Coreia do Sul. Líder de culto religioso condenada a seis anos de prisão por violência e abuso

A líder de um culto religioso sul-coreano foi condenada a seis anos de prisão por fazer reféns cerca de 400 seguidores nas Ilhas Fiji e de os submeter a violência e abuso. Shin Ok-ju, também conhecida como “Reverenda Ester”, fundou a Igreja da Estrada da Graça em 2002 e liderava o culto desde então.

Shin Ok-ju alertava para os perigos de uma guerra iminente, fome e desastres naturais, tendo convencido os seus seguidores a mudarem-se para o país insular do Pacífico Sul para sobreviver. Nas Fiji, os seguidores ficaram sem os seus passaportes e alguns foram sujeitos a violentos espancamentos, revelou esta sexta-feira o Expresso.

Em julho do ano passado, a líder do culto foi presa depois de voar para Seul sob acusações de confinamento forçado e agressão física. Três dos seus seguidores também foram detidos. Em seguida, as autoridades repatriaram os restantes seguidores das Fiji, onde muitos se encontravam presos sem documentos.

Na segunda-feira, um tribunal sul-coreano considerou Shin Ok-ju culpada de nove crimes. “A arguida cometeu não apenas agressão e prisão mas também fraude, abuso de crianças e ordenou negligência infantil”, referiu o juiz responsável pelo caso, num documento da sentença a que a CNN teve acesso.

“Além dos sofrimentos listados na acusação, as vítimas perderam as suas famílias e sofreram traumas. As vítimas infantis ficaram privadas de educação e cuidados desde muito cedo e também de um crescimento e desenvolvimento pessoal adequados”, acrescentou o juiz.

E acrescentou: Shin Ok-ju doutrinou os seus seguidores e ordenou que usassem as suas poupanças para se mudarem para as Fiji, descrevendo-as como “a única terra paradisíaca mencionada na Bíblia”, onde eles poderiam evitar “a Grande Tribulação”.

Nos sermões, a líder do culto mostrava vídeos de terramotos e fome, repetindo que havia encontrado um “reino de mil anos” onde poderiam viver na eternidade. Segundo a sentença, Shin Ok-ju também disse aos seguidores que teriam de pagar vistos no valor de 30 milhões de won sul-coreanos (mais de 22 mil euros) por pessoa.

No ano passado, antigos membros do culto disseram à CNN que eram submetidos a espancamentos públicos, conhecidos como “debulha”. Isto envolvia ser esbofeteado e agredido como uma alegada forma de arrependimento, de acordo com a interpretação que Shin Ok-ju fazia da Bíblia.

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Fanática religiosa, diabólica, filha do diabo!!! Deus não tem nada com este comportamento desta mulher que diz ser líder de uma igreja, mas é líder é de uma seita. Igreja não é isto!!!!

    • Pois claro!… quando corre bem, foi Deus; quando corre mal, Deus não tem nada a ver!…
      Enfim… enquanto Deus não aparecer e continuar a haver intermediários, isto vai continuar a acontecer!…

RESPONDER

O RRS David Attenborough, navio virgem dos reinos polares, já saiu do estaleiro

O navio RRS Sir David Attenborough saiu finalmente do seu estaleiro. O já lendário navio vai agora ser sujeito a alguns testes antes de ser oficialmente entregue ao serviço, em novembro deste ano. A construção do …

Vulcões ativos produzem 30 a 50% da atmosfera de Io

Novas imagens rádio obtidas pelo ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) mostram, pela primeira vez, o efeito direto da atividade vulcânica na atmosfera da lua de Júpiter, Io. Io é a lua mais vulcanicamente ativa do nosso …

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …