//

Confinamento desce há três semanas e mobilidade está apenas 30% abaixo dos níveis pré-covid

De acordo com um relatório da consultora Produtos e Serviços de Estatística (PSE), o cumprimento do confinamento imposto pelo atual estado de emergência  está a descer, ainda que ligeiramente, há três semanas consecutivas.

O índice de mobilidade na população portuguesa está a 72% em relação à situação pré-covid nos dias úteis, o que significa que há atualmente em circulação mais de 70% da população que circulava no período pré-pandemia, indica o estudo da empresa de consultoria PSE.

“Se na primeira semana depois do fecho das escolas o Índice de Mobilidade foi de 59, 60 e 61%, desde o dia 12 de fevereiro que a mobilidade está tendencialmente acima dos 70%, sendo a média desse período de 72%”, lê-se no relatório.

Segundo o jornal Expresso, “em termos nacionais, o valor médio semanal de confinamento, nos dias úteis, caiu de 51% para 48%”, sendo que aqueles que mais furam o confinamento são sobretudo homens e classes sociais mais baixas.

E, se as medidas adotadas inicialmente para o confinamento conseguiram com sucesso uma redução da mobilidade de 40%, atualmente essa redução é já inferior a 30%, alerta o Diário de Notícias.

“Sendo verdade que o confinamento é mais alto ao fim de semana e que a mobilidade é muito menor aos sábados e domingos, nos dias úteis a realidade é totalmente diferente”, refere a PSE.

“A tendência é clara e indica uma subida paulatina da mobilidade, nos dias úteis”, sobretudo às sextas-feiras, dia em que se regista uma tendência de crescimento de 10% nos últimos 30 dias, revela ainda o relatório.

Este indicador diz-nos que o cumprimento deste segundo confinamento é 9,3% inferior ao primeiro, o que corresponde quase a um milhão de pessoas.

  Sofia Teixeira Santos, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.