Condenados do Face Oculta escapam da prisão há 6 anos

(cv) YouTube

Manuel Godinho, sucateiro de Ovar condenado no processo Face Oculta.

O ex-ministro Armando Vara e outros dois arguidos do caso Face Oculta são os únicos entre os 11 condenados a prisão efectiva que já se encontram a cumprir pena na cadeia. Os restantes continuam em liberdade, a contestar a decisão de condenação.

Em Setembro de 2014, o Tribunal de Aveiro condenou 36 arguidos, incluindo duas empresas, por crimes de burla, branqueamento de capitais, corrupção e tráfico de influências.

Seis anos depois, só três dos 11 condenados a penas de prisão efectiva estão de facto a cumprir pena na cadeia, conforme avança o Jornal de Notícias (JN).

Na prisão estão Armando Vara, ex-ministro e ex-administrador do Banco Comercial Português e da Caixa Geral de Depósitos que foi condenado a 5 anos de prisão por tráfico de influências, João Tavares, ex-funcionário da Petrogal condenado a 5 anos e 9 meses por corrupção, furto qualificado e falsificação de documento, e Manuel Guiomar, ex-quadro da Refer, condenado a 6 anos e meio de prisão por corrupção e burla.

Os restantes mantêm recursos em tribunal, contestando as respectivas condenações.

Aliás, dos arguidos condenados a prisão efectiva, João Tavares foi o único que não recorreu do acórdão do Tribunal da Relação do Porto que confirmou a pena da primeira instância.

O condenado que tinha a maior pena, o sucateiro Manuel Godinho, já beneficiou de várias reduções de pena após os recursos que apresentou.

Manuel Godinho foi condenado a 17 anos e meio de prisão efectiva por crimes de associação criminosa, corrupção, tráfico de influência, furto, burla, falsificação e perturbação de arrematação pública na primeira instância.

Após o recurso para a Relação do Porto, viu a pena reduzida para 15 anos e dez meses. Mas voltou a recorrer para o Supremo Tribunal de Justiça que diminuiu a pena para 13 anos de prisão.

Godinho ainda viu o Tribunal de Aveiro declarar a prescrição de vários crimes pelos quais foi condenado, pelo que a sua pena ficou fixada nos 12 anos de prisão.

Porém, o sucateiro voltou a recorrer para o Tribunal da Relação e continua em liberdade, à espera de uma decisão da justiça.

José Penedos, ex-presidente da Redes Energéticas Nacionais (REN), é outro dos condenados que está em liberdade depois de ter sido condenado a 5 anos de prisão efectiva por crimes de corrupção e participação económica em negócio.

Também o advogado Paulo Penedos, filho de José Penedos, está em liberdade após a condenação a 4 anos de prisão efectiva por um crime de tráfico de influências.

Os Penedos recorreram para o Tribunal Constitucional, tal como o ex-administrador da EDP Imobiliária, Domingos Paiva Nunes, neste caso condenado a 5 anos de prisão efectiva por crimes de corrupção e participação económica em negócio.

Estes três arguidos pretendem que o Tribunal de Aveiro reavalie se as respectivas penas devem ou não ser suspensas.

Em liberdade estão ainda o sobrinho de Manuel Godinho, Hugo Godinho, que foi condenado a 5 anos e meio de prisão efectiva por associação criminosa, perturbação de arrematações, furto, burla e corrupção, e dois funcionários da Lisnave, Manuel Gomes e Afonso Costa, condenados a penas efectivas de prisão de 5 anos e de 4 anos e meio, respectivamente, por crimes de corrupção e burla.

Tal como o sucateiro de Ovar, estes três arguidos pretendem ver as suas penas reduzidas.

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

IVAucher já devolveu 5,5 milhões de euros aos consumidores

Até agora, o programa IVAucher devolveu 5,55 milhões de euros aos consumidores, foi anunciado, esta segunda-feira, pelo Ministério das Finanças. De acordo com o comunicado do Ministério das Finanças, desde 1 de outubro foram efetuadas 609.560 …

Bloco já enviou as nove propostas ao Governo. Cinco são alterações ao Código do Trabalho

O Bloco já enviou ao Governo a redação das nove propostas para as negociações do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), cinco das quais são alterações ao Código do Trabalho que terão de ser efetivadas …

Bielorrússia expulsa embaixador francês

O embaixador francês na Bielorrússia deixou o país este domingo, depois de as autoridades bielorrussas o terem mandado embora, sem especificar o motivo.  "O Ministério das Relações Exteriores da Bielorússia exigiu que o embaixador partisse antes …

Grupo 400 Mowozo apontado como responsável pelo rapto de 17 missionários estrangeiros no Haiti

Grupo raptado era composto por 14 adultos e três crianças que se encontravam em território haitiano no quadro de uma missão de solidariedade dinamizada pela Christian Aid Ministries. Um grupo armado intitulado 400 Mawozo, considerado um …

Agentes disparam para o ar no jogo entre o Olímpico do Montijo e o Vitória de Setúbal B

Violência, tiros para o ar: Montijo reage aos incidentes do jogo com o Vitória

Cenas de pânico, logo a seguir ao jogo entre o Olímpico do Montijo e a equipa B de Setúbal. Versões diferentes dos treinadores. O jogo entre Olímpico do Montijo e Vitória de Setúbal B terminou sem …

Defesa de Salgado pede suspensão do processo por diagnóstico de Alzheimer

A defesa do antigo banqueiro pediu a suspensão do processo no qual o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) é arguido, fundamentando-o com um atestado médico a comprovar o diagnóstico de doença de Alzheimer. De acordo …

Marcelo sobre combustíveis: "Vamos esperar que isto não seja para durar mais de seis meses"

O Presidente da República disse, esta segunda-feira, que o aumento do preço dos combustíveis é "preocupante" e que o Governo aguarda luz verde de Bruxelas para tomar medidas sociais para as famílias e as empresas. "No …

Frente Comum confirma greve na Função Pública a 12 de novembro

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública confirmou, esta segunda-feira, a realização de uma greve nacional a 12 de novembro, para exigir ao Governo que altere a proposta de Orçamento do Estado para 2022 …

Welwitschea 'Tchizé' dos Santos, filha do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos

Ivo Rosa manda desbloquear conta bancária de Tchizé dos Santos

O Tribunal Central de Instrução Criminal desbloqueou uma conta bancária de Tchizé dos Santos, filha de José Eduardo dos Santos, por "decurso excessivo" do tempo e falta de provas quanto à origem ilícita dos fundos. O …

Mais três mortes e 291 novos casos de covid-19. Incidência e R(t) subiram

Portugal registou, esta segunda-feira, mais três mortes e 291 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 291 novos …