Os modelos estavam errados. Cientistas acabam de descobrir como os icebergues (realmente) derretem

Afinal, os modelos sobre o derretimento dos icebergues estavam errados. Agora, uma equipa de investigadores revelou a forma como estes glaciares derretem.

Os modelos atuais, que são incorporados à metodologia usada pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, pressupõem que os icebergues derretem uniformemente nas correntes oceânicas.

No entanto, Eric Hester e os seus colegas da Universidade de Sydney, na Austrália, mostraram que isso não é verdade e que os icebergues derretem em velocidades diferentes, dependendo da sua forma.

“Cerca de 70% da água doce do mundo está nas camadas de gelo polares e sabemos que as mudanças climáticas estão a causar o encolhimento dessas camadas de gelo”, disse Hester, estudante de doutoramento na Escola de Matemática e Estatística, em comunicado.

“Parte dessa perda de gelo é direta dos mantos de gelo, mas cerca de metade da perda geral de gelo da Gronelândia e da Antártida ocorre quando os icebergues derretem no oceano, portanto, é importante entender esse processo”, acrescentou.

Segundo os modelos da equipa de Hester, “os icebergues estão a derreter a taxas mais rápidas do que os modelos atuais presumem”.

Esta investigação também ajuda a entender melhor o impacto do derretimento do gelo nas correntes oceânicas. “A circulação do oceano é a razão de a Grã-Bretanha não ser tão fria como Alberta, no Canadá, apesar de estar em latitudes semelhantes”, disse Hester.

A Corrente do Golfo, que tira água mais quente dos trópicos através do Atlântico, mantém a Europa Ocidental mais amena do que seria de outra forma. “Essa corrente pode desligar, se muita água doce for despejada no sistema de uma vez, por isso é fundamental que entendamos o processo de derretimento dos icebergues e do gelo.”

O local e o momento em que a água doce é libertada, e a forma como isso afeta o oceano, são influenciados, em parte, pela velocidade com que os icebergues derretem.

Hester disse que os seus modelos – confirmados em experiências – e as observações dos oceanógrafos mostram que as laterais dos icebergues derretem cerca de duas vezes mais rápido do que a sua base.

Para icebergues que se movem no oceano, o derretimento na frente pode ser três ou quatro vezes mais rápido do que os modelos antigos previam.

“Os modelos antigos presumiam que os icebergues estacionários não derretiam, enquanto as nossas experiências mostram derretimento de cerca de um milímetro a cada minuto”, disse Hester. “Em icebergues que se movem nos oceanos, o derretimento na base pode ser até 30% mais rápido do que em modelos antigos.”

Dado que as laterais derretem mais rápido, icebergues largos derretem mais lentamente. Porém, icebergues mais pequeno e estreitos derretem mais rápido.

“O nosso trabalho propõe um modelo muito simples que leva em consideração a forma de  um icebergue como um protótipo para um modelo aprimorado de derretimento de icebergues”, disse Geoffrey Vasil, coautor do artigo.

Segundo Vasil, estes métodos podem ser aplicados a muitos outros sistemas, incluindo o derretimento de glaciares ou o derretimento de gelo marinho congelado e salino.

“Mas não termina aí. Os métodos também podem ser usados ​​por astrobiólogos para entender melhor as luas de gelo como o Encélado de Saturno, um candidato a encontrar vida noutras partes do Sistema Solar”, concluiu.

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Physical Review Fluids.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pavilhão de escola de Matosinhos fechado devido a estirpe de legionella

O pavilhão desportivo da Escola Secundária Abel Salazar, em Matosinhos, está fechado devido à presença de uma estirpe de legionella detetada nas canalizações, mas que "não constitui qualquer perigo para a saúde", confirmou a câmara …

TAP regista um prejuízo recorde de 1,2 mil milhões em 2020

Com menos 12,4 milhões de passageiros transportados, a TAP apresentou um resultado líquido negativo de 1,230 mil milhões de euros em 2020, contra um prejuízo de 106 milhões de euros em 2019, segundo dados enviados …

Chega organiza Convenção para "Governar Portugal" no fim de maio, mas promete "uso das máscaras"

O Chega vai organizar a sua III Convenção Nacional entre 28 e 30 de maio, em Coimbra, tendo por base a moção estratégica "Governar Portugal" do presidente reeleito, André Ventura, disse hoje à Agência Lusa …

Falta de plano e reservas face à viabilidade. Banco de Fomento chumba empréstimo à Groundforce

O Banco Português de Fomento (BPF) não aprovou o empréstimo de 30 milhões de euros pedido pelo Conselho de Administração da Groundforce, por não haver um plano de reestruturação da empresa e por falta de …

Operação Lex. Juiz Luís Vaz das Neves arrisca reforma compulsiva

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa e arguido na Operação Lex, arrisca passar à aposentação compulsiva.  De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quinta-feira, …

Nove administradores e 24 diretores. Banco de Fomento já terá fechado estrutura

O jornal ECO avança, esta quinta-feira, que a estrutura do Banco Português de Fomento vai contar com nove administradores, dos quais quatro são executivos, e 24 diretores. A estrutura do Banco de Fomento já estará fechada, …

Guerra aberta no PSD. Rui Rio arrisca repreensão, Adão Silva pode perder o mandato

Rui Rio, presidente do PSD, e Adão Silva, líder do grupo parlamentar, estão a ser alvo de um processo disciplinar aberto pelo Conselho de Jurisdição do partido e arriscam sanções. A decisão ainda não está tomada, …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Um terramoto devastador pode abalar a Nova Zelândia nos próximos 50 anos

Um novo estudo revela que as hipóteses de a Falha Alpina da Ilha do Sul da Nova Zelândia provocar um terramoto devastador nos próximos 50 anos são muito maiores do que se pensava.  Um estudo conduzido …

"Um incendiário como chefe dos bombeiros". Irão na Comissão sobre o Estatuto da Mulher gera indignação

O Irão foi eleito esta segunda-feira para a Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher durante um mandato de quatro anos, juntamente com China, Japão, Líbano e Paquistão. A Comissão sobre o Estatuto da …