Contas e datas não são o forte de Isabel dos Santos

Manuel Araújo / Lusa

Isabel dos Santos

Durante uma audiência judicial, a propósito do processo de indemnização exigido pela Oi, Isabel dos Santos usou argumentos como “o meu forte não são as contas” ou “não encontro os documentos porque mudei muitas vezes de casa”.

A empresária angolana Isabel dos Santos afirmou, numa audiência judicial em fevereiro, em Paris, relativa ao processo em que a empresa brasileira Oi exige uma indemnização de 2700 milhões de euros aos sócios angolanos, não ser “boa” nem com contas nem com datas.

A Oi acusa os sócios angolanos de lhe bloquear dividendos num valor de cerca de 600 milhões de euros. Segundo a empresa brasileira, que em 2015 ficou com a posição da PT e da Unitel SA, terão sido realizadas operações lesivas dos interesses da companhia, em benefício de Isabel dos Santos.

A Oi reclama uma indemnização de 2700 milhões de euros à Vidatel (de Isabel dos Santos), à Geni (do general Leopoldino do Nascimento) e à Mercury (da Sonangol) no processo em curso na Câmara de Comércio Internacional de Paris, cujo desfecho deverá ser conhecido nas próximas semanas, avança o Público.

A acusação feita pelos advogados da Oi (ou, em rigor, da PT Ventures, que tem a posição acionista da Unitel) afirma que a filha do ex-presidente angolano terá criado uma empresa nas Ilhas Virgens Britânicas, chamada Tokeyna, para que essa empresa prestasse serviços de consultoria e suporte à Unitel, pagos com centenas de milhares de dólares.

Questionada pelos advogados da PT Ventures sobre se sabia como foi calculado o pagamento de 2013 à Tokeyna, de 155 milhões de dólares, Isabel dos Santos respondeu que “o meu forte não são as contas“.

“Sou engenheira e a maior parte das minhas contribuições passou pelo desenho técnico da rede ou pelo marketing. Os termos financeiros não foram uma contribuição minha. Não sei”, declarou em tribunal.

Não sou boa com datas“, “não sei os detalhes, os contratos foram preparados por advogados” ou “não encontro documentos porque mudei muitas vezes de casa” são outras das confissões que Isabel dos Santos usou em tribunal como argumentos, nas respostas às questões dos advogados da PT Ventures.

O primeiro pagamento da Unitel à Tokeyna, em 2012, foi feito pela transferência para esta offshore de Isabel dos Santos do direito a ser reembolsada pelos 465 milhões de dólares, cerca de 370 milhões de euros, emprestados pela Unitel SA à Unitel International Holdings, (sociedade holandesa detida apenas pela empresária angolana) entre maio de 2012 e agosto de 2013.

De acordo com o processo, os auditores da Unitel SA (nessa altura, consultora da PwC), emitiram reservas às contas de 2013, considerando que as transações com a Tokeyna reduziam em 764 milhões de dólares o valor da companhia e impactavam negativamente o resultado líquido desse ano em 434 milhões de dólares.

Segundo informações recolhidas pelo jornal, estas transações foram todas anuladas. Na transcrição da audiência de fevereiro, Isabel dos Santos assume que o negócio com a Tokeyna ficou sem efeito.

“Infelizmente, nunca se tornou numa prestadora de serviços da Unitel SA”. O Público questionou a empresária, através da Unitel SA, sobre o motivo que levou à suspensão dos contratos com a Tokeyna. “Os contratos ficaram sem efeito pois a Unitel preferiu usar outras empresas do grupo“, respondeu fonte oficial.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A maior parte dos produtos de maquilhagem está contaminada com superbactérias perigosas

Nove em cada 10 produtos cosméticos atualmente em uso estão contaminados com superbactérias potencialmente prejudiciais, incluindo E. coli e Staphylococci. Beauty blender, rímel e brilho labial são os produtos que contêm os mais altos níveis …

NASA gravou acidentalmente a explosão de um cometa a aproximar-se do Sol

Astrónomos usaram dados do telescópio espacial TESS para estudar a explosão de um cometa durante a sua aproximação ao Sol. A investigação resultou num artigo publicado em novembro na revista científica Astrophysical Journal Letters. Foi a …

Objeto de Hoag é uma galáxia dentro de uma galáxia (que está dentro de outra galáxia)

Se observar atentamente a Constelação da Serpente poderá ver uma galáxia dentro de uma galáxia que, por sua vez, está dentro de outra galáxia. Este grande mistério do Universo é conhecido como Objeto de Hoag. Descoberto …

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …