Corbyn propõe moção de censura a Boris Johnson para evitar Brexit sem acordo

Andy Rain / EPA

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn

O líder dos trabalhistas britânicos instou os restantes partidos a apoiarem uma moção de censura ao primeiro-ministro e a convocação de eleições antecipadas para evitar um Brexit sem acordo.

O líder dos trabalhistas britânicos, Jeremy Corbyn, instou os restantes partidos a apoiarem uma moção de censura ao primeiro-ministro conservador, Boris Johnson, e a convocação de eleições antecipadas para evitar um Brexit sem acordo.

Numa carta publicada no Twitter na quarta-feira à noite e enviada aos líderes da oposição parlamentar e a vários deputados conservadores que se opõem a um Brexit sem acordo, Corbyn afirma que se esse plano for bem sucedido pedirá um adiamento da data prevista para a saída da União Europeia (UE), 31 de outubro, e convocará um novo referendo.

“Uma vez aprovada a moção de censura, eu, como líder da oposição, pedirei o apoio do parlamento para um governo provisório com o objetivo de convocar eleições e conseguir a necessária extensão do artigo 50º” do Tratado da UE.

“Nessas eleições, o Partido Trabalhista compromete-se a uma consulta pública sobre os termos da saída da UE, incluindo a opção de permanecer” na União, acrescenta.

Na carta, Corbyn sustenta que o Governo de Johnson não tem mandato para um Brexit sem acordo e que o referendo de 2016 não dá a nenhum governante mandato para uma saída sem acordo.

Boris Johnson, que sucedeu a Theresa May a 24 de julho, prometeu que o Reino Unido sairá da UE a 31 de outubro, com ou sem acordo.

A proposta de Corbyn foi considerada “sem sentido” pela líder dos Liberais Democratas, Jo Swinson, para quem o líder trabalhista “não é a pessoa que pode construir uma maioria, mesmo que temporária, na Câmara dos Comuns”.

O líder parlamentar do partido nacionalista escocês SNP, Ian Blackford, manifestou o seu apoio a uma moção de censura ao primeiro-ministro e a deputada do partido galês Plaid Cymru Liz Saville Roberts disse-se aberta a um governo de unidade.

Da parte do executivo, um porta-voz de Downing Street reagiu à proposta afirmando que os britânicos estão perante “uma escolha clara”.

“Ou Jeremy Corbyn como primeiro-ministro, que passará por cima do referendo e destruirá a economia, ou Boris Johnson como primeiro-ministro, que respeitará o referendo e conseguirá mais dinheiro para o serviço nacional de saúde e colocará mais polícias nas ruas”, disse o porta-voz.

A possibilidade de apresentar uma moção de censura a Boris Johnson quando a Câmara dos comuns voltar a reunir-se a 3 de setembro, tem sido evocada por políticos e analistas nos últimos dias.

A ser apresentada e aprovada, o primeiro-ministro disporia de um prazo de 14 dias para recuperar a confiança do parlamento e, se não o conseguir, convocar eleições.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …