Coronavírus: concelho com mais casos é nos Açores; concelho com menos casos é nos Açores

Boletim da situação epidemiológica revela que houve 41 mortes relacionadas com a pandemia, nesta quinta-feira.

O boletim da Direcção Geral da Saúde, que retrata a situação epidemiológica em Portugal, revela que houve 41 mortes relacionadas com a COVID-19, nesta quinta-feira. Os casos confirmados, que já ultrapassaram os três milhões, subiram pouco mais de 24 mil.

São dois aumentos, quer nos óbitos, quer nos novos casos, muito semelhantes aos registos do dia anterior.

No entanto, fazendo uma comparação com a quinta-feira anterior, 3 de Fevereiro, estes números são mais animadores: tinham-se registado mais de 50 mil novos casos nesse dia e mais 53 mortos.

O número de casos activos, que ronda os 600 mil, diminuiu significativamente: menos 16 mil. Há mais 40 mil pessoas recuperadas e menos 10 mil contactos em vigilância por causa do coronavírus.

Há também menos 34 doentes internados em hospitais e menos nove pessoas internadas numa Unidade de Cuidados Intensivos.

O índice de transmissibilidade (Rt) do vírus desceu ligeiramente, para 0,88.

Este boletim traz também o número de casos confirmados por concelho, entre os dias 27 de Janeiro e 9 de Fevereiro.

Ao longo dessas duas semanas o concelho com mais casos foi Ribeira Grande, nos Açores, com 9.140 novos casos. Seguiram-se mais dois concelhos dos Açores: Vila Franca do Campo e Ponta Delgada, ligeiramente à frente da Covilhã, o concelho de Portugal Continental com mais casos.

O concelho com menos casos neste período foi o Corvo, igualmente nos Açores, com apenas 638 casos. Refira-se que no Corvo vivem menos de 400 pessoas.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE