Correntes oceânicas intensas podem ser criadas por insetos ridiculamente pequenos

Uma investigação recente concluiu que pequenos organismos marinhos podem desempenhar um papel significativo nas correntes oceânicas.

Cientistas demonstraram agora que algumas das menores criaturas do oceano podem ter um impacto descomunal nas ondas do oceano, com enxames de organismos marinhos a produzir inadvertidamente correntes poderosas que misturam e agitam o ambiente submarino. O estudo foi publicado esta quarta-feira na revista Nature.

“Organismos marinhos podem desempenhar um papel significativo nas correntes oceânicas – uma ideia que tem sido quase herética na oceanografia”, explica o engenheiro de mecânica de fluidos John Dabiri, da Universidade de Stanford.

“Neste momento, muitos dos nossos modelos climáticos oceânicos não incluem o efeito dos animais, nem sequer se são participantes passivos no processo.” Mas o pensamento por trás dessa exclusão é compreensível.

As criaturas que a equipa de Dabiri investigou – como por exemplo, o camarão de água salgada – são ridiculamente pequenas. Então, como é que estes insignificantes zooplânctons conseguem agitar o oceano?

Os enxames migram diariamente em colunas verticais, alimentando-se à superfície do oceano durante noite, antes de recuar centenas de metros de profundidade durante o dia. “Todos os dias, há uma migração verticalmente maciça de (literalmente) biliões de organismos”, disse Dabiri à NPR.

Quando estes organismos “nadam para cima”, cada um deles empurra um pouco de fluido para trás. Desta forma, a água é empurrada para baixo dessa sucessiva série de empurrões.

Para medir os efeitos deste efeito bola de neve, a equipa colocou o camarão de água salgada em tanques verticais cheios de água salgada e induziu as migrações dia/noite dos animais para cima e para baixo, através de luzes que imitavam a ascensão e a queda da luz solar.

Os investigadores filmaram o fluxo de água com o auxílio de corantes e pequenas contas de vidro que os ajudaram a visualizar a força dos redemoinhos gerados pelos enxames. Nas filmagens, a equipa descobriu que a passagem dos animais distribuía água em regiões pequenas e localizadas, e produzia volumes significativos de correntes oceânicas por onde quer que fossem.

Até agora, estes efeitos só foram demonstrados em laboratório, mas se a mesma coisa estiver a acontecer no mundo real, biólogos e oceanógrafos terão de repensar como é que a vida marinha contribui para a turbulência dos oceanos.

Os efeitos de agitação podem ter um impacto significativo na forma como avaliamos fenómenos como o transporte de nutrientes submersos, e como o dióxido de carbono é distribuído debaixo de água e lançado para a atmosfera.

PARTILHAR

RESPONDER

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …

Em Inglaterra, há crianças de 16 anos que vão passar a viver em alojamentos não regulamentados

A 9 de setembro, foi aprovada uma nova lei em Inglaterra, segundo a qual as crianças com 16 e 17 anos podem ser colocadas em alojamentos não regulamentados. O sistema de acolhimento de crianças inglês está …

Suspeitos numa mota sem matrícula dispararam na direcção de candidata do CDS

A candidata do CDS à Junta de Freguesia de Palmela, em Setúbal, foi surpreendida, na noite de sexta-feira, por disparos de caçadeira, protagonizados por "duas pessoas sem capacete", numa mota sem luzes, nem matrícula. O incidente …

Jerónimo diz que conquista de Guimarães só é possível "milho a milho"

O secretário-geral do PCP defendeu, esta sexta-feira, que a presença da CDU na autarquia de Guimarães só pode ser reconquistada “milho a milho”, na noite em que a dirigente do PEV Heloísa Apolónia integrou a …

Parlamento aprovou Constitucional em Coimbra (mas PS ainda pode chumbar a saída de Lisboa)

O Parlamento aprovou, na generalidade, a proposta do PSD para transferir o Tribunal Constitucional (TC) e o Supremo Tribunal Administrativo (STA) de Lisboa para Coimbra. Mas a mudança só poderá ser concretizada depois da votação …

Concluídas obras de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame em Paris

A fase de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame, em Paris, quase destruída num incêndio há mais de dois anos, terminou, dando lugar à etapa de restauro, anunciaram este sábado as autoridades. Em 15 de …

Certificados de vacinação emitidos por países terceiros reconhecidos para viagens aéreas

Os certificados de vacinação e de recuperação emitidos por países terceiros passam a ser reconhecidos para viagens aéreas, deixando de ser exigido teste negativo e quarentena quando esta seja aplicável em função da respetiva origem, …