“Creche estelar”: NASA levanta o véu sobre a Nebulosa de Órion

NASA. ESA, Hubble, HLA / Jesús M.Vargas & Maritxu Poyal

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Universidade de Leiden, na Holanda, permitiu levantar o véu sobre a Nebulosa de Órion, que abriga numerosas estrelas jovens, massivas e luminosas.

De acordo com o recente artigo, publicado no início do mês de janeiro na revista especializada Nature, a equipa descobriu que o vento estelar proveniente de um estrela recém-nascida na Nebulosa de Órion – a “creche estelar” mais próxima da Terra – impede a formação de outras estrelas nas proximidades.

​”Creche estelar — aqui se formam as estrelas. As supernovas são em muito responsáveis pelo nascimento de estrelas, mas os nossos investigadores do telescópio SOFIA descobriram que as estrelas recém-nascidas podem soprar o material que poderia formar os seus irmãos e irmãs”, escreveu a agência espacial norte-americana no Twitter.

https://twitter.com/NASA/status/1090089176924635138?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1090089176924635138&ref_url=https%3A%2F%2Fbr.sputniknews.com%2Fciencia_tecnologia%2F2019013013215079-nasa-nebulosa-orion-nascimento-estrelas-video%2F

Segundo os astrónomos, o “coração” da nebulosa – um dos objetos melhor observados e fotografados no céu noturno – é a casa de um pequeno grupo de estrelas jovens, massivas e luminosas. No entanto, esta é a primeira vez que as observações revelam que o forte vento estelar gerado pela estrela mais brilhante destes corpos celestes recém-nascidos (a chamada Theta1 Orionis C) varreu a maior parte da camada de material de nuvem onde se formou.

“O vento é responsável por fazer explodir uma enorme bolha em torno das estrelas centrais. O vento rompe a nuvem natal e impede o nascimento de novas estrelas”, explicou a autora princiapl do estudo, Cornelia Pabst, citada pela NASA em comunicado.

Assim, a estrela recém-nascida não permite o nascimento de outras estrelas na sua vizinhança, mas, em simultâneo, empurra o gás molecular para as extremidades da bolha, criando novas regiões de material denso onde as futuras estrelas se poderão formar.

Estes efeitos do processo conhecido como “retroalimentação”, destaca o especialista, regulam as condições físicas da nebulosa, influenciam a atividade de formação estelar e impulsionam ainda a evolução do meio interestelar – o espaço cheio de gás e poeiras que está entre as estrelas.

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …

Holanda reduz velocidade máxima nas autoestradas em prol da qualidade do ar (e deixa o primeiro-ministro "muito infeliz")

O Governo holandês vai baixar os limites de velocidade nas autoestradas do país para travar as emissões de monóxido de nitrogénio, que contribui para a degradação da camada de ozono. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou …

Facebook para iOS utiliza câmara do iPhone sem que o utilizador note

Há um erro na aplicação do Facebook para iOS - sistema operativo do iPhone - que liga a câmara do telemóvel sem que o utilizador se aperceba quando este faz scrool no feed de …