Costa apoia Von der Leyen para presidente da Comissão Europeia

Focke Strangmann / EPA

Ursula Von der Leyen, nova presidente da Comissão Europeia

O primeiro-ministro congratulou-se esta segunda-feira com os compromissos assumidos pela alemã Ursula Von der Leyen caso assuma as funções de presidente da Comissão Europeia, destacando o aprofundamento da união monetária e os objetivos de neutralidade carbónica.

Esta posição de Costa, que divulgou através do Twitter, surge depois de a candidata designada pelo Conselho Europeu para a presidência da Comissão Europeia ter divulgado através de carta alguns dos seus principais compromissos para os próximos cinco anos.

Para ser eleita para a presidência da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen precisa de obter 374 votos favoráveis (maioria absoluta) entre os deputados do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, eleição que se realiza na terça-feira.

Na véspera desta eleição, na qual os votos socialistas poderão ser determinantes, António Costa saudou o teor da carta da atual ministra alemã, com “compromissos claros” em matérias como “o Estado de direito, ambição face à transição para a neutralidade das emissões de carbono, promoção da igualdade de género, solidariedade com os migrantes, desenvolvimento do pilar social e prioridade no combate ao desemprego jovem”.

“Destaco também os compromissos para aprofundar a UEM (União Económica e Monetária), utilizando a flexibilidade do Pacto de Estabilidade e Crescimento, mas também a união bancária e a criação de um regime de resseguro do subsídio de desemprego como instrumento de estabilização em tempos de crise”, frisou o primeiro-ministro português.

António Costa firmou ainda esperar que se “confirme e clarifique” a visão de Ursula Von der Leyen, durante o debate em plenário [no Parlamento Europeu], sobre temas como “a coesão e o desenvolvimento rural, a importância das regiões ultraperiféricas e a necessidade de responder à crise de habitação na Europa”.

Ursula Von der Leyen vai apresentar as suas orientações políticas para os próximos cinco anos em Bruxelas, que deverão ser entregues aos eurodeputados na terça-feira de manhã, antes do seu discurso em plenário e da votação ao final da tarde.

Se os socialistas e os liberais votarem ao lado do Partido Popular Europeu (PPE), Ursula von der Leyen deverá ser aprovada, embora os socialistas alemães já tenham anunciado o seu voto contra. Caso Ursula von der Leyen não passe nesta votação, o Conselho Europeu terá de apresentar um novo nome até 30 dias depois.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O contorcionismo de Costa e da xuxalhada! Tudo fez (saindo derrotado) para, através de uma geringonçada na Europa, meter o socialista holandês para presidente da CE. Agora tem esta postura para disfarçar essa derrota. A hipocrisia da política aonde chega ! É preciso ter cuidado com este malabarista Costa.

RESPONDER

Do azedume às contas do passado. Críticos internos atacam Rio

Depois de Rui Rio ter anunciado esta segunda-feira que se recandidata à liderança do PSD, os críticos internos vieram a público. Acusam-no de querer dividir o partido e ajustar contas com o passado e esperam …

"Acho ridículo que sejam feitas obras, portas ou não", diz Ventura

O CDS que não quer o líder do Chega no meio dos seus deputados e a solução pode mesmo passar por abrir uma porta especial para o deputado. "Acho ridículo", comenta André Ventura. Na última conferência …

Duas vitórias em 14 jogos. Benfica quer travar o calvário da Champions

O Benfica recebe esta quarta-feira o Lyon, estando praticamente obrigado a ganhar para seguir em frente na competição milionária. Apesar de reconhecer a dificuldade, Rúben Dias acredita os encarnados vão voltar aos bons resultados. A …

Barcelona-Real Madrid oficialmente adiado para 18 de dezembro

O Comité de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) concordou, esta quarta-feira, em marcar o FC Barcelona-Real Madrid, que se deveria disputar no sábado, para 18 de dezembro, "por motivos excecionais". A data inicial …

Embaixador dos EUA em Kiev confirma chantagem de Trump para forçar investigação a filho de Joe Biden

O processo de impeachent a Donald Trump conheceu um testemunho que pode ser determinante. O embaixador dos Estados Unidos em Kiev, na Ucrânia, Bill Taylor, foi ouvido no Congresso norte-americano na terça-feira e apontou o …

Hospital de Évora fez pagamentos indevidos a médicos

O Tribunal de Contas detetou pagamentos ilegais a médicos com funções de gestão de 2015 a 2018 e concluiu que dois técnicos superiores foram nomeados administradores do Hospital de Évora sem reunirem os requisitos legais …

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …

Hospital das Forças Armadas não operou um único doente do SNS

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) ainda não apresentou qualquer candidatura para ser “convencionado pelo Serviço Nacional de Saúde”. No ano passado, os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram um acordo para que o Hospital …