Cientistas encontraram pela primeira vez a cor azul em penas fossilizadas

(dr) Marta Zaher / University of Bristol

Ilustração da ave Eocoracias brachyptera

Pela primeira vez, cientistas encontraram a cor azul em penas fossilizadas, tendo como base do estudo a espécie pré-histórica Eocoracias brachyptera.

Depois de milhões de anos de fossilização, as penas desaparecem mas os pigmentos de melanina, chamados melanossomas, podem ser preservados. Até agora, o problema tem sido conseguir identificar separadamente os tons negros, acastanhados, cinzas e azulados. Mas agora, de acordo com o Science Alert, especialistas foram capazes de perceber essa diferença relativamente à espécie Eocoracias brachyptera.

“Descobrimos que os melanossomas em penas azuis têm um alcance distinto em tamanho da maioria das categorias de cores e, portanto, podemos restringir quais fósseis podem ter sido originalmente azuis”, explica o paleontologista Frane Babarović, da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, e um dos responsáveis pelo estudo publicado na revista científica Journal of the Royal Society Interface.

A chave para esta descoberta foi a possibilidade de comparar os fósseis do E. brachyptera com os seus equivalentes atuais, os rolieiros. Essa análise ajudou os investigadores a perceber se estavam a analisar fósseis de pássaros azuis ou cinzas – ambos preservam os melanossomas durante mais tempo (1.400 nanómetros) do que os restantes (apenas 300).

Para aumentar a complexidade, certas cores – incluindo o azul e o verde – não aparecem apenas através da melanina por si só, mas tornam-se visíveis graças a estruturas celulares adicionais e à refração da luz. São conhecidas como cores estruturais e muitas vezes podem ser também iridescentes (um exemplo disso são as penas da cauda de um pavão).

Ao avaliar a predominância de azul e cinza nas árvores genealógicas das aves vivas, e ao estudar os melanossomas nos fósseis do E. brachyptera, os cientistas concluíram que havia 99% de possibilidades desta ave pré-histórica ter uma cor estrutural não-iridescente, e apenas 19% de probabilidades das suas penas serem cinza.

“A sobreposição com a cor cinza pode sugerir algum mecanismo comum de como os melanossomas estão envolvidos na coloração cinza e de como essas cores azuis estruturais são formadas”, diz Babarović. “Com base nos nossos resultados, também sugerimos a possível transição evolutiva entre a cor azul e cinza“.

A equipa sugere que investigações futuras também se possam concentrar nas diferenças e semelhanças entre a coloração cinza e azul no desenvolvimento das penas, com o cinza a ser provavelmente mais comum. Como diz o Science Alert, o E. brachyptera pode ser considerado uma exceção colorida com 48 milhões de anos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …