A Coreia do Sul tem a solução para a pressão nos hospitais: enfermarias insufláveis

Uma equipa do Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST) desenvolveu uma enfermaria de “pressão negativa” de baixo custo.

Investigadores do Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST), na Coreia do Sul, desenvolveram uma enfermaria “de pressão negativa” insuflável, especialmente desenhada para pacientes com doenças infeciosas, como a covid-19.

A estrutura é apresentada como uma solução eficaz para a pressão que a pandemia está a provocar em vários hospitais no mundo inteiro. Depois de um período de testes, que durou três semanas, o Mobile Clinic Module (MCM) está agora pronto para ser implementado no Hospital Korea Cancer Center.

De acordo com o EurekAlert, os quartos têm um sistema de ventilação que cria pressão negativa, o que permite que a circulação do ar nos espaços e a sua canalização para o exterior seja feita de forma segura.

Este sistema permite que seja possível prevenir a transmissão de agentes infeciosos pelo ar.

As cápsulas insufláveis são móveis e baratas. O preço de cada enfermaria custa um quinto do preço médio da construção de uma ala hospitalar convencional. Além disso, a estrutura pode ser instalada em menos de um dia.

Do lado de fora da enfermaria, dispositivos de pressão de ar positivo fornecem ar fresco. Uma bomba de ar e um controlador são os responsáveis por manter a pressão do feixe de ar, enquanto filtram o ar “velho”. Um sistema de controlo de informações do ar interno controla com eficiência a pressão do ar da sala e purifica o ar.

Nam Tek-jin, designer industrial responsável pela equipa do KAIST, disse, em declarações à Reuters, que o objetivo da equipa era “desenvolver não só um espaço para isolamento de pacientes, mas também para a sua recuperação“.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Diminuição da esperança média de vida é "consequência inevitável" da pandemia

A esperança média de vida em Portugal vai necessariamente diminuir em consequência da pandemia de covid-19, defendeu um especialista, explicando que isso decorre do efeito combinado da morte de idosos, mas também de jovens em …

Novo estudo explica a importância de esterilizar os gatos antes da adolescência

Um novo estudo sugere que a idade de esterilização dos gatos deve ser antecipada de seis para quatro meses, com o objetivo de prevenir ninhadas indesejadas de gatinhos, que muitas das vezes acabam por ser …

Publicidade do Pingo Doce a promoções viola a lei do confinamento

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica está a avaliar incumprimento que visa aumentar clientes em loja durante o fim de semana. Os supermercados da Jerónimo Martins estão a publicitar promoções numa altura em que …

A tomada de posse de Joe Biden deixou os apoiantes do QAnon sem rumo

Com a tomada de posse de Joe Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos, esta quarta-feira, a frustração começou a infiltrar-se entre os apoiantes do QAnon. O QAnon é um movimento nascido, em 2017, no seio …

Pela quarta vez em quase 50 anos, gelo cobriu o deserto do Saara

Na terça-feira passada, um dos lugares mais secos do mundo acordou com uma geada sobrenatural. Foi apenas a quarta vez em quase 50 anos. No deserto do Saara, no noroeste da Argélia, nos arredores da cidade …

Novo máximo de mortes. São mais 275 óbitos e 11 721 novos casos

Portugal registou mais 275 mortos e 11 721 novos casos de infeção por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo. É o novo máximo de mortes …

Longas filas para votar em segurança. Candidatos a Belém apelam ao voto

As mesas de voto para as eleições presidenciais abriram hoje às 08h00, e as longas filas são uma realidade em todo o país. Todos os candidatos já votaram. De acordo com o porta-voz da Comissão Nacional …

Afluência às urnas até às 12:00 foi de 17,07%. Valor é superior ao das presidenciais de 2016

A afluência às urnas para a eleição do próximo Presidente da República situava-se, até às 12:00 de hoje, nos 17,07%, segundo dados da Comissão Nacional de Eleições (CNE). Nas últimas eleições presidenciais, em 24 de janeiro …

Estado perde rasto a candidatas a asilo. Há 33 mulheres em fuga

Cerca de trinta e três mulheres requerentes de asilo a Portugal fugiram ao controlo do Conselho Português para os Refugiados (CPR) entre dezembro de 2020 e janeiro deste ano. O Estado não sabe do seu …

OM alerta que sem profissionais não adianta ter mais camas. Hospital de Almada com ocupação de 250%

Numa altura em que estão a ser disponibilizadas mais camas para doentes covid em Portugal, a Ordem dos Médicos alerta que só isso não chega. Há muitos hospitais que se encontram no limite dos seus …