“Quando trazem um copo de água a Juncker todos sabemos que é gin”

Um jornalista francês, um dos veteranos especialistas em assuntos europeus, levanta dúvidas sobre a capacidade de Jean-Claude Juncker governar, falando abertamente sobre o alegado “alcoolismo” do presidente da Comissão Europeia.

“Quando um oficial de justiça lhe traz [a Juncker] um copo de água durante o Conselho de Ministros, todos sabemos que é gin“. As palavras foram proferidas por um antigo ministro europeu, conforme escreve o jornalista francês Jean Quatremer, um dos veteranos que acompanha os assuntos da Comissão Europeia (CE), num artigo de opinião na revista britânica The Spectator.

Intitulado sugestivamente “Jean Claude drunker“, num jogo de palavras entre o nome de Juncker e a palavra “bebedor” em Inglês, Quatremer fala abertamente do alegado “alcoolismo” do presidente da CE.

“Juncker ainda será fisicamente capaz de dirigir a Comissão Europeia?”, é a pergunta que o jornalista deixa na versão em Francês do dito artigo de opinião, que é publicada no seu blogue no jornal Libération.

Quatremer levanta a possibilidade de Juncker ser um mero “fantoche” e de ser o secretário-geral da CE, Martin Selmayr, quem de facto governa. Selmayr é descrito pelo jornalista como “todo-poderoso” e “muito contestado”, até por não ter sido alvo de uma eleição, e apontado como potencial sucessor de Juncker no cargo.

O ponto de partida para as considerações de Quatremer é o caricato episódio vivido por Juncker durante a cimeira da NATO, em que teve que ser amparado por diversos líderes europeus, incluindo o português António Costa.

Juncker e os seus acessores justificaram o estranho cambalear com uma “crise particularmente dolorosa de ciática, acompanhada de cãibras”. Mas “a explicação de ciática não aguenta o escrutínio”, frisa o jornalista francês na sua crónica.

“Ele não parece estar em desconforto”, repara o jornalista, frisando que as imagens divulgadas mostram-no “a sorrir, rir, falar e beijar os colegas à medida que o ajudavam a andar”. “Uma crise aguda de ciática coloca as suas vítimas prostradas na cama”, constata ainda.

Por outro lado, o jornalista lembra que, dois dias depois do episódio, Juncker visitou a China e o Japão. Ora, “a ciática torna as viagens de longo curso difíceis de enfrentar”, conclui.

Quatremer ainda assume que Juncker pode ter sido “limitado por analgésicos poderosos“, notando que “várias fontes” frisam que o presidente da CE “estava numa cadeira de rodas quando os fotógrafos e as TVs não estavam a olhar, e nem falou durante o jantar” da cimeira da NATO.

Mas “as mesmas testemunhas dizem que Juncker bebeu muito durante o jantar, o que é difícil de reconciliar com o recurso a analgésicos”, reforça.

A isto, Quatremer acrescenta os burburinhos que se ouvem nos corredores de Bruxelas, onde se diz que o problema é “Juncker gostar muito da garrafa”. O que “põe em causa a sua capacidade para governar”, conclui.

SV, ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Granda bandalho… Sai o lobbyista Cherne e entra o bezano com nome de esquentador. A Comissão Europeia é um teatro de fantoches e quem os manipula (as grandes concentrações de riqueza e respectivas elites) é que manda.

  2. A Europa e outras partes do mundo estão nas mãos de certa gente pouco aconselhável e de créditos muito duvidosos e o mais estranho é que tudo isto vai sendo cada vez mais aceite tal como certas formas de vida anormais que passam a ser aceites por todos como se de gente normal se tratasse.

    • Precisamente…
      Parece mesmo ser verdadeira a frase que diz: “Quando não somos capazes de viver como pensamos, acabamos por pensar como vivemos”…

      • É como quando não temos capacidade para pensarmos acabamos desprezíveis e há margem da sociedade, outros como este que foi bafejado em berço de ouro poderá mesmo assim cair com pouca ou nenhum credibilidade, é a vida!.

        • De mal a pior digo eu. “à margem da sociedade” é “à” sem h. Não sabe a diferença entre “a” “à” e “há”, que é uma forma do verbo haver, o que não é o caso?

