Costa e Rajoy juntos para lançar linha entre Évora e Elvas

Ballesteros / EPA

O primeiro-ministro português, António Costa, com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy

António Costa e Mariano Rajoy assistem esta segunda-feira ao lançamento do concurso para a ligação ferroviária entre Évora e Elvas e das obras de modernização do troço Elvas-Caia, na fronteira.

Esta segunda-feira, os chefes dos Governos português e espanhol assistem ao lançamento do concurso para a ligação ferroviária entre Évora e Elvas, numa extensão de quase 100 quilómetros, e das obras de modernização do troço Elvas-Caia, na fronteira.

Segundo o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, a obra de construção da nova linha entre Évora e Elvas deverá iniciar-se até março de 2019 e a conclusão está programada para o primeiro trimestre de 2022, num custo de 509 milhões de euros – quase metade provenientes de fundos europeus.

Ainda de acordo com o Ministério, a futura linha até à fronteira permitirá colocar Badajoz a 30 minutos de Évora e a duas horas de Lisboa.

A cerimónia de lançamento do concurso público, a realizar no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, às 11h30, vai contar com a presença de António Costa, de Mariano Rajoy e da comissária europeia da mobilidade, Violeta Bulc.

Meia hora antes decorrerá na estação de Elvas uma cerimónia simbólica, que assinala o início da empreitada de modernização do troço Elvas-Caia, na fronteira com Espanha. Violeta Bulc destacou a importância da obra, que permitirá a Portugal “desenvolver a sua rede de transportes e ligar-se juntamente com Espanha ao resto da Europa”.

Este troço, chamado missing link, faz parte do corredor internacional sul, que ligará o porto de Sines até à fronteira com Espanha.

De acordo com os dados do executivo comunitário, a modernização do troço Évora-Caia, com um custo estimado de 388 milhões de euros, recebe uma comparticipação da União Europeia de 56%, cerca de 184 milhões de euros.

Poucos dias antes de se deslocar a Portugal, a comissária referiu a importância de uma rede ferroviária europeia moderna e abrangente para garantir o acesso direto de todos os Estados-membros ao mercado único, apontando que “faltava este troço para colocar Portugal a bordo“.

Também na semana passada, o ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou que “tudo o que o Governo português está a realizar nesta matéria está estritamente alinhado com as diretrizes europeias e em coordenação com Espanha”.

“O que estamos a fazer no Plano Ferrovia 2020, especialmente nos corredores internacionais, é a introdução da travessa polivalente, que permitirá a migração para a bitola europeia e – e apenas se – ambos os países assim o decidirem”, detalhou.

O Plano Ferrovia 2020, que promove as ligações com Espanha e a modernização dos principais eixos ferroviários, engloba um investimento superior a dois mil milhões de euros, dando destaque ao transporte de mercadorias e ao transporte público de passageiros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Robôs substituem estudantes em cerimónia de graduação no Japão

Impedidos de estarem na sua cerimónia de graduação por causa do novo coronavírus, estudantes japoneses marcaram presença com a ajuda de robôs. Com as universidades fechadas devido à pandemia de covid-19, muitos foram os estudantes universitários …

Governo flexibiliza prescrição eletrónica de medicamentos

Esta quinta-feira, foi publicado em Diário da República o decreto-lei que cria o regime excecional de prescrição eletrónica de medicamentos durante o estado de emergência. O Governo criou um regime excecional de prescrição eletrónica de …

Médicos imigrantes impedidos de ajudar a combater o coronavírus nos EUA

Devido às regras dos vistos, muitos médicos imigrantes estão a ser proibidos de ajudar a combater a pandemia de covid-19 fora do hospital em que trabalham. Os Estados Unidos continuam a sentir em força as consequências …

Espanha insiste em emissão conjunta de dívida europeia "a médio prazo"

A ministra da Economia espanhola diz que o acordo alcançado pelo Eurogrupo "fazia falta", mas insiste que haja emissão conjunta de dívida europeia "a médio prazo". O Parlamento espanhol aprovou, entretanto, a renovação do estado …

Hyundai apresenta conceito de novo elétrico conduzido com joysticks

A Hyundai apresentou o conceito para um novo veículo, chamado Prophecy. O carro elétrico não é guiado pelo tradicional volante, mas sim por dois joysticks. As feiras automóveis estão todas interrompidas devido à pandemia de covid-19, …

Hospital da Cruz Vermelha excluído da rede de combate à pandemia

O Hospital da Cruz Vermelha não vai integrar a "rede covid", criada em resposta à pandemia do novo coronavírus, anunciou esta quinta-feira o executivo, realçando que esta decisão é tomada porque, face à situação atual, …

Coronavírus. Luvas de látex são perigosas quando não utilizadas corretamente

Quase como acontece com as máscaras, caso não sejam utilizadas corretamente, as luvas descartáveis de látex podem ser perigosas, ajudando a disseminar mais facilmente o vírus. A pandemia de covid-19 despertou grande interesse de como as …

Bloco de Esquerda "não vai aceitar austeridade" no pós-pandemia

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda diz que "não vai aceitar austeridade" em 2021, após a pandemia da covid-19, e garantiu que, pelo seu partido, "não faltará maioria" para ajudar Portugal a sair de …

Em Canonica d'Adda, homens e mulheres têm dias diferentes para ir às compras

A presidente da câmara de uma pequena cidade da Lombardia, Canonica d'Adda, em Itália, decidiu que homens e mulheres terão dias diferentes para fazer compras, visando limitar a multidão nas lojas e lutar contra a …

Linhas de crédito alargadas a todos os setores de atividade

O Governo alargou os apoios "à globalidade do tecido empresarial", nomeadamente aos setores do comércio e serviços, dos transportes, do imobiliário, da construção, indústrias extrativas e transformadoras. As linhas de crédito lançadas pelo Governo para apoiar …