de tratos da substância branca dentro do cérebro.

Os investigadores descobriram então que os cérebros dos participantes que tinham alto risco familiar para depressão se assemelhavam aos cérebros daqueles com baixo risco familiar quando relataram que a religião ou a espiritualidade era altamente importante.

“As nossas descobertas sugerem que a alta importância relatada das crenças pode ter efeitos sobre a integridade da substância branca no lobo frontal bilateral, no lobo temporal e no lobo parietal. Embora essas regiões também estejam associadas ao risco de desenvolver depressão, a reorganização da matéria branca por meio da religião ou espiritualidade pode ajudar a proteger os indivíduos de desenvolver a doença”, escreveram os autores.

Na prática, “os indivíduos com alto risco familiar de depressão normalmente compartilham uma assinatura neuronal semelhante à que pode ser encontrada em pessoas com baixo risco familiar, desde que considerem as crenças religiosas ou espirituais como altamente importantes”.

Ainda assim, segundo o PsyPost, o estudo faz algumas ressalvas, nomeadamente o facto de as crenças religiosas das pessoas poderem mudar ao longo do tempo de vida. “Este estudo foi baseado na medida de religiosidade e espiritualidade em apenas 5 anos“, explicou Xu.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

Gémeas alemãs nascem com 3 meses de diferença (e em anos distintos)

Um hospital alemão anunciou na segunda-feira o caso de duas meninas que, apesar de serem gémeas, nasceram com três meses de diferença e em anos distintos. Com apenas 26 semanas de gravidez, a 17 de novembro …

Avião hospital da Luftwaffe levou doze feridos da Madeira para a Alemanha

Doze feridos do acidente com um autocarro turístico partiram hoje do Aeroporto da Madeira, cerca das 12:00, a bordo de um avião alemão equipado com meios hospitalares, com destino a Colónia, após operação de transferência …

Família desalojada e nove casas atingidas em queda de grua no Porto

Uma grua caiu hoje em cima de várias habitações na rua da Corticeira, na zona das Fontainhas, na cidade do Porto, mas não há feridos a registar, disse fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto. A grua …