“Apagaram um continente”. Ativista do Uganda foi cortada de fotografia com Greta Thunberg

Vanessa Nakate, uma ativista do Uganda, posou com outras quatro ativistas pelo clima, incluindo a sueca Greta Thunberg, para uma fotografia em Davos, na Suíça. Porém, a agência de notícias Associated Press (AP) cortou Vanessa da imagem que publicou.

Na fotografia original, Vanessa Nakate aparece do lado esquerdo de outras quatro ativistas pelo clima, estando no meio a sueca Greta Thunberg, que está na origem de um movimento mundial de estudantes, que se uniram numa greve climática para pressionar a ação dos Governos em defesa do clima.

Em resposta, David Ake, diretor de fotografia da AP, garante que o corte “foi feito por um mero critério de composição”. “O fotógrafo cortou [Vanessa] da fotografia porque pensou que o edifício que se via ao fundo era uma distração”. Em frente a esse edifício estava Vanessa Nakate.

Já a editora executiva da AP, Sally Buzbee, lamentou o incidente. “Lamentamos termos publicado a fotografia esta manhã [sexta-feira] que cortou a ativista do Uganda, Vanessa Nakate, a única pessoa de cor na fotografia. Como uma organização noticiosa, preocupamo-nos profundamente em representar com exatidão o mundo que cobrimos”, disse.

A AP já substituiu a fotografia pela original, mas a nova imagem não faz referência à alteração nem justifica o corte da fotografia antiga.

Num vídeo com cerca de 10 minutos, a ativista critica a decisão inicial da AP. “A minha mensagem foi deixada de fora. E a minha fotografia também. Excluir as nossas vozes é inútil. Excluir as nossas histórias não mudará a situação”, apontou ainda. “Não merecemos isto. África é o continente que menos carbono emite, mas é o mais afetado pela crise climática”, afirmou.

Assim como Greta, Nakate também esteve em protesto solitário durante meses em frente ao parlamento de Uganda e tornou-se líder no movimento Juventude pela África do Futuro.

Também Greta Thunberg veio em defesa da ativista africana, considerando que a escolha editorial foi “totalmente inaceitável”. “Esta sexta-feira, cinco representantes do movimento Fridays for Future participaram numa conferência em Davos. Uma agência de notícias optou por editar a imagem como se mostra acima, cortando Vanessa Nakate da fotografia. Isto é totalmente inaceitável de várias formas. Como a própria Vanessa disse: ‘Simplesmente não se apaga uma fotografia. Apagaram um continente’”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …

Israel não vai desperdiçar "oportunidade histórica" para anexar a Cisjordânia

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu voltou a defender hoje a anexação de partes da Cisjordânia nos próximos meses e em prosseguir este polémico plano, apesar do crescente coro de condenações de diversos aliados. Os palestinianos, e …

Zlatan Ibrahimovic lesiona-se e deixa carreira em risco

No treino com vista ao regresso da Liga italiana, Zlatan saiu a coxear do centro de treinos, com os milaneses a explicarem que exames vão determinar se se trata de lesão no gémeo ou tendão …

Há uma orquestra presa num palácio da Alemanha há 75 dias

Um grupo de músicos bolivianos, que pertencem à Orquestra Experimental de Instrumentos Nativos, está confinado no Palácio Rheinsberg, na Alemanha, há cerca de 75 dias devido à pandemia de covid-19. No início de março, os membros da …