Coreia do Norte lança mísseis de curto alcance após sanções da ONU

johnmcnab / Flickr

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte lançou esta quinta-feira vários mísseis de curto alcance a partir da sua costa oriental, numa aparente demonstração de força após as sanções impostas pelo Conselho de Segurança da ONU.

Um porta-voz do Ministério da Defesa de Seul disse à Efe, sem dar mais detalhes, que o exército popular norte-coreano lançou os mísseis para o Mar do Japão a partir da localidade de Wonsan, no sudeste do país.

A ação norte-coreana surge horas depois de o Conselho de Segurança da ONU ter aprovado, em Nova Iorque, uma resolução que impõe duras restrições comerciais ao país comunista em resposta aos últimos testes nucleares e de mísseis de longo alcance.

O ministério sul-coreano indicou que seis projéteis com um aparente alcance de 100 a 150 quilómetros foram lançados para o Mar do Japão por volta das 10h (1h em Lisboa).

O porta-voz do ministério da Defesa, Moon Sang-Gyun, disse que o Governo está ainda a analisar se se trataram mesmo de mísseis de curto alcance ou de foguetes.

“O exército da Coreia do Sul está a monitorizar movimentos adicionais do Norte”, acrescentou.

A Coreia do Norte dispara regularmente mísseis ou foguetes para mostrar descontentamento para com os seus vizinhos ou com a comunidade internacional.

As sanções impostas pelo Conselho de Segurança da ONU na quarta-feira foram as mais duras até à data contra a Coreia do Norte, que realizou o seu quarto teste nuclear a 6 de janeiro e lançou um foguete de longo alcance no mês passado.

A resolução do Conselho de Segurança impõe a todos os países a medida sem precedente de inspecionar todas as mercadorias com origem ou destinadas à Coreia do Norte e a proibição de entrada nos portos a navios e de voos de aviões suspeitos de transportar bens ilegais para aquele país.

O pacote inclui também a proibição das exportações norte-coreanas de carvão, ferro e minério de ferro, ouro, titânio e minerais raros, assim como a importação de combustível de aviação, incluindo combustível para mísseis.

As sanções preveem ainda a expulsão pelos países membros da ONU de diplomatas norte-coreanos que estejam envolvidos em contrabando ou outras atividades ilegais e acrescenta 16 indivíduos e 12 entidades à lista “negra” das sanções, incluindo a agência espacial e os serviços de informações norte-coreanos.

Anteriores sanções contra a elite do regime foram também alargadas, com a proibição de exportação para a Coreia do Norte de relógios de luxo, motos de neve, embarcações de recreio e equipamentos desportivos.

Agência Brasil

PARTILHAR

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …