Condutor que não pagou dívida de 400 euros à Via Verde já deve 31 mil euros

Florida Turnpike / Flickr

Um condutor com uma multa de cerca de 460 euros à Via Verde tem agora uma dívida de 31 mil euros às Finanças. O valor diz respeito a 64 multas relacionadas com passagens que o próprio não terá pago por não ter recebido as notificações na sua morada.

Segundo noticiou o Expresso na quinta-feira, no carro de Herculano Soldador houve, durante vários anos, um identificador de Via Verde colado no vidro da frente. Mas, em 2013, cancelou o contrato e retirou o dispositivo, por estar descontente com o serviço.

Descobriu que tinha uma dívida de aproximadamente 460 euros, por ter passado em várias portagens com sinal amarelo, ainda que depois disso tivesse mudado a pilha e tentado pagar o valor em falta.

“Dirigi-me à Via Verde, na altura, e eles disseram-me que realmente iriam enviar o montante em dívida para a minha residência fiscal, onde eu morava. Só que a residência fiscal que eles lá tinham em 2012 era de uma habitação que eu vivia, em Miraflores. Eu nunca cheguei a receber essas notificações”, contou.

E acrescentou: “Eu tenho estes documentos na minha mão porque fui pessoalmente à Loja Via Verde e ao balcão das Finanças da minha área de residência buscar os documentos”.

A dívida inicial passou para uma dívida de 31 mil euros às Finanças, num processo que Herculano Soldador diz ter tido conhecimento ao ser informado pela entidade patronal.

“Já tenho um sexto do meu ordenado penhorado, no valor de 240 euros, e não sei como hei de resolver esta situação. Porque a 240 euros por mês, vou estar 20 anos a pagar esta dívida”, indicou.

Segundo o Expresso, incrédulo com o acréscimo desmesurado no valor a pagar, o homem ainda acreditou que tivesse havido um engano, mas na repartição das Finanças confirmaram-lhe o pior.

Ali, comunicaram-lhe que tinha “64 passagens, 64 processos abertos e 64 multas”. Tudo somado, passava, na altura, dos 460 euros, para o montante de 31 mil euros.

A via judicial é agora a última esperança de Herculano Soldador no retrocesso deste processo de dívida fiscal, concluiu o Expresso.

TP, ZAP //

 

 

PARTILHAR

28 COMENTÁRIOS

  1. Isto das dívidas da Viva Verde serem cobradas pelas Finanças não faz qualquer sentido!…
    Advogados a fazer de políticos dá nisto…

    • Meu caro, mudou de opinião?!!? Bem haja!
      é que, e é só para recordar, aqui há umas semanas o Sr. até apoiava as operações da AT na berma da auto-estrada…
      Agora já se insurge? É bom não esquecer que há aí muito boa gente com milhares de euros de dívidas fiscais por coisas destas. Eu fui um desses “caloteiros”, que tal como este Sr. tentou pagar e não conseguiu. E depois fui brindado com custas e coimas e sei lá o que mais…
      E há aqueles que têm casas penhoradas por se atrasarem a pagar os impostos. Acaso o Estado também oferece garantias quando se atrasa? Acaso quando erra o Estado tenta reparar o erro?
      Ainda ontem, ou anteontem, foi aqui reproduzida uma notícia acerca de uma indemnização de 4 milhões a uma família espanhola, que a esperavam há 30 anos! Andamos a brincar, não?
      Convinha, por vezes, sabermos um pouco mais do que estamos a falar antes de virmos fazer grandes declarações de princípios. Eu também era assim. Mas depois cresci e percebi que o Estado não defende o interesse público. Defende, outrossim, o público interesse de alguns privados…

      • Mudei?! Onde?
        Continuo a apoiar as acções da AT, para cobrar IMPOSTOS em falta!
        Quando é que eu defendi que a AT deve cobrar dívidas de empresas privadas?
        Impostos é uma coisa, dívidas da VV é outra completamente diferente!…

        • Como, creio, bem sabe essa acção da AT visou cobrar coercivamente dívidas fiscais. Como, creio, também sabe, nessa categoria inserem-se igualmente as taxas de portagem que AT cobra, vá lá saber-se por que retorcido capricho, dívidas (muitas delas nem sequer correspondem a dívidas efectivas) de empresas privadas. Pena que a AT não seja tão diligente com os caloteiros que me devem, com sentença transitada, para cima de 10.000 euros.

          Pelo menos neste ponto estamos de acordo: a AT não tem que ser o cobrador do fraque (embora muito mais sinistra) de empresas privadas. A ser de uns, tem de ser de todos!

          • Sim, de acordo.
            A AT cobrar dívidas fiscais (mesmo dívidas comprovadas, não “erros do sistema – obviamente!), tudo bem; agora cobrar dívidas de uma qualquer empresa privada é mesmo o cumulo!…

  2. Enquanto tive via verde, percebi que me foram debitados por duas vezes, portagens com datas/visgens que nao fiz.
    Cancelei o serviço, e passado uns anos, já após um acidente que deixou o carro imobilizado (e ainda nao foi reparado), voltei a receber facturas de outras duas passagens feitas (e o carro imobilizado).
    Pedi a fotografia/prova das passagens, e nunca me enviaram nem voltou a aparecer facturas de passagens do meu carro… Há coisas estranhas…

  3. … as Finanças estão ao serviço do saque desenfreado. Este organismo é um Estado dentro doutro Estado. Portugal na implantação da peste negra ao serviço dos bandos de carrapatos esfomeados e ainda dizem que se acabou a inquisição em Portugal.

  4. Já era tempo de acabar com este roubo absurdo!
    Já agora porque é que a AT não fiscaliza também as empresas com salários em atraso? Enfim, depois queixam-se da abstenção! Quando os políticos governam contra os seus eleitores estão à espera de quê?
    Nem o bom senso prevalece nesta partidocracia!

    • Já agora porque não fazem o mesmo que com a ViaVerde aos privados que têm dívidas dos seus clientes que não conseguem cobrar, eu sou um potencial candidato a esse serviço.

  5. 2 Questões. Se uma dívida de 400 euros já vai em 31.000, isso tem um nome, enriquecimento ilícito, e a lei portuguesa tem um enquadramento próprio para condenar essas situações. 2ª questão, se uma entidade privada, neste caso a Brisa, pede a uma entidade pública, neste caso as Finanças, apoio na cobrança de uma dívida, acho que vou pegar na lista dos caloteiros aqui da minha loja, e vou enviar às finanças para cobrança. É justo.

  6. Deve ser para irem recuperando o perdão de não sei quantos milhares de euros que o “estado” perdoou à Brisa!
    O Zé do Telhado, roubava aos ricos para dar aos pobres. Estes “governantes” que temos agem precisamente ao contrário.

  7. Impostos são roubo,Impostos são roubo, A NOVA PIDE – se não pagas o tributo à “autoridade TRIBUTÁRIA “ por algo que não queres, que te foi “IMPOSTO” és raptado, roubado e agredido fisicamente se tentares proteger o que é teu

  8. Resumo de várias notícias de hoje (Constâncio, Portagens, brigadas secretas da AT): O Estado NÃO É pessoa de bem! O resto é conversa!

  9. bem vindos ao colectivismo, querer o Estado, ou melhor, quem o gere a ser papá e mamã de uns quantos com o dinheiro dos outros é no que dá.

    mas parece que está pelo menos metade do pessoal muito feliz e contente, é a ditadura da democracia.

    República Portuguesa é só para inglês ver…

  10. Isto é mais um exemplo de como empresas privadas e Autoridade Tributária fazem o que querem e “roubam” o contribuinte cobrando legalmente valores totalmente ilegais e de formas que contrariam todas os direitos dos cidadãos e consumidores. É por estas e por outras que o nosso país tem fama de ser uma república das bananas ou Governo “rouba” descaradamente os cidadãos. Este Governo nada faz para impedir que estas medidas descabidas e que violam outras leis deixem de continuar a acontecer porque lhes dá jeito receber o dinheiro – os de direita fizeram isto mas os de esquerda nada fazem para que isto páre. São todos iguais.

    • Nem mais… Nas PPPs ninguém toca. O cancro da nação que trata a cidadania como um rebanho de escravos ao serviço de uma oligarquia que controla o país, com metástases espalhadas pela administração pública, que de pública não tem já nada.

  11. Cara Ovigia, eu gostava de saber onde é que está o colectivismo quando os lucros do pagamentos das portagens vão todos para entidades privadas. Caso você não saiba as PPPs são isto mesmo: privatização do lucro e colectivização dos prejuizos.

    Pareceria Público Privadas: Pagas vai para os privados. Não pagas, o estado diz que lhe deves a ele… Encarrega-se ele de cobrar e depois entrega aos privados. É isto que é o mundo hoje em dia… Um estado ao serviço das elites e não ao serviço do cidadão. Isso não é colectivismo… É Capitalismo com o estado a ajudar.

    • Nesta historia só falta o Robin dos Bosques ou Ze do Telhado ou Viriato. Mas o povo já os assassinou, porque gosta de ser massacrado pelos oligarcas a troco de subserviência a troco de um emprego que lhes dê segurança. O masoquismo na sua verdadeira apoteose, e o povo gosta.

  12. Eu continuo a dizer que este governo da geringonça é uma ilusão e que o seu PM é um ilusionista com um ajudante de palco famoso (ministro das finanças). E o Estado é um ladrão do pobre contribuinte pois uma divida destas passar para os valores descritos é um verdadeiro assalto à mão armada mas legal (pelos vistos). Lembro-me de ter comprado há mais ou menos 8/9 anos um equipamento tipo viva verde comercializado pelos CTT que ainda uso (agora foi vendido à via verde), de carregamento com o minimo de 10 euros e nunca tive o menor problema, basta eu controlar o saldo. Por vezes as pessoas colocam-se a jeito e negligenciam o óbvio e sucedem estas cavalarias.

    • É difícil uma pessoa não se colocar a jeito quando por exemplo acabam de colocar SCUTs onde uma pessoa passa inadvertidamente sem reparar que é uma portagem. Há muita gente que quando nota que passa lá depois nem sequer sabe como há-se fazer para pagar. Por vezes pessoas idosas ou menos instruidas… Outras vezes qualquer tipo de pessoa.

      De repente quando dá por ela tem dívida nas finanças e multas e alcavalas sem ter sido nunca notificado a pagar, porque nem sempre as cartas chegam a casa, ou a pessoa tem morada fiscal num sítio por causa de um empréstimo habitação e está a morar numa casa alugada por trabalhar noutro sítio. Enfim… Há inúmeras maneiras para uma pessoa contrair uma dívida fiscal destas de milhares de euros sem qualquer nexo. Falhou pagamento de impostos? Não! Escondeu rendimentos? Não!.. Colocou a fortuna em off-shore? Naõ!.. Então dívida fiscal porquê se os valores das portagens vão para os privados das PPPs que construiram as estradas. E se vão para os privados, desde quando é que é o Estado que está a roubar?

      O Estado é apenas o executante mas o dinheiro roubado vai para os privados… Assim já não tem mal, é? Para mim tem muito mais mal porque enquanto estou a pagar ao Estado, por princípio estou a pagar para o bolo comum e por princípio deveria reverter a favor de todos (claro que com tanto político a assaltar o orçamento de estado, já se sabe que na verdade isso acaba por não acontecer bem assim). Mas estar a pagar isto a gajos privados que metem o dinheiro todo em off-shore e nem sequer sobre o que eu lhes pago, eles pagam impostos. Não, isso é que nunca! Mas o pior de tudo é… Que anarco-capitalismo é este de multa sobre multa, sobre multa e como pode ser possível uma portagem de 40 euros dar origem a milhares de Euros de multa?!!.. Que valente vigarice vem a ser esta? ISto só pode ser anti-constitucional. Está bem que se pague multas por atrasos nos pagamentos… Mas tem de haver um tecto!!! Aquilo tem de chegar a uma percentagem do valor da multa e parar por ali. MEsmo que triplique o valor da multa… Mas enfim. Agora MILHARES DE EUROS por uma portagem de 30 ou 40 euros??? Isto é roubo, é crime e levado a tribunal não pode passar de maneira nenhuma! Isto é até atropelo de direitos humanos!!

  13. Ainda hoje se ouviu a notícia de que o governo condenou um prémio de mais de um milhão de euros a um punhado de funcionários da TAP; à partida tudo estaria correto tal condenação caso o Estado não fosse accionista e penso que maioritário da mesma empresa o que denota que possivelmente os representantes que lá tem servem apenas para figura decorativa, mas para compor o ramalhete surge hoje também outra notícia quanto a mim bem mais escandalosa e de certo modo perigosa que foi a de que o governo presenteou os funcionários do fisco com largos milhares de euros pelo bom desempenho, daqui duas coisas nos surgirão de imediato à cabeça, a primeira é de que possivelmente começaremos a andar sob vigia mais perigosa que a da extinta PIDE e segundo, noutros organismos do Estado se irão exigir prémios pois são funcionários do mesmo patrão e por conseguinte mais impostos terão que ser cobrados para alimentar toda esta cadeia de compadrio e chulice.

  14. Existe uma aplicação denominada App CTT que permite controlar a possibilidade da existência de dívidas nas portagens/SCUTs… de vez em quando vou procurando se existe alguma dívida:

    https://www.ctt.pt/app-ctt/

    A possibilidade de existir, apesar de ter Via Verde, não é descurar… para quem não tem este VV ainda se torna mais complicado… ainda há pouco “corria” a história de alguém com dívidas de portagem, cuja matrícula está atribuída a um tractor agrícola! Infelizmente não é difícil obter chapas de matrículas com os dados que se queira.

    Já agora, o Governo está a criar um projecto de lei em que, basicamente, permite aos Inspectores do fisco possam usar uma arma de fogo:

    https://eco.sapo.pt/2019/06/08/inspetores-do-fisco-vao-poder-usar-arma/

  15. Assim sendo, a Ascendi roubou-me um tereno, para construção da A13, sem dar conhecimento prévio ao proprietário, agindo em desconformidade com a Lei das expropriações.
    O que neste caso e aplicando as mesmas razões para o descalabre, que se verifica, 400€ passa para 31.000€, no caso do terreno que foi roubado!, sendo que o seu valor era de 15.000€, estamos a falar de uma indemnização de 1.162500€! a que teria direito.
    A lei é igual para todos.

  16. Este país é excelente para a Plutocracia dos Partidos Políticos do Regime. Esse contribuinte o melhor que tem de fazer é fugir de Portugal, porque nunca mais consegue pagar essa dívida e o Fisco vai-lhe ficar com tudo. Nem com a insolvência pessoal jamais de livrará dessa dívida, porque a mesma a partir do momento em que é executado pelo Fisco jamais prescreve.

  17. estou a ponderar fazer um despedimento deste serviço sabem como fazer? ja pesquisei não encontrei nada.

    Pelo qual uso o serviço francês ( não vivo em frança) mas que da de frança até Portugal pelo menos o serviço e bem mais claro (até ao momento satisfeito)

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …