Coreia do Norte anuncia ter testado bomba H

zennie62 / Flickr

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte garante que realizou com sucesso o primeiro teste com uma bomba de hidrogénio. O anúncio está a causar alarme em todo o mundo, embora a informação não esteja ainda confirmada, podendo tratar-se de mera propaganda.

“O primeiro teste da República com uma bomba de hidrogénio realizou-se com sucesso”, eis o anúncio feito na televisão estatal norte-coreana que está a gerar preocupação em todo o mundo e que já levou o Conselho de Segurança das Nações Unidas a convocar uma reunião de emergência.

A Coreia do Norte nota que com este teste junta-se ao lote dos “estados nucleares desenvolvidos”.

“Vamos começar o ano de 2016 com o som excitante da nossa primeira explosão de uma bomba de hidrogénio para que o mundo inteiro possa olhar para a nossa República socialista nuclearmente armada”, refere o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, numa mensagem escrita, divulgada pela televisão do país, a par do documento que assinou autorizando este alegado teste termonuclear.

A comunidade internacional procura agora confirmar se o teste envolveu mesmo uma bomba de hidrogénio, havendo a ideia generalizada de que a Coreia do Norte ainda não terá capacidade para desenvolver um engenho destes.

De resto, o sismo de 5.1 provocado pelo teste será muito fraco relativamente àquilo que ocorreria numa situação de explosão de facto de uma bomba de hidrogénio, conforme atestam especialistas internacionais.

Uma bomba de hidrogénio usa a fusão numa reacção em cadeia que desencadeia uma explosão muito mais potente do que as geradas pelo urânio ou plutónio apenas.

De qualquer modo, a comunidade internacional condena a Coreia do Norte, nomeadamente o principal aliado do país, a China, que nota que se opõe “firmemente” a esta situação.

Os Estados Unidos prometem “responder apropriadamente a qualquer e todas as provocações da Coreia do Norte”.

Também a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-Hye, fala de uma “provocação grave” e apela a uma resposta internacional firme.

No Japão, o primeiro-ministro Shinzo Abe refere que está em causa uma “ameaça séria” ao seu país e uma “confrontação grave” dos esforços internacionais contra a proliferação de armas nucleares.

A confirmar-se, este será o quarto teste nuclear da Coreia do Norte depois de situações semelhantes se terem verificado em 2006, 2009 e 2013.

A bomba de hdrogénio mais potente jamais testada, a “Bomba do Czar” (acima), foi detonada pelo exército da Rússia a 30 de outubro de 1961, a 4km de altitude, por cima do Oceano Ártico.

Foi vista a 1000 km de disatância e a sua onda de choque percorreu 3 vezes a Terra antes de se dissipar.

SV, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. ahahahahahaha
    Estes norte coreanos são uma fraude!
    Alguém acredita nisto? claro que não…
    juntaram umas toneladas valentes de polvora e fizeram uma explosão para o povo deles realmente perceberem que houve algo lol
    Mas bomba H ???? só rir….

  2. Toda esta gente e responsáveis de Países que fizeram bombas atómicas e estão a planear bombas de hidrogénio deveriam ser pendurados e mortos a vista do resto do Mundo pois estes filhos da p….. a que vão acabar por destruir o que é de todos.

RESPONDER

Salgado acusa Banco de Portugal de "deslealdade" e "desonestidade"

Na contestação à coima aplicada pelo supervisor por violação de normas de prevenção de branqueamento de capitais, a defesa de Ricardo Salgado acusou o Banco de Portugal de ter sido “desleal e desonesto” na forma …

No Reino Unido, só 22% das pessoas que testaram positivo relataram ter sintomas

Um novo estudo acaba de revelar que, no Reino Unido, apenas 22% dos casos positivos tinha sintomas da covid-19 no dia em que fizeram o teste. Um estudo do Office for National Statistics (ONS) britânico, divulgado …

Administração Trump notifica formalmente o Congresso sobre saída da OMS

O Governo norte-americano informou esta terça-feira o Congresso sobre a sua saída forma da Organização Mundial da Saúde (OMS). A Administração Trump já notificou formalmente o Congresso norte-americano de que os Estados Unidos vão sair da …

“Não vou ser infetado e propagar a covid-19”. Burundi anuncia triagem maciça da população

O Governo do Burundi começou esta segunda-feira uma campanha de triagem maciça da covid-19, decisão que demonstra uma alteração das políticas implementadas pelo novo Presidente do país no sentido de combater mais assertivamente a propagação …

Despedida de Centeno e estreia de Leão. Eurogrupo elege presidente na quinta-feira

A eleição para a presidência do Eurogrupo, na quinta-feira, será a última reunião presidida por Mário Centeno e a estreia europeia de João Leão como ministro das Finanças. A eleição para a presidência do Eurogrupo é …

Governo está a preparar um programa específico de apoio ao Algarve

O Algarve terá um programa específico de apoio, que já está a ser preparado pelo Governo, avançou o ministro da Economia esta terça-feira. O ministro da Economia disse, esta terça-feira, que o Governo está a preparar …

OMS admite transmissão pelo ar e pede que se evitem espaços fechados

Depois do alerta de 239 especialistas, a Organização Mundial de Saúde diz que há novas provas de que o novo coronavírus se transmite pelo ar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta terça-feira, haver novas …

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos (e reduzir novas aeronaves a metade)

Esta terça-feira, a Lufthansa anunciou novas medidas do seu plano de reestruturação que incluem uma redução de mil postos de trabalho nos serviços administrativos. A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou, esta terça-feira, que irá reduzir o …

Bloco deixa recado ao PS: voto do Suplementar não estará garantido para o OE2021

Depois de o PCP ter rompido o espírito de acordos à esquerda, foi a vez de o Bloco de Esquerda deixar avisos para 2021. Em entrevista ao portal esquerda.net, divulgada esta terça-feira, Mariana Mortágua deixa claro …

Ferrari vai enfrentar problemas no Mundial de F1 "sem chorar"

O diretor-geral da Ferrari elogiu o talento de Leclerc e mostrou-se preocupado com os problemas que afetaram Sebastian Vettel. O diretor-geral da Ferrari, Louis Camilleri, reiterou esta terça-feira a confiança na equipa e assegurou que a …