Cientistas mais perto de comprimido capaz de curar a constipação

Cientistas do Reino Unido acreditam ter encontrado uma maneira de combater a constipação. Em vez de atacar o vírus em si – com centenas de variações e em constante mutação – o novo tratamento tem como alvo o hospedeiro infetado.

O tratamento bloqueia uma proteína nas células do corpo que os vírus normalmente sequestram e usam para se auto-replicar e espalhar, explica a BBC.

Isso deve ser capaz de imobilizar qualquer vírus se o tratamento for ministrado logo no início da infeção, de acordo com estudos feitos em laboratório. Testes em humanos devem começar dentro de dois anos.

Os investigadores do Imperial College, em Londres, trabalham na criação de um novo formato para que o remédio possa ser inalado, o que reduziria a probabilidade de efeitos colaterais. Em laboratório, a substância foi aplicada em células pulmonares e fez efeito em minutos, bloqueando uma enzima chamada NMT.

Todas as cepas dos vírus que causam a constipação precisam dessa enzima para produzir novas cópias. “A ideia é que podemos tratar alguém assim que a pessoa é infetada e isso impediria o vírus de se replicar e espalhar“, explica Ed Tate, o professor de bioquímica do Imperial College e um dos cientistas responsável pela pesquisa.

“Mesmo que a consitpação já esteja em curso, o remédio pode ajudar a diminuir os sintomas”, explica. “Isso poderia ser muito útil para pessoas com doenças crónicas, como asma e fibrose cística, por exemplo, que podem ficar realmente doentes quando apanham uma constipação.”

Tate afirma que focar no utilizador é uma abordagem “um pouco radical”, mas que faz sentido, porque atacar o vírus é muito difícil.

Os vírus que causam a constipação são muitos e muito diversos entre si. Além disso, estão em constante mutação e evolução, podendo desenvolver resistência a remédios muito rapidamente.

Os testes em laboratório bloquearam completamente diversas cepas de vírus da constipação sem causar danos nas células humanas. No entanto, testes mais aprofundados são necessários para comprovar que o tratamento não é tóxico para o corpo.

“Esse estudo é muito promissor, embora tenha sido feito integralmente in vitro – usando células para imitar uma infeção por rinovirus”, diz o cientista Peter Barlow, da Sociedade Britânica para Imunologia.

A constipação espalha-se rapidamente de pessoa para pessoa, já que o vírus que causa a doença pode permanecer em mãos e superfícies por até 24 horas. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ajudar a combater os sintomas, mas atualmente não há nada que consiga combater a infeção.

É possível contaminar-se inalando pequenas gotas de fluído que contenha o vírus e que são espalhadas no ar quando uma pessoa infetada tosse ou espirra. Também é possível ficar doente depois de tocar uma superfície contaminada e levar a mão à boca, aos olhos ou ao nariz.

Os sintomas – nariz entupido, espirros, garganta inflamada – começam rápido e atingem um pico depois de cerca de dois dias. A maioria dos infetados melhora depois de cerca de uma semana, mas pessoas com outros problemas de saúde podem ficar doentes por mais tempo.

O estudo foi publicado na revista Nature Chemistry na segunda-feira.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Filme fantástico". Novo livro revela cartas entre Kim Jong-un e Donald Trump

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, qualificou o seu relacionamento com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como um “filme fantástico”, segundo os editores de um livro a ser publicado, que revela a correspondência entre …

Grupo avisa Bruxelas que Portugal pode tornar-se ilha ferroviária na Europa

Um grupo de portugueses ligados ao setor ferroviário alertou a comissária europeia dos Transportes para a possibilidade de Portugal se tornar uma ilha ferroviária na Europa devido ao atraso em adotar "a bitola europeia" nas …

China encontra traços do coronavírus em asas de frango importadas do Brasil

Traços do novo coronavírus foram encontrados em asas de frango importadas do Brasil, na cidade de Shenzhen, no sul da China, noticiou, esta quinta-feira, um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). Os traços foram detetados …

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …

Rio pede "coerência" na lotação do Avante e faz comparação com estádios

O líder do PSD pronunciou-se sobre a lotação da festa do Avante, lembrando que, se for reduzida para metade, isso é o mesmo que os estádios do FC Porto ou do Sporting estarem cheios. Na sua …

Juiz Carlos Alexandre desiste de queixa contra Rui Pinto

A proposta do Ministério Público (MP) para que o pirata informático não continuasse a ser investigado dependia da autorização do "super-juiz", avança o Correio da Manhã. De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos …

Surto na Nova Zelândia faz 17 novas infeções (e não se sabe de onde veio)

Após 102 dias sem casos de covid-19, a Nova Zelândia registou um novo surto na sua maior cidade, Auckland. O número de infeções subiu para 17, mas não se sabe de onde veio. De acordo com …