          • Senhor ou Senhora Celta, já que tanto corrige (e sim, com razão), que tal atentar um pouco na pontuação da sua escrita? Ou ausência dela? Falta de vírgulas, a seguir a um ponto final escreve-se com maísculas e por aí fora…. no meu tempo, penalizava-se com 1/4 ou 1/2 de erro…

  3. Pessoalmente estou com o João Cláudio Vulcano! Gosto do rapaz. É boa pessoa, bebe uns tintos e uns gins!
    Não sendo do sul partilha a nossa culta de p%&*$ e vinho verde. Este é o meu presidente!

    • Subscrevo. Ir para uma cimeira composta pela pandilha que vemos nas imagens, só mesmo “anestesiado”. E quem nunca deu por si bêbado, em privado ou em público, que atire a primeira pedra. Lá diz o ditado “desconfia sempre de quem nunca apanhou uma bebedeira”. E, já agora, sugiro que o termo “CIÁTICA” seja adicionado ao riquíssimo vocabulário popular português que define humoristicamente o termo – bebedeira. Exemplos: carroça, bua, bezaina, carraspana, serapilheira, etc., etc..

  4. Sendo assim, se o exemplo vem do topo da UE, já todos podemos beber uns copos durante o trabalho e depois rir e dar uns beijos aos colegas.

    • Eu já tive ciática e não me conseguia endireitar. Fiquei com uma perna quase paralisada e mal conseguia andar. Um mês de baixa, quase sempre deitado sobre tábuas, tamanha era a dor. Quem me dera que eu tivesse tido a ciática desse gajo. Este é o retrato claro da bandalheira que reina na UE. Moralidade nenhuma e desvergonha total. Eles já nem disfarçam. Passa para cá o meu e a garrafa também.

RESPONDER

Japão vai ter robôs "inteligentes" nas salas de aula para ensinar inglês

O Governo do Japão vai introduzir robôs com inteligência artificial capazes de falar inglês nas salas de aula para ajudar as crianças a melhorar as suas competências orais. De acordo com a emissora pública nipónica NHK, …

Sismo de 7,2 volta a atingir a Indonésia, o 5.º em menos de um mês

Um novo sismo de magnitude 7,2 atingiu este domingo a ilha Lombok, na Indonésia, o quinto em menos de um mês, informaram os Serviços Geológicos dos Estados Unidos. O abalo foi registado a 124 quilómetros a …

Belenenses vs FC Porto | Golo nos descontos salva dragão

O FC Porto sofreu a bom sofrer para somar três pontos no Estádio do Jamor, nova “casa” do Belenenses. Os “dragões estiveram a ganhar por 2-0, deixaram-se empatar, e somente em período de descontos, de …

Onda de calor no Reino Unido revela magicamente ruínas pré-históricas

A onda de calor que assolou a Europa durante este verão continua a revelar a vestígios arqueológicos do passado do Reino Unido - entre as quais, um monumento cerimonial do Período Neolítico. Imagens aéreas mostraram pela …

Restaurante alemão proíbe entrada de crianças

Chamado "cozinha da avó" em alemão, um restaurante decidiu proibir a entrada a menores de 14 anos após as 17h. O proprietário diz querer proporcionar um "oásis de paz" aos seus clientes. Um restaurante na estância …

Franceses "pescam" bomba alemã da II Guerra Mundial com 860 quilos

Pescadores franceses encontraram na costa da Normandia, região francesa próxima de Paris, algo realmente grande na sua rede de pesca - uma bomba da Segunda Guerra Mundial com 860 quilos de explosivos. A rede capturou uma …

Sul da Índia "afoga-se" nas piores inundações em 100 anos

O estado indiano de Kerala vive há dez dias as piores inundações em um século, causadas pelas torrenciais chuvas de monção, que já provocaram cerca de 200 mortos e mais de 220 mil refugiados em …

200 mil bombas de Hiroshima, o poder do supervulcão de Santorini

Um novo estudo realizado com base em análises de anéis de árvores, pode definir com mais precisão o momento em que o supervulcão de Santorini, na Grécia, entrou em erupção. A nova pesquisa ajudou a …

"Bola de fogo" 40 vezes mais brilhante do que Lua cheia sobrevoou os EUA

Uma bola de fogo cruzou o céu do estado norte-americano do Alabama durante a noite desta sexta-feira. A NASA divulgou um vídeo, no qual mostra o objeto a sobrevoar a cidade, com um feixe de …

Segredo para uma vida mais longa está no consumo moderado de hidratos de carbono

Um estudo recente concluiu que o consumo moderado de hidratos de carbono é a solução para ter uma esperança média de vida maior. O consumo moderado de hidratos de carbono favorece uma vida mais saudável e …