Confrontos violentos voltam às ruas de Barcelona

Quique Garcia / EPA

Três agentes da Unidade de Intervenção da Polícia (UIP) estacionada em Barcelona, um outro agente da polícia e quatro manifestantes foram feridos em incidentes ocorridos esta noite na capital catalã.

Os incidentes ocorreram na Via Laietana, em Barcelona, onde os denominados Comités de Defesa da República (CDR) convocaram uma concentração em frente à sede da polícia, indicou a EFE. A polícia catalã indicou através do Twitter que foram lançadas garrafas de vidro e outros objetos contra um cordão de segurança estabelecido pela força de intervenção na Via Laietana.

Pelo menos quatro manifestantes ficaram também feridos esta noite, em resultado da resposta violenta da polícia e do lançamento de objetos pelos manifestantes.

O Sistema de Emergência Médica (SEM) indicou que os seus serviços trataram quatro pessoas feridas, das quais duas receberam alta “in situ”. Um dos feridos foi transferido para um centro de saúde, onde se encontra a receber tratamentos.

Segundo a Guarda Urbana de Barcelona, cerca de 350 mil pessoas manifestaram-se esta tarde em Barcelona sob o lema “Liberdade” para protestarem contra a sentença de prisão do Supremo Tribunal espanhol, no passado dia 14, para nove líderes independentistas, Oriol Junqueras, Raül Romeva, Joaquim Forn, Jordi Turull, Josep Rull, Dolors Bassa, Carme Forcadell, Jordi Sànchez e Jordi Cuixart.

O vice-presidente do executivo catalão, Pere Aragonès, bem como os conselheiros Josep Bargalló (Educação), Àngels Chacón (Economia) ou Damià Calvet (Território) também participaram na manifestação.

Os manifestantes exibiram bandeiras e cartazes com slogans como “A prisão não é a solução”, “Basta de repressão”, “Amnistia” ou “Espanha, senta-te e conversa”. As proclamações a favor da “independência” da Catalunha e da liberdade dos “presos políticos” marcaram as intervenções na manifestação.

Um grupo de manifestantes bloqueou as linhas de caminho-de-ferro e impediu a circulação ferroviária nas linhas suburbana R-3,junto à estação Mollet-Santa Rosa (Barcelona), e R12 (Cervera-Lleida).

As autoridades catalãs apelaram à “unidade” e sublinharam o caráter “não-violento” do movimento independentista e exigiram que o Governo e o Parlamento em Madrid deem “urgentemente” uma resposta política e institucional ao “momento histórico” que constitui a decisão do Supremo Tribunal.

“Perante este ataque sem precedentes à democracia, precisamos urgentemente de uma resposta política e institucional no auge deste momento histórico que estamos a viver”, afirmaram através de um manifesto lido durante a manifestação pela presidente da ANC, Elisenda Paluzie.

As entidades organizadoras do protesto afirmaram que continuarão a liderar mobilizações “pacíficas, transversais e inclusivas”, e pediram às instituições catalãs e espanholas “propostas políticas” que respondam ao “clamor das ruas”.

“Fá-lo-emos como o fizemos até agora, de forma serena e pacífica, mas persistente e perseverante”, afirmaram, antes de garantir que “as liberdades” que reivindicam “são defendidas com a palavra e conquistadas com a mobilização pacífica de forma imaginativa, massiva e plural”.

O Supremo Tribunal espanhol condenou, a 14 de outubro, os principais dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência da Catalunha a penas que vão até um máximo de 13 anos de prisão.

A sentença motivou protestos independentistas, que começaram no próprio dia do anúncio do Supremo e se repetiram ao longo de vários dias em Barcelona e em outras cidades da região autónoma.

A par de várias manifestações pacíficas, a vaga de contestação ficaria igualmente marcada por distúrbios e violentos confrontos entre manifestantes mais radicais e as forças de segurança.

Os protestos na Catalunha ficaram igualmente marcados por cerca de duzentas detenções e centenas de agentes das forças de segurança feridos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

GES já estava falido cinco anos antes de colapsar. Salgado acusado de 65 crimes

O Ministério Público acusa o ex-banqueiro Ricardo Salgado de 65 crimes no âmbito do caso BES. O Grupo Espírito Santo já estava falido cinco anos antes de colapsar. O Ministério Público proferiu, esta terça-feira, o despacho …

De achado a fardo. RDT complica contas do recém-despromovido Espanyol

O ex-Benfica RDT está a complicar as contas da próxima temporada do recém-despromovido Espanyol, uma vez que aufere quase meio milhão por mês e que a descida ao segundo escalão do futebol espanhol obriga a …

Governo quer desenvolver interligação elétrica a Marrocos que consta no plano de Costa e Silva

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse esta quarta-feira que o Governo quer desenvolver a questão da interligação elétrica a Marrocos, contemplada na versão preliminar do plano de recuperação económica do gestor da …

Onde está o túmulo da Cleópatra? Duas novas múmias podem desvendar um dos maiores mistérios do Egito

A arqueóloga Kathleen Martinez, que estuda há 14 anos o sítio arqueológico de Taposiris Magna, no delta do Nilo, encontrou duas múmias que podem dar pistas para o túmulo de Cleópatra. No início de 2019, o …

França e Inglaterra impõem uso obrigatório de máscara em locais públicos fechados

O uso de máscara em locais públicos fechados, como lojas e supermercados, passa a ser obrigatório em França e no Reino Unido, visando combater a propagação do novo coronavírus, anunciaram esta semana os respetivos países …

Bombeiros acusam autarca de Paços de Ferreira de desrespeitar confinamento após teste positivo

Bombeiros da corporação de Paços de Ferreira dizem ter comunicado à GNR que o presidente da Câmara local, Humberto Brito, "desrespeitou o isolamento profilático de 14 dias a que estava obrigado" após ter declarado que …

Preferimos irracionalmente os números redondos (mesmo quando os exatos nos favorecem mais)

Uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos concluiu que o Homem tem uma preferência irracional por números arredondados, optando por estes mesmo em situações em que os números exatos o favorecem mais. Prefere …

RTP gasta anualmente 200 mil euros na manutenção de terrenos não utilizados

O presidente do Conselho de Administração da RTP afirmou que a empresa gasta anualmente 200 mil euros em manutenção de terrenos não utilizados, sendo que nos últimos cinco anos gastou um milhão de euros nesta …

Jesus no Benfica. Um silêncio incómodo, a alegada amante e a "sacanagem" do Flamengo

O futuro de Jorge Jesus continua a ser uma incógnita, mas é certo que os responsáveis do Flamengo não estão contentes com os rumores que o colocam no Benfica. No Brasil, estalou nas últimas horas …

Pagamento de pensões de reforma passa a ser imediato

O pagamento das pensões de reforma vai passar a ser deferido de forma automática e imediatamente a partir do momento em que o trabalhador acionar o pedido de aposentação no site da Segurança Social direta. Esta …