Costa avisa Boris que não é altura de partir os 27. O acordo tem de ser fechado com Bruxelas

Patrick Seeger / EPA

O primeiro-ministro português quer evitar que o divórcio do Reino Unido com a União Europeia parta os 27. Boris Johnson sugeriu falar com algumas capitais para ultrapassar o impasse nas negociações do acordo, mas António Costa rejeita o cenário e sublinha que o acordo comercial é para ser fechado com Bruxelas.

Esta segunda-feira, em entrevista a um grupo de correspondentes em Bruxelas, de que o semanário Expresso faz parte, António Costa afirmou que “a chave para o êxito desta negociação é a capacidade de nos mostrarmos unidos, de evitar qualquer negociação bilateral, mantendo uma só negociação conduzida pela Comissão Europeia”.

As negociações técnicas arrastam-se há meses e, este domingo, o último dia não o foi: a concorrência, a pesca e a disputa de conflitos continuaram a impedir um acordo comercial entre o Reino Unido e a União Europeia, pelo que as conversações vão continuar nos próximos dias.

Mesmo assim, e sabendo que o relógio não pára, o primeiro-ministro português mantém a esperança de que a união entre os Estados-membros seja mantida até ao fim.

De acordo com o semanário, António Costa entende que “não é altura de mudar de método” nem de “abrir novas portas” para encontrar uma solução. Para que o divórcio seja consumado e o no deal seja evitado, é preciso “chegar a acordo e concluir o que foi feito até agora”.

O tempo não é infinito e o prazo termina às 24 horas do dia 31 de dezembro. Até lá, Costa acredita que há tempo e “vontade” para chegar a um “bom acordo”. “Sou sobretudo realista. Se não houvesse vontade, se não houvesse oportunidade, certamente que a UE e o Reino Unido teriam fechado as portas à negociação”, disse, citado pelo Expresso.

Em relação a Portugal, António Costa fecha-se em copas e recusa dizer o que seria ou não aceitável, por acreditar que o bem comum se sobrepõe. Em vez disso, sublinhou que “não ajudará a fechar um bom acordo se cada chefe de Estado e de Governo começar a dar a sua própria opinião e a visão nacional sobre a negociação“.

O no deal é o pior cenário para o governante português. Sem acordo, os controlos aduaneiros regressam e as relações comerciais passam a ser feitas com base nas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC), ou seja, com quotas e tarifas.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …

UGT dispara contra o Governo. "Exemplo vem sempre de quem está no topo"

Numa carta aberta ao primeiro-ministro, a UGT criticou a atitude de vários ministros, a destruição de milhares de postos de trabalho durante a pandemia e alertou para a suspeita de existir cartelização entre os grandes …

Greve de fome de 470 pessoas em Bruxelas termina 60 dias depois

Em Bruxelas, mais de 470 pessoas deram por terminada uma greve de fome que durou dois meses. O governo belga disse que não pode ceder a chantagens e saudou a boa decisão. Nos últimos dois meses …

Estados Unidos anunciam novas sanções a Cuba. “É apenas o início”

Sanções dos Estados Unidos a Cuba têm como objetivo castigar “os indivíduos responsáveis pela opressão da população cubana”. Ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, numa reação, fala em medidas "sem fundamento e caluniosas" e pede que …

Militantes do Chega acusados de agredir homossexual em Viseu

Militantes do Chega são acusados de terem agredido um homem homossexual no final da tarde de quarta-feira, na rua, em Viseu. Segundo informação avançada pelo Expresso, os agressores são afetos à candidatura do partido de …

Só Portugal e Lituânia é que ainda não têm 5G na União Europeia

Portugal e a Lituânia eram os dois países da União Europeia (UE) sem serviços de quinta geração (5G) no final de junho, de acordo com último relatório do Observatório Europeu para o 5G. "No final de …

Número três do Benfica suspeito de fraude fiscal

Os investigadores da Operação Saco Azul suspeitam que o Benfica desviou 1,4 milhões de euros, dos 1,8 milhões que pagou à empresa informática Questão Flexível. O semanário Expresso avança, na sua edição desta sexta-feira, que o …

OE2022: PCP já reuniu com o Governo, mas chuta discussões para pós-autárquicas. BE resgata propostas

O Governo já começa a apalpar terreno à esquerda para as negociações do Orçamento do Estado para 2022. O executivo reuniu com o PCP, mas o partido diz que só negoceia após as autárquicas. BE …

Harry Kane pode estar a caminho do Manchester City por 187 milhões de euros

A confirmar-se este valor, esta será a segunda maior transferência da história, superada apenas pela saída de Neymar do Barcelona para o PSG em 2017. Segundo avança o The Sun, Harry Kane está mesmo a caminho …

Benfica fez sondagem por Kaio Jorge

O jovem ponta-de-lança estará a ser cobiçado pelos italianos do AC Milan, mas os encarnados também não quiseram ficar para trás. De acordo com o jornal Record, o Benfica fez uma sondagem por Kaio Jorge, o …