Costa alerta para “catástrofe financeira” de “um carro sem travões”

António José / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro apelou ao sentido de responsabilidade dos partidos nas votações na especialidade do Orçamento para 2019, alertando que as propostas de alteração representam, globalmente, um desvio de 5,7 mil milhões de euros que resultaria numa “catástrofe financeira” indesejável.

Numa conferência de imprensa sobre os três anos de funções do Governo, na Casa de Allen, no Porto, António Costa frisou que “se somarmos a totalidade das propostas de alteração ao Orçamento dos diferentes partidos, para reduzir a receita ou aumentar a despesa, teríamos uma catástrofe orçamental, porque a soma de tudo daria um desvio de 5,7 mil milhões de euros”.

De acordo com as contas do primeiro-ministro, se as propostas dos partidos que não integram o Governo fossem todas aprovadas, “haveria uma redução de 3,8 mil milhões de euros na receita do Estado e um aumento de cerca de 1,9 mil milhões de euros de despesa”.

“Esse seria um cenário do absurdo, pois tal era pressupor que todos votariam as propostas de todos e que, apesar de terem aprovado na generalidade um Orçamento, o desvirtuavam completamente na votação final global”, notou ainda.

Além disso, “isso significaria inviabilizar completamente a execução do Orçamento, seria uma catástrofe financeira que não pode existir”, alertou também, realçando que confia “no sentido de responsabilidade de cada partido”.

Farpa ao Governo de Passos

Confrontado com a acusação do PSD de que este Orçamento “é uma mentira” por causa do recurso do Governo às cativações, Costa sublinhou que estas “são um instrumento normal e necessário”. “Quando se aprova o Orçamento no Parlamento, estabelece-se um limite máximo de despesa e uma previsão das receitas”, frisa, considerando que “é preciso assegurar que a despesa não dispara”.

Não ter cativações é o mesmo que possuir um carro sem travões“, acrescentou, manifestando-se “muito surpreendido por, nesta legislatura, se falar tanto em cativações, porque sempre existiram e muitas vezes em valores bem superiores”.

Aproveitando para atacar o Governo PSD/CDS-PP, Costa destacou que nessa altura, “o que se falava era de cortes, incumprimento de metas e de orçamentos rectificativos”. “Era de tal forma o descontrolo que, talvez por isso, se desse menos conta das cativações”, referiu.

“É falso que não se invista mais em saúde por causa das cativações”, garantiu, afirmando que “as despesas com o Serviço Nacional de Saúde e a maioria das despesas do sector da educação não estão sujeitas a cativações”.

Tancos e incêndios foram momentos mais difíceis

No balanço dos três anos do Governo, o primeiro-ministro considerou que o roubo de armamento na base militar de Tancos e as tragédias dos incêndios, em Junho e em Outubro de 2017, foram os momentos mais difíceis.

Costa referiu ainda que a evolução de PS, BE, PCP e PEV não aconselha ainda “o avanço” para a formação de um Governo conjunto na próxima legislatura.

“O Governo não é uma prisão, mas, antes, um instrumento de acção política”, justificou, constatando que acredita que o executivo “teria sido menos eficaz se tivéssemos feito uma coligação a três”.

Costa também está certo de que o seu Governo “contribuiu para a recuperação da confiança dos portugueses através de mais crescimento, mais e melhor emprego e mais igualdade”. E isto, “tendo contas certas e tendo recuperado a credibilidade internacional do país”, frisou.

Agora, é preciso “dar continuidade às boas políticas que têm dado bons resultados” para “continuar a melhorar o rendimento das famílias, as condições de investimento por parte das empresas e a qualidade dos serviços públicos em Portugal”, concluiu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • “que lhe entregou as contas sanadas”
      É… depois de vender o país ao desbarato (Fidelidade, EDP, CTT, REN, ANA, Oceanario, etc, etc), realmente ficou tudo “sanado”; a começar pelo BES, Banif e pela CGD…
      Isto enquando o Passos até se esqueceu de “sanar” as suas dívidas com a Segurança Social…

  1. desde 74 ,o ps tem um histórico muito negativo em gestão económica, isto não e politica, mas sim hestoria,todas as 6 intervençoeos do fmi em Portugal ,deveram-se a esse partido,que de matemática,sabe muito pouco

RESPONDER

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …