Coreia do Norte faz novo disparo de projéteis com capacidade para atingir Coreia do Sul

(dv) KCNA / YONHAP

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O dirigente norte-coreano, Kim Jong-un, supervisionou este sábado outro teste de lançamento de vários projéteis que podem reforçar a capacidade do país atingir alvos na Coreia do Sul e bases norte-americanas aí localizadas.

A informação foi avançada pela agência noticiosa oficial da Coreia do Norte, KCNA, um dia depois de os militares sul-coreanos terem afirmado que os norte-coreanos tinham disparado dois projéteis para o mar, a partir da sua costa oriental, no que foi o terceiro disparo de mísseis numa semana.

Vários analistas indicam que esta persistente atividade norte-coreana destina-se a aumentar a pressão sobre Washington e Seul, a propósito das negociações nucleares com os norte-americanos e dos planeados exercícios militares conjuntos entre os EUA e a Coreia do Sul.

Admitem ainda que estas demonstrações militares por parte dos dirigentes de Pyongyang possam intensificar-se nos próximos meses, se não houver progressos nas negociações.

Kim Jong-un supervisionou o primeiro teste do mesmo sistema de artilharia na quarta-feira. A KCNA adiantou que o líder expressou “uma grande satisfação” com os testes de sexta-feira, que confirmaram, na sua opinião, “o desempenho do controlo de altitude do voo, a capacidade de seguir a mudança de trajetória, a fiabilidade de atingir o alvo e o poder de explosão da carga do projétil de artilharia guiado”.

A notícia não incluiu qualquer referência aos Estados Unidos ou à Coreia do Sul. O gabinete presidencial sul-coreano adiantou que os militares do país e norte-americanos partilham a avaliação de que os disparos deste sábado foram provavelmente de mísseis balísticos de curto alcance.

O Comando Conjunto dos Chefes de Estado-Maior da Coreia do Sul adiantou que os disparos foram feitos às primeiras horas (locais) de sábado da costa ocidental e que os projéteis voaram 220 quilómetros. Este alcance é o bastante para atingir a área metropolitana de Seul, onde vive metade da população sul-coreana e onde está a principal base militar norte-americana na península.

A Coreia do Norte adiantou que estes testes destinaram-se a fazer um “aviso solene” à Coreia do Sul por causa das suas compras de aviões de combate norte-americanos, de alta tecnologia, e dos planeados exercícios militares conjuntos, o que Pyongyang lê como eventual invasão.

Na quinta-feira, o Presidente norte-americano, Donald Trump, declarou que não estava preocupado com as armas disparadas recentemente pela Coreia do Norte, considerando-as “mísseis de curto alcance”, que eram “muito padronizados”.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo dá sete milhões às escolas para compra de material de proteção

O Ministério da Educação disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros materiais e equipamentos de proteção individual contra a covid-19. Concretamente no que respeita às máscaras, o Ministério da …

Internamentos voltam a descer. Portugal regista 949 novos casos e 28 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 949 novos casos de infeção por covid-19 e mais 28 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Papa inicia hoje visita ao Iraque como "peregrino da paz"

O Papa Francisco inicia hoje uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz". "Venho como …

Novo Banco. Carlos Costa pede para ser ouvido por videoconferência devido à sua idade e saúde

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, pediu à comissão de inquérito sobre o Novo Banco para ser ouvido remotamente, por videoconferência, devido à sua idade e fragilidades de saúde, segundo informação enviada …

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …