Cientistas mais perto de comprimido capaz de curar a constipação

Cientistas do Reino Unido acreditam ter encontrado uma maneira de combater a constipação. Em vez de atacar o vírus em si – com centenas de variações e em constante mutação – o novo tratamento tem como alvo o hospedeiro infetado.

O tratamento bloqueia uma proteína nas células do corpo que os vírus normalmente sequestram e usam para se auto-replicar e espalhar, explica a BBC.

Isso deve ser capaz de imobilizar qualquer vírus se o tratamento for ministrado logo no início da infeção, de acordo com estudos feitos em laboratório. Testes em humanos devem começar dentro de dois anos.

Os investigadores do Imperial College, em Londres, trabalham na criação de um novo formato para que o remédio possa ser inalado, o que reduziria a probabilidade de efeitos colaterais. Em laboratório, a substância foi aplicada em células pulmonares e fez efeito em minutos, bloqueando uma enzima chamada NMT.

Todas as cepas dos vírus que causam a constipação precisam dessa enzima para produzir novas cópias. “A ideia é que podemos tratar alguém assim que a pessoa é infetada e isso impediria o vírus de se replicar e espalhar“, explica Ed Tate, o professor de bioquímica do Imperial College e um dos cientistas responsável pela pesquisa.

“Mesmo que a consitpação já esteja em curso, o remédio pode ajudar a diminuir os sintomas”, explica. “Isso poderia ser muito útil para pessoas com doenças crónicas, como asma e fibrose cística, por exemplo, que podem ficar realmente doentes quando apanham uma constipação.”

Tate afirma que focar no utilizador é uma abordagem “um pouco radical”, mas que faz sentido, porque atacar o vírus é muito difícil.

Os vírus que causam a constipação são muitos e muito diversos entre si. Além disso, estão em constante mutação e evolução, podendo desenvolver resistência a remédios muito rapidamente.

Os testes em laboratório bloquearam completamente diversas cepas de vírus da constipação sem causar danos nas células humanas. No entanto, testes mais aprofundados são necessários para comprovar que o tratamento não é tóxico para o corpo.

“Esse estudo é muito promissor, embora tenha sido feito integralmente in vitro – usando células para imitar uma infeção por rinovirus”, diz o cientista Peter Barlow, da Sociedade Britânica para Imunologia.

A constipação espalha-se rapidamente de pessoa para pessoa, já que o vírus que causa a doença pode permanecer em mãos e superfícies por até 24 horas. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ajudar a combater os sintomas, mas atualmente não há nada que consiga combater a infeção.

É possível contaminar-se inalando pequenas gotas de fluído que contenha o vírus e que são espalhadas no ar quando uma pessoa infetada tosse ou espirra. Também é possível ficar doente depois de tocar uma superfície contaminada e levar a mão à boca, aos olhos ou ao nariz.

Os sintomas – nariz entupido, espirros, garganta inflamada – começam rápido e atingem um pico depois de cerca de dois dias. A maioria dos infetados melhora depois de cerca de uma semana, mas pessoas com outros problemas de saúde podem ficar doentes por mais tempo.

O estudo foi publicado na revista Nature Chemistry na segunda-feira.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo despediu-se da "verdadeira vocação" da sua vida com mensagem de esperança no futuro

O Presidente da República despediu-se na tarde desta quinta-feira da "fascinante aventura" do ensino como professor universitário de Direito, que disse ser a "verdadeira vocação" de toda a sua vida. "A universidade, a minha universidade foi …

Marques Vidal diz que hipótese de recondução nunca lhe foi colocada

Joana Marques Vidal, atual procuradora geral da República, disse nesta sexta-feira que a hipótese de recondução para um novo mandato nunca lhe foi colocada, revelando ainda que só soube da decisão ontem à noite. Em reação …

Universidade de Lisboa vai ter de devolver milhares em propinas de bolseiros

A Universidade de Lisboa vai ter de devolver milhares de euros em propinas cobradas ao longo de dois anos a estudantes de doutoramento que tinham uma bolsa de estudo atribuída pela instituição de ensino. A Universidade …

94 mortos e dezenas de desaparecidos em naufrágio na Tanzânia

Pelo menos 94 pessoas morreram num naufrágio de uma embarcação, na Tanzânia, que transportava cerca de 400 pessoa. O balanço inicial dava conta de 79 mortes e dezenas de desaparecidos. De acordo com as equipas de …

Nem extraterrestres, nem espiões. FBI explica porque encerrou Observatório Solar

O Observatório Solar do Novo México, nos EUA, esteve encerrado durante 11 dias, sem se saber porquê. Depois dos rumores de extraterrestres ou de espionagem, descobre-se que, afinal, o fecho se deveu a uma investigação do …

Finanças confirmam fim da proibição dos prémios de desempenho

O Governo confirmou que vai eliminar no Orçamento do Estado para 2019 algumas normas para a função pública, como a proibição de atribuir prémios de desempenho ou a possibilidade de progressões na carreira por opção …

Taxista mantêm protesto até reunião em Belém. "Resistir, resistir, resistir"

As duas faixas 'Bus' da Avenida da Liberdade, em Lisboa, continuavam esta sexta-feira de manhã, pelo terceiro dia consecutivo, preenchidas com táxis em protesto contra a entrada em vigor da lei que regula as plataformas …

Criatura "alienígena" encontrada numa praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontraram uma bizarra criatura em forma de bolha e vermelha. A criatura, que acabou por ser identificada como uma espécie específica de …

Presidente do Vietname morreu aos 61 anos

O Presidente do Vietname, Tran Dai Quang, figura conservadora do regime comunista, morreu esta sexta-feira aos 61 anos vítima de doença prolongada, informou a agência estatal de notícias VNA. “O presidente Tran Dai morreu no hospital …

Passos Coelho diz que faltou "decência" para justificar saída de Joana Marques Vidal

O ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho disse que faltou "decência" para "assumir com transparência" os motivos que levaram à substituição de Joana Marques Vidal como procuradora-geral da República (PGR). “Nestes anos de mandato, que a Constituição determina …