Conheça os tipos de amigos mais removidos no Facebook

rishibando / Flickr

-

Se está no Facebook já há alguns anos, é provável que a sua lista de amigos tenha fugido um pouco ao seu controlo.

Talvez conheça mais pormenores sobre a vida de um ex-colega de escola do que no tempo em que estudavam juntos – parece-lhe até estranho ver as fotos das suas férias apesar de não se verem há mais de dez anos. Pior ainda, sente-se também incomodado pelos comentários sobre política que faz.

Você não está sozinho: este é o candidato perfeito para ser removido da sua lista de amigos.

Dois estudos da Universidade de Denver, no Colorado (EUA), lançam uma nova luz sobre o tipo de amigos que é excluído do Facebook e as reações emocionais à esta situação.

Os principais tipos de pessoas que são removidas:

1. Colegas do secundário;

2. Amigos de amigos;

3. Colegas de trabalho;

4. Amigos com alguns interesses comuns.

“A forma mais comum de remover um ex-colega do ensino secundário é porque geralmente publicam comentários sobre assuntos polémicos, como religião ou política“, diz o autor, Christopher Sibona, do departamento de Ciência da Computação e Sistemas de Informação da Universidade de Denver.

“Outro grande motivo para exclusão de amigos é quando estes publicam coisas pouco interessantes“, disse ele.

Sibona analisou o fenómeno da exclusão de amigos, que em inglês se traduz na palavra “unfriend” – desamigar.

“Vimos que as pessoas muitas vezes apagam colegas de trabalho devido às suas ações no mundo real e não pelo que publicam no Facebook”, diz Sibona.

Ambos os estudos são baseados numa investigação anterior com 1.077 pessoas e foram apresentados durante uma conferência no Havai.

Reação

Além de analisar os perfis mais prováveis de serem excluídos, Sibona investigou as reações dos eliminados e encontrou uma gama de emoções ligadas a esta situação, que vai de raiva ao riso.

As reações mais comuns foram “fiquei surpreso“, “incomodou-me“, “ri-me” e “fiquei triste“.

O que determina a reação é, claro, o quão próximo você é do amigo que o “desamigou”, diz Sibona.

“O custo de manter amizades é muito baixo, por isso, se alguém faz um esforço consciente para apertar um botão para se livrar de mim, isso pode magoar”, diz o investigador.

O estudo descobriu que existem dois fatores que fazem um utilizador se sentir mal: se o eliminado for um amigo próximo daquele que o eliminou e até que ponto a pessoa removida observava o perfil do agora “ex-amigo”.

O estudo revelou que a exclusão ocorre com mais frequência entre amigos que alguma vez foram próximos do que entre aqueles que são apenas conhecidos.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …