Investigadores portugueses controlaram e eliminaram no leite a bactéria que causa a listeriose

Uma equipa de cientistas da Escola Superior de Biotecnologia, no Porto, conseguiu eliminar e controlar no leite a bactéria que causa a listeriose, a bactéria patogénica que “mais mata na Europa”.

Investigadores da Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Universidade Católica Portuguesa, no Porto, conseguiram eliminar e controlar no leite a bactéria que causa a listeriose, com base num método alternativo e “mais amigo do ambiente”.

Em declarações à Lusa, Paula Teixeira, investigadora da ESB, adiantou que o estudo visava desenvolver tecnologias alternativas para eliminar a Listeria monocytogenes, a bactéria patogénica transmitida por alimentos que “mais mata na Europa e que mais hospitalizações causa”.

“Esta é uma das bactérias que mais preocupa a indústria e a comunidade científica, daí os esforços para a combater”, realçou a docente, adiantando que o estudo, publicado na Food Microbiology, teve por base o impacto desta bactéria, que causa a listeriose, no leite.

Recorrendo a um método, intitulado de “tecnologia das barreiras“, os investigadores submeteram simultaneamente a Listeria a três tratamentos: a proteínas produzidas por bactérias “amigas do homem”, a bacteriófagos (vírus que “comem” as bactérias) e a uma tecnologia “emergente de alta pressão”.

“Combinando estes três tratamentos conseguimos controlar a Listaria. Além de a eliminarmos, impedimos que eventuais sobreviventes possam desenvolver-se novamente durante o armazenamento”, avançou Paula Teixeira.

De acordo com a investigadora, esta combinação de tratamentos, que “nunca foi utilizada” pela comunidade científica, é também “mais eficiente e amiga do ambiente”. “Neste tratamento, a eficiência energética é diferente porque temos menos gastos do que com o tratamento convencional do leite, que é o tratamento térmico”, sublinhou, acrescentando que a equipa está já a aplicar o método a outros produtos alimentares.

“Este estudo foi aplicado no leite, mas estamos a aplicar a outras matrizes alimentares em que o crescimento da Listeria pode ser controlado por agentes químicos e que, neste caso, esses agentes químicos podem ser substituídos por esta combinação de barreiras. Neste momento, estamos em fase de publicação de um novo artigo em que a combinação foi aplicada a produtos de charcutaria”, referiu.

À Lusa, Paula Teixeira salientou que a indústria está “muito aberta” a este tipo de soluções, isto porque a introdução de bactérias antimicrobianas não põe em causa os padrões de qualidade dos alimentos.

A investigadora sublinhou ainda que a “segurança alimentar continua a ser pouco relevante para a população em geral”. “As pessoas dão pouca importância à segurança alimentar.”

“Todos os anos falamos dos 23 milhões de casos de doenças transmitidas por alimentos, cinco mil mortes na Europa e parece que estes números não alteram a visão das pessoas”, afirmou, acrescentando que também o número de casos de listeriose na Europa “tem aumentado nos últimos anos“.

Segundo a investigadora, o lema da Organização Mundial de Saúde (OMS) deste ano para celebrar o Dia Mundial da Segurança Alimentar é que esta é “uma responsabilidade de todos”, incluindo cientistas, consumidores, governos, produtores e distribuidores.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